Documento sobre Curso de Combate a Invasores Alienígenas com designação de policiais está tramitando no sistema de comunicação interna do Governo de Rondônia

Foto: Reprodução

A população de Rondônia precisa se preocupar com iminente ataque alienígena desencadeado por forças extraterrestres?

A despeito de um documento oficial que tramita no Sistema Eletrônico de Informações (SEI), protocolo de circulação de dados internos do Governo de Rondônia, o setor de Comunicação do Comando-Geral da Polícia Militar (PM/RO) informou ao Rondônia Dinâmica que não, a possibilidade não existe.

O documento público real é fato, mas trata-se de um módulo fictício criado por alunos do Curso de Habilitação de Oficiais Administrativos (CHOA): a inclusão no SEI, por sua vez, também faz parte da teia de aprendizagem nas proposituras.

A questão, no fim das contas, é que tanto o ato de designação supostamente assinado pelo comandante-geral da Polícia Militar (PM/RO) quanto a carga horária do “Curso de Combate a Invasores Alienígenas” foram trazidas em primeira-mão pelo jornalista Roberto Kuppê, colunista do site MaisRO, com ares de alerta sobre a possibilidade de se tratarem de documentos falsos. A portaria também foi disponibilizada por outra comunicadora, a jornalsita Cammy Lima, em suas redes sociais.

Foto: Reprodução

Ainda que forjados de acordo com as exigências do curso, essas informações tramitam de maneira oficial no SEI, que, atualmente, não dispõe aos usuários comuns acesso integral à tramitação.

Quando o usuário se atém ao objeto do documento, única informação exposta a quem procura documentos no sistema, surgeM dados como “Considerando os recentes ataques alienígenas à população do mundo”, corroborando com a curiosidade e reforçando a desinformação.

Rondônia Dinâmica