E AGORA: Justiça inocenta Ivonildo Rêgo e mais 6 ex-dirigentes da UFRN, após 3 anos de denúncias graves do MPF

Pouco depois de três anos da denúncia do Ministério Público Federal (MPF-RN), que gerou grande repercussão na mídia potiguar em que acusava o ex-reitor da UFRN, José Ivonildo Rêgo, e 6 ex-dirigentes da instituição de terem causado prejuízo de R$ 21 milhões aos cofres públicos em contrato com empresa de tecnologia SIG, teve um desfecho em que todos os acusados foram absolvidos em decisão do juiz federal Mário Jambo, que o Justiça Potiguar teve acesso em primeira mão.

Na denúncia, à época oferecida pelo procurador da República, Rodrigo Telles, a escolha da empresa da tecnologia por dispensa de licitação realizada em 2011, quando Ivonildo era reitor teria indícios de favorecimento a empresa de tecnologia para o contrato de 5 anos para uso pela UFRN dos sistemas integrados, como o SIGAA, SIPAC, SIGRH, entre outros. Ivonildo e os ex-dirigentes apontaram que tudo foi feito dentro da lei e desde então lutavam para comprovar a inocência. A defesa ficou por conta do advogado Thiago Cortez.

Leia a matéria na íntegra AQUI no Justiça Potiguar.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Roberto disse:

    Alberto, se isso que você tá falando é verdade, você tá querendo dizer que o MP abriu um processo anexando como provas fake news? E o vídeo do YouTube que surgiu na época, mostrando uma das negociatas sendo feita, com um pessoal de um órgão de Brasília? Era fake news?
    Outra coisa, você pode citar exemplos de órgãos que obtiveram os fontes do sistemas da UFRN, de forma gratuita, e implantaram por conta própria? E quanto aos "rios de dinheiro" que você citou. Pode dar exemplos desses convênios, com e sem custo, de ambas as instituições?

    • Alberto disse:

      Caro Roberto, claro que o MP fez em cima de uma fake news.. se não fosse fake ele tinha ganho a ação. sobre o video da internet, com um sujeito chamado Corinto, não tem nada a ver com o caso. Ali a discussão era liberar o software SIPAC como software livre. Na época do video nem empresa licenciada existia… o Sr.Corinto foi até testemunha do processo e ficou provado que nada tinha a ver.. Sobre as instituições, sugiro que visite a Superintendência de Informática da UFRN que poderá ver vários casos.. poderemos te receber.

      Muita gente aqui da UFRN foi injustamente acusada neste processo… faça uma visita a UFRN que poderá conhecer tudo como realmente é.

  2. Roberto disse:

    Alberto, com todo o respeito, você falou mas não disse nada, parece até que você é alguém da SINFO que apenas ficou com raiva de alguém ter elogiado o SUAP. Para não parecer só falácia, cite aí exemplos de órgãos que pegaram gratuitamente o Suap e não conseguiram implantar direito. Outra coisa, você falou em "rios de dinheiro", mas não mostrou nada. Para demostrar sua isenção, faça um comparativo entre os valores de quem pagou/não pagou algo pelo SUAP e quem pagou/não pagou algo pelo SIGAA e exponha isso. Aí fica mais fácil as pessoas tirarem suas conclusões e ver aonde corre "rios de dinheiro", como o amigo citou. Concordo que não existe almoço grátis, mas uma coisa é você poder obter o código fonte e ter a liberdade de escolha de contratar algum suporte ou usar a própria equipe pra fazer isso, outra coisa é ser obrigado a pagar por determinado suporte, e que, na época, era prestado exclusivamente por uma única empresa, conforme consta nos autos.

    • Alberto disse:

      É preciso se informar melhor, segue:

      a) O SIGAA é e sempre foi código aberto. Toda instituição pública tem acesso direto aos códigos.

      b) A instituição pública sempre pode optar entre implantar com sua equipe ou contratar uma empresa. Nunca foi obrigado contratar empresa nenhuma. Pegue o processo e leia.. são essas mentiras propagadas de forma irresponsável que geraram isso.. tudo fake news…

      A UFRN licenciou empresas e a instituição contrata se quiser.. quem acha que tem condições, faz só através de uma cooperação, quem prefere contratar uma empresa, o faz. É o melhor modelo, incentiva o público e o privado.

  3. Sandro disse:

    Estrago que essas famílias sofreram? O rapaz faz um software trabalhando na instituição, ganha muita grana, cede a mesma e cria uma empresa para apenas "editar" com contratos milionários e o pessoal ainda acha que quem sofreu foram os acusados?

    Só tem menino besta nesse mundo…

    • Fernando De Lima Fernandes disse:

      Acredito que você seja a pessoa que fez a denúncia há época e o fez por incompetência e inveja. Vai um conselho pra você: não os inveja, trabalhe.

    • Diogo disse:

      Agora eu vi, quer dizer que criticar o modelo é ser invejoso? Amigo, preste atenção, "ceder" o software para UFRN mas cobrar rios de dinheiro por simples edições não foi a coisa mais "econômica" para a UFRN.
      Visite o IFRN e conheça o SUAP, gratuito e de código aberto para todas as instituições públicas. Como o sigaa deveria ser.

    • Alberto disse:

      SUAP é gratuito, E para implantar eh só apertar um botão e pufff?? Magicamente está funcionando?? Só o que tem eh Instituto Federal que pegou o SUAP e não implantou e nao usa direito. Além do mais, só tem espertinho ali no IFRN que vai com papinho de gratuito e ganham rios em bolsas. Abre seu olho, não existe almoço de graça.

  4. Cigano Lulu disse:

    No dia da soltura do delinquente de nove dedos?
    Enfim, se o Luladrão pode, então todo mundo pode.

  5. nasto disse:

    Já soltaram o MAIOR ladrão da história do Brasil, agora liberem o resto. Abram as cadeias e pronto. Estamos KITES. Prender agora só os Homens do BEM.

  6. renato disse:

    o blog fez a parte dele, em divulgar. prevaleu os bandidos querida, ivonildo, gleydson lima, Rpahela, tudo bandido, por que o blog tem de pedir desculpar? usaram um bem publico para fins privados. Ser ladrão no brasil compensa.

    • Alberto disse:

      Esse Renato deve ser um jumento incompetente que não consegue nada na vida e fica só de olho gordo em quem consegue. Vai se esforçar que vc consegue algo, seu zero a esquerda.

  7. Fernando De Lima Fernandes disse:

    Me lembro que o blogdobg fez um estrago grande na imagem dessa empresa, acredito que seria hora de um pedido de desculpas.

  8. Ana leticia disse:

    Agora a merda vai virar boné, muito mais vantajoso no brasil ser bandido que cidadão honesto. Nosso país é uma vergonha mundial, e exemplo achincalhamento, crítica e zombaria. A única coisa boa de tudo isso, é saber que bater em ministro de stf, só dá cadeia após a quarta instancia, também.

  9. Jd disse:

    E agora quem vai apagar a dor sofrida por essas famílias com acusações levianas e mentirosas? A vergonha dos olhares desconfiados dos falsos amigos nos shopping da vida! Que Deus os conforte!

  10. joão carlos disse:

    tem um monte de denúncia contra o reitor do IFRN também e não dá em nada… pense num país sem justiça e num presidente frouxo que prometeu muita coisa e não fez nada até agora

    • Cristina mel disse:

      Concordo, pois tudo ali é carta marcada, sempre esteve a olho nú só ñ ver quem ñ quer

  11. Jd disse:

    O trauma q essas famílias sofreram nunca será apagado. Só sabe a dor quem sofre esses assassinatos de reputacao mentirosos e irresponsável ! Que Deus conforte a todos!

COMENTE AQUI