Eduardo Bolsonaro presta depoimento de seis horas no inquérito dos atos antidemocráticos

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) prestou depoimento à Polícia Federal nesta terça, 22, no inquérito que apura o financiamento e organização de atos antidemocráticos. A oitiva durou seis horas e trinta minutos e foi realizada no gabinete do filho do presidente, em Brasília, pela delegada Denisse Dias Ribeiro, responsável pela investigação.

Segundo o Estadão apurou, o deputado foi questionado sobre relações com investigados no inquérito, como o blogueiro Allan dos Santos, se participou ou organizou manifestações em defesa de intervenção militar ou fechamento do Congresso e do STF e recebe pagamentos por monetização de publicação de conteúdo em redes sociais.

Eduardo Bolsonaro foi intimado na condição de testemunha, e é o segundo filho do presidente a prestar depoimento no inquérito. A investigação mira a suposta existência de organização voltada para o financiamento e organização de atos antidemocráticos que pedem o fechamento do Congresso e do Supremo Tribunal Federal e a instauração de um regime militar.

As tratativas entre Eduardo Bolsonaro e a PF para o agendamento da oitiva duraram quase duas semanas até a delegada Denisse encaminhar ofício agendando o depoimento unilateralmente ‘considerando que quedaram frustradas as tentativas de agendamento de data, hora e local’ para o depoimento com a defesa. A advogada Karina Kufa, que representa o deputado, alegou que ‘foram mantidos contatos telefônicos frequentes com a delegacia até acertar uma data que fosse viável’.

O nome de Eduardo foi mencionado na oitiva do pastor RR Soares, que disse à PF ter sido procurado pelo filho do presidente no primeiro semestre deste ano para tratar do aluguel de uma rádio em São Paulo. Segundo o líder religioso, o deputado pediu ajuda para encontrar uma rádio disponível para locação e disse que o interessado era um ‘amigo’, sem revelar detalhes ou sua identidade.

O pastor contou ainda que procurou pessoas do ramo para levantar valores e rádios disponíveis no mercado, mas que os executivos não demonstraram interesse no negócio. Um deles chegou a informar faturamento mensal de R$1 milhão, preço considerado inacessível por Eduardo, segundo o depoimento.

“Eduardo Bolsonaro disse que só tinha interesse na locação de uma rádio e não tinha esse valor para negociar a locação”, disse o pastor.

Em outro depoimento, o youtuber Adilson Nelseu Dini, do canal Ravox Brasil, afirmou que Eduardo participava de ‘encontros’ na residência de Allan dos Santos, um dos investigados no inquérito. Segundo oitivas obtidas pelo Estadão, o blogueiro mantinha um grupo no WhatsApp com deputados bolsonaristas e teria trocado mensagens com um assessor do presidente sugerindo a ‘necessidade de uma intervenção militar’.

“Os encontros, muitas vezes de confraternização, envolvendo amigos e pessoas que comungam a ideia de apoiamento ao presidente Jair Bolsonaro, que já ocorreram na casa de Allan, situada no Lago Sul em Brasília, onde algumas vezes participou Eduardo Bolsonaro, não é conhecido, e nem pode ser chamado, de ‘Gabinete do Ódio’”, afirmou Dini à PF, em junho deste ano.

ESTADÃO CONTEÚDO

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. GCF disse:

    A maior "FAKE" é um determinado político dizer que é honesto e se associar a uma corja de ladrões, assinando embaixo tudo que era levado a ele, mesmo tendo certeza que era crime. Tudo para se perpetuar no poder, mesmo indiretamente.
    "Nunca na história deste país houve tanta corrupção", sendo inventada uma nova forma de governo: a "CLEPTOCRACIA".
    PARABÉNS LULADRÃO, ANTA DILMA GUERRILHEIRA, MICHEL TEMER-LHE-IA, JOSÉ PLÁSTICA DIRCEU, JOSÉ DEDO-DURO GENUINO, GUIDO MARGARINA, ANTONIO MERCADO NEGRO, ANTÔNIO HIPÓCRITA PALOCCI, EDUARDO CUNHA MOEDAS, FERNANDO ARCO IRIS DE MELLO, PC (NÃO)FARIAS, FERNANDO HENRIQUE ESQUEÇAM O QUE ESCREVI CARDOSO..E CIA.
    Apesar de termos esperança que o Mito seja 100% honesto, ele presisa chegar ao final de seu governo, sem que haja nenhuma dúvida que merece nossa confiança para ser, eventualmente, reeleito.
    Quanto a governo com militares, o próprio povo tem eleito vários militares (da reserva-obrigatoriamente), desde que percebeu que poderia e deveria tentar outras alternativas de representantes.
    Como exemplo, o Senador do RN que foi eleito na primeira eleição que disputou . E próprio Presidente atual tb se enquadra no caso. Como diria Marina Silva: "democraticamente".

  2. Pedro disse:

    Eita Mané para conversar besteira, Deus tenha piedade de nós. Esse desajustado chamar a Anta de honesta, o Brasil comprou uma refinaria nos. EUA, ato desmiolada, eivado de tramoias, sujo, relés, fedorento a roubo e esse rapaz ainda bem falar em honestidade, Santa burrice, homem vai procurar uma lavagem de roupa. O que vc faz ou fazia? Vivia nas tetas do estado troço ou do bolsa família?

  3. Romero Cezar da Câmara disse:

    Psiquiatra? Como? Se vocês abominam a filosofia; a sociologia e com certeza a psicologia. Kkkkkkkkkkk

  4. Edison Cunha disse:

    É desespero, é desespero, é desespero…

    Bolsonaro contra a "porra" toda!

  5. Lula na cadeia já disse:

    O que é ato antidemocrático?

    Quando o presidente do senado Federal, o presidente da Câmara dos Deputados e o presidente do Supremo Tribunal Federal, reunem-se com o objetivo de derrubar um presidente da República é o que?

    • Webrevenger disse:

      Esquizofrenia. Sugiro que procure um psiquiatra.

    • Manoel disse:

      Quando fizeram isso contra a honesta Dilma, inclusive com a participação do corrupto Cunha, o senhor aplaudiu, nao é hipócrita ?
      Vou desenhar para vc o que é ato antidemocrático: participar de manifestacao pedindo a intervenção militar, o fechamento do congresso e STF. É financiar blogueiros para inflamar o gado contra instituições.
      É ter um gabinete do ódio articulando as mais baixas e imorais políticas e ações para inflamar seu gado e difamar pessoas e instituições. Tudo isso articulado pela familícia que o senhor apoia.

    • tiago disse:

      fake news. Apresente prova.

    • Cristian disse:

      Calma cara, ele plantou. Que colha, agora.

COMENTE AQUI