Energia solar cresce mais de 200% em um ano no RN

A evolução da tecnologia e a redução nos preços permitiu uma explosão no número de unidades de micro e minigeração de energia fotovoltaica em todo o Brasil. Atualmente, o Rio Grande do Norte tem 2.529 destas pequenas unidades de produção de energia. A potência instalada alcançou 38.172,70 klowatts (kW) em 2019.

O número de novos produtores saltou de 517, em 2018, para 1.687 no ano passado, o que representa aumento de 226%, segundo informações da Companhia Energética do Rio Grande do Norte (Cosern). As microgeradoras têm potência instalada menor ou igual a 100 quilowatts (kW), enquanto que a minigeração tem potência instalada superior a 75 kW e menor ou igual a 5 megawatt (mW).

A principal explicação para o aumento na procura por placas fotovoltaicas – entre residências, comércios e prestadores de serviços – é a queda dos preços nos equipamentos. Em sites especializados, um kit básico para gerar 455Wh (Watts por hora) custa cerca de R$ 400. A peça, inclusive, já é vendida em grandes lojas de departamento. Mas há também projetos customizados, dependendo da capacidade de investimento do produtor, que podem ultrapassar os R$ 30 mil.

A redução dos custos pode ser verificado no aumento exponencial de geradores. Em 2013, apenas 3 mini ou micro geradores foram registrados no Rio Grande do Norte. Já em 2019, com 1.687 novas unidades, a média foi de 4,6 novos registros por dia.

Para continuar lendo, é só clicar aqui: http://agorarn.com.br/destaquefotos/energia-solar-cresce-226-em-um-ano-no-rn-impulsionada-por-pequenos-paineis/

AGORA RN