Escola dos EUA expulsa aluno que publicou palavrões no Twitter

Uma escola no estado de Indiana, nos Estados Unidos, expulsou um aluno que publicou uma mensagem com palavrões no Twitter. A escola alega que Austin Carroll publicou o tuíte de um computador da instituição. Porém, ele disse que estava em casa.

“Se a conta é minha pessoal, eu não acho que a escola ou qualquer pessoa deve ficar de olha nela”, disse Carroll, que está no último ano do Ensino Médio. Na mensagem, ele usou diversas vezes o mesmo palavrão em inglês. “F… é uma dessas … palavras que você … pode colocar em qualquer lugar em uma … frase e ainda vai fazer … sentido”.

O diretor da escola Garrett High School alega que o sistema rastreia todos os tuítes quando um aluno faz login nos computadores da instituição. Ou seja, conforme o site “Indiana News Center”, mesmo que Carroll tenha publicado a mensagem de casa, quando ele fez login novamente na escola, o sistema pode ter reconhecido e monitorado o seu Twitter.

“Eu não postei o tuíte na escola, mas o computador deles está dizendo que eu postei lá, e eu não deveria estar me metendo em confusão por coisas que eu fiz no meu tempo livre, no meu próprio computador”, disse. Carroll vai ser matriculado em uma escola alternativa e poderá se formar.