Escola Sem Partido divulga modelo de ação judicial para alunos gravarem professores

O movimento Escola Sem Partido disponibilizou em seu site um modelo de ação judicial para pais pedirem à Justiça autorização oficial para os filhos gravarem as aulas de professores.

O objetivo é que eles possam saber o que vem sendo ensinado e inibir promoção de “preferências ideológicas, religiosas, morais, políticas e partidárias” dentro da classe.

“O estudante, quase sempre, é ‘cúmplice’ do professor ‘camarada’, mas negligente, que desperdiça o tempo precioso das aulas com assuntos estranhos ao conteúdo programático, poupando-se do esforço de lecionar sua disciplina, e poupando os alunos do indispensável mas, para a esmagadora maioria, nada prazeroso estudo da matéria. É o conhecido “pacto da malandragem”, no qual o professor finge que ensina, e o aluno finge que estuda”, diz trecho da ação proposta.

O site diz que a iniciativa decorre da inanição do Ministério Público em favor dos pais — em várias ações, o órgão se posiciona de forma contrária a esse tipo de vigilância, sob alegação de proteção à liberdade de manifestação do pensamento dos professores.

No Judiciário, o assunto tem decisões conflitantes. No ano passado, o plenário do STF proibiu o controle de manifestações políticas nos ambientes escolares por qualquer órgão do Estado.

Em fevereiro, com base nesta decisão, Edson Fachin suspendeu uma decisão do TJ-SC que permitia a deputada estadual Ana Caroline Campagnolo (PSL-SC) manter canal de denúncias para receber gravações de aulas com manifestações político-partidárias ou ideológicas.

O Antagonista

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Franco disse:

    Quem manda no país hoje são os Pastores evangélicos que usam as igrejas para se auto promover e se eleger Deputados e Senadores (Edir Macedo, Magnus Malta, Marcos Feliciano, Silas Malafaia, etc) e os Professores que continuam levando a culpa de tudo enquanto fazem cotinhas pra comprar a própria água e café que bebem, e seus salários são menores do que os Auxílios Moradia de Deputados, Juízes e Promotores que vcs chamam de heróis.
    Quando os privilégios dos políticos, juízes, Promotores e Militares vão ser atacados?
    Só ataca os pequenos?
    Por que será?

  2. Marcelo Santos disse:

    Eu sempre vou falar da corrupção, laranjas e da ditadura!!! kkkkkkkkkkkk

  3. Felipe Augusto disse:

    Os imbecis, idiotas, doentes mentais querem que o Brasil volte a idade média! Daqui a 20 anos esse período será lembrado como uma época de trevas. Será mais difícil encontrar um eleitor do João que do Collor.

  4. Walsul disse:

    Isso é um absurdo. Doentes mentais tomando conta do país. Não se enganem vocês da imprensa, daqui a pouco eles criam imprensa sem partido. Sei dos mercenários que existem, mas a grande maioria é séria e não pode se calar diante dos ataques que esses desequilibrados vêm fazendo à democracia.

    • PTfalido disse:

      É a do burro!
      Só sendo um defensor de presidiário que lascou a Nação!

    • Walnorte disse:

      Walsul, o quanto ainda dói?
      Papai tá preso?????

    • Roberto disse:

      Meus filhos tem que ir para escola aprender Matemática, Português, Ciências, etc. Doutrinações Marxistas como já escutei em conselhos escolares não fazem parte do ideal educacional. Que meios de defesas essas crianças e adolescentes tem para um despejo de ideologia falida, como a que vemos na Venezuela ou em Cuba. Amigo acorde o modelo marxista é falido e trás miséria e sofrimento ao povo seja pela falta de alimentos, seja pela falta de liberdade como percebemos na ilha caribenha, o passado e presente mostram a realidade.

COMENTE AQUI