Espetáculo premiado “A Noite dos Palhaços Mudos” estreia turnê NE em Natal esta semana

Comédia teatral e tradição oral circense se unem no espetáculo “A Noite dos Palhaços Mudos”, que escolheu Natal para estrear sua turnê pelo Nordeste. Na próxima quinta-feira (19/07), às 19h, a obra premiada – baseada em HQ do famoso cartunista Laerte e encenada pelo grupo La Mínima (SP) – será apresentada no Teatro Alberto Maranhão, com direito a dose repetida nos dois dias seguintes (20 e 21). A entrada custa R$ 20 inteira e está à venda na bilheteria do teatro.

O próximo destino do espetáculo ainda é em solo potiguar: serão duas apresentações em Mossoró, dias 24 e 25 de julho, no Teatro Dix-huit Rosado. Depois, é hora de seguir viagem para Recife e para Caruaru. Profissionais e estudantes das artes cênicas também poderão participar gratuitamente, no segundo dia de espetáculo, da oficina “Os Palhaços do Grupo La Mínima”, na qual serão demonstradas características fundamentais do trabalho de palhaço do grupo paulista: trabalhos corporais, aquecimentos, técnicas acrobáticas, comicidade física, pantomima e o ator-palhaço.

A partir da comicidade física, da lógica do absurdo e do humor sem palavras, a obra evidencia os conflitos entre as intolerâncias urbanas e o universo irreverente do palhaço, baseada na HQ original publicada em 1987 na Revista Circo.

“É uma história simples, que contesta a falta de flexibilidade daqueles que não entendem a relatividade das culturas, algo que ainda é muito comum nos dias de hoje”, lembra Laerte. Para o cartunista, ao sofrerem uma perseguição implacável apenas pelo fato de existirem, os personagens remetem à própria natureza do palhaço, que precisa lidar com o rompimento dos tais valores absolutos para preservar sua própria essência.

A mescla entre fantasia e realidade dá uma pitada de “policial noir” ou “clown noir” ao espetáculo, toque essencial para a atuação dos atores. “Nada mais instigante para o La Mínima do que montar um espetáculo que sempre pareceu sua própria sinopse”, detalha o ator Domingos Montagner, que teve recentemente uma experiência na novela “Cordel Encantado”, da Rede Globo, ao interpretar o cangaceiro “Herculano”. Para o ator, o embate entre o conservadorismo intolerante e o arquétipo do palhaço envolve o espectador. “Em cena, os palhaços dão as cartas. Mas o público é quem joga o jogo”, compara.

Serviço:

O quê? Estreia da turnê Nordeste do espetáculo “A Noite dos Palhaços Mudos”

Quando? Quinta (19/07), sexta (20/07) e sábado (21/07), às 20h

Onde? Teatro Alberto Maranhão (Praça Augusto Severo, s/n, Ribeira)

Quanto? R$ 20 (inteira) e R$ 10 (estudante e pessoas acima de 60 anos)

www.laminima.com.br