Ex-ministro da Saúde culpa Edson Fachin pela morte do ex-deputado Nelson Meurer

O deputado Ricardo Barros (PP-PR), que foi relator da Lei de Abuso de Autoridade e foi ministro da saúde no governo Temer, culpa Edson Fachin, ministro do Supremo Tribunal Federal, pela morte do ex-deputado Nelson Meurer na prisão, vítima de Covid-19. Barros criticava a decisão de Fachin que cassou a liminar do presidente do STF, Dias Toffoli, em entrevista ao programa Bastidores do Poder, da Rádio Bandeirantes, e fez o paralelo: “é puro ativismo político dele, como fez quando matou Nelson Meurer na cadeia”. Meurer, 73, foi o primeiro político condenado à prisão na Lava Jato.

Meurer tinha hipertensão, diabetes e havia passado por recente cirurgia cardíaca. Contraiu Covid-19 na prisão, mas Fachin não o liberou.

“Fachin faz parte da Lava Jato”, acusou Barros, “é membro honorário”, ao criticar a decisão “inconstitucional” que “não se sustentará” no STF.

CLÁUDIO HUMBERTO

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Rogério Rocha disse:

    Quer dizer que as pessoas que morreram em casa é culpa de quem?
    A culpa é do criminoso.

  2. MORO 2022 disse:

    Existem milhares de presos com comorbidades em todo o Brasil. Cuidado! Por onde passa um boi passa uma boiada.

  3. Pepe disse:

    Se Fachin for ser considerado culpado pela morte do deputado,quem seria culpado pela morte dos outros 93 mil mortos?………

  4. Lopes disse:

    Qdo esse tipo de gente desaparece, O mundo respira melhor. Qtos não morreram por causa dele?

  5. Samuel Uel disse:

    Tá é com medinho da lava jato esse rato safado.

COMENTE AQUI