Ex-namorado é condenado a pagar R$ 45 mil por divulgar vídeo íntimo

Uma mulher, que teve um vídeo íntimo divulgado pelo ex-namorado, deve ser indenizada em R$ 45 mil pelos danos morais. De acordo com o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), as imagens foram divulgadas pelo homem e uma amiga dele após a jovem romper o relacionamento.

Como as ações transcorreram em segredo de Justiça, o casal foi identificado por nomes fictícios. Segundo Susy, durante o namoro com Bob, eles gravaram um vídeo íntimo do casal no celular dela. Depois que eles terminaram e ela engatou em um novo relacionamento. Com ciúmes, Bob ameaçou divulgar o material, caso ela não terminasse com o atual namorado.

Ele vazou o vídeo. Familiares, amigos e colegas de trabalho tiveram acesso ao conteúdo, o que gerou uma série de comentários depreciativos no trabalho, nas redes sociais e no convívio familiar.