Falcone prevê ganho de R$ 100 milhões para Prefeitura de Natal com consultoria

A Prefeitura de Natal, por meio do prefeito Carlos Eduardo Alves, do PDT, assinou na manhã de hoje, na Casa da Indústria, a adesão oficial da gestão municipal ao Movimento Brasil Competitivo (MBC), que permitirá, entre outras ações, a contratação da consultoria Falcone, por R$ 4 milhões. Segundo o prefeito, a intenção dessa medida é recuperar a capacidade de investimento da Prefeitura e se pedender do que a própria Falcone prevê, Natal deverá ter um ganho de, aproximadamente, R$ 100 milhões com a “modernização da gestão que ela irá proporcionar”.

“Em torno de 5 a 10% de aumento de receita e 5 e 10% na redução da despesa. A gente tem que validar porque muitas das informações são dados publicados na base de publicação de 2011, pode ser que durante o ano de 2012, na realização do orçamento, teve alguma alteração, então no início do projeto a gente valida essas bases e valida essas metas, por isso que fica em torno desse percentual”, afirmou Mirza Quintão Utsh, que ao lado do consultor Cristián Andrés Carranza, representaram a Falcone no evento de hoje.

Esse “milagre” da multiplicação dos recursos para os cofres da gestão municipal, na verdade, segundo a consultoria, será realizado por, no máximo, oito pessoas e terá a duração de 12 meses – se o prefeito aceitar a proposta da maneira integral como ela foi feita.

Segundo os representantes da Falcone, não haverá corte de pessoal, apenas reduções de despesas como telefonia celular, energia, entre outras possibilidades. Os resultados vão ser apresentados semanalmente para o prefeito Carlos Eduardo Alves, para avaliação e a aprovação. Uma vez por mês, o MBC vai participar do encontro para analisar se as metas estão sendo cumpridas e permitir – ou não – o pagamento a consultoria.

É importante lembrar que a Falcone já atua, neste momento, em Mossoró, desde que a prefeita Cláudia Regina, do DEM, assumiu. Contudo, a ligação da consultoria com a capital do Estado pode ser traduzida por outra situação: Cristián Andrés Carranza mora aqui há sete anos e chegou até a negociar com a ex-prefeita Micarla de Sousa (PV), a implantação da consultoria na cidade. A negociação, porém, não prosperou.

Jornal de Hoje