Diversos

Falta de salário, egos e expulsão: a guerra entre Solange Almeida e Aviões

Solange Almeida e Xand Avião (Foto: Reprodução / Instagram)

Desde meados de 2017, este jornalista noticiava a relação turbulenta dos então vocalistas do Aviões do Forró, Solange Almeida e José Alexandre da Silva Filho, mais conhecido como Xand. Todos os envolvidos negavam veementemente tudo: os ataques de Solange, os salários mais baixos recebidos por ela. Mas para o público, tudo tinha que parecer que a relação da banda era a melhor possível. Até na anunciada saída de Solange da banda, no dia 22 de dezembro de 2016, eles ensaiaram um discurso de uma saída harmônica, aquela velha história de “alçar novos voos”. Balela!

Agora, a verdade apareceu. Solange Almeida acaba de abrir um processo cível milionário contra a banda Aviões do Forró. Ela pede R$ 5 milhões por tudo o que deixou de ganhar no tempo em que lá esteve e de tudo que pertence à banda, incluindo estrutura, marca e tudo que for de propriedade do Aviões e que ela ajudou a construir. Foram 15 anos de construção da banda. Mas o que pouca gente sabe são os motivos para essa briga.

Apesar de tanto Solange quanto Xand se recusarem a falar sobre o assunto, o blog descobriu tudo. Está tudo no processo. No contrato, Solange era dona de 25% do grupo, mesmo assim ela diz ter sido expulsa da banda, com a promessa de receber tudo a que tinha direito. Mas não recebeu absolutamente nada.

No entanto, os donos do Aviões dizem que a saída foi um pedido exclusivamente dela. Eles diziam que ela “ameaçava” os empresários dizendo que a banda sem ela iria perder muita força. O que, de fato, aconteceu.

Solange alegava que na mídia ela representava muito mais a banda do que Xand, que nunca teve como ponto forte seu carisma. Tanto é que, assim que Xand saiu, ele passou por uma “recauchutagem” no visual.

Clima insuportável

Solange nunca aceitou ganhar menos que Xand e esse era um dos principiais motivos das brigas. No final, o clima entre eles já era insuportável. A porcentagem de cada show também não era dividida de forma igualitária: da parte destinada aos cantores, Xand levava 70% e Solange, 30%. Todos os empresários ganhavam mais que a cantora.

4 meses sem receber salário

E pior: quatro meses antes de deixar a banda, Solange diz ter ficado sem receber a porcentagem a qual tinha direito. Amigos garantem até que ela passou dificuldades financeiras.

Durante todo esse tempo pós-saída, Solange Almeida fazia declarações de gratidão a Xand e à banda, era apenas uma tentativa de receber o dinheiro.

Bens bloqueados pela Justiça

Mas há um sério problema para o pagamento da dívida. O Aviões do Forró está com todos os bens da empresa bloqueados pela Justiça brasileira por conta de um grande processo por sonegação fiscal.

Durante a sua carreira solo, Solange sofreu bastante com a força do Aviões do Forró. A banda tem um império gigantesco que inclui inúmeras rádios. E aos contratantes de festivais de forró, os empresários do Aviões impunham uma condição: que Solange não fosse contratada. Sendo assim, seus espetáculos caíram drasticamente. E ela permaneceu em silêncio.

Atualmente, o cachê cobrado por Solange é entre R$ 80 mil e R$ 120 mil. Já o Aviões cobra R$ 150 mil.

Posicionamento do Aviões e de Solange Almeida

O Blog do Leo Dias entrou em contato com Isaias Duarte, um dos donos do grupo, que não quis se pronunciar e indicou seu advogado, Carlos Efrem.

O advogado disse desconhecer dos bastidores de Solange Almeida x Aviões do Forró, e apontou que a saída da cantora da banda aconteceu, em sua opinião, porque a cantora viu a ascensão do sertanejo feminino e quis seguir carreira solo.

“Na questão societária, ela sempre recebeu dentro do percentual dela. Isso vai ser demonstrado tecnicamente depois de uma avaliação com perito. Não basta o que Solange diz, quem vai dizer isso é um perito. Nós estamos preparando todo o material técnico e vamos entregar ao juiz. O perito vai dizer quais são os haveres ou deveres. Muitas vezes o balanço é negativo”, disse o advogado.

Sobre a questão financeira ainda não ser acertada com Solange, Carlos Efrem explica: “Quando a Solange saiu, nós deixamos pra acertar com ela depois por conta da questão fiscal do Aviões do Forró, que a Receita estava em cima. A Receita ainda está operando e não autuou o Aviões, mas nós já fomos até lá e apontamos quanto de imposto deveríamos pagar e estamos pagando antes mesmo de sair a autuação. A empresa está pagando rigorosamente em dia seus impostos que devia e por isso deixamos para resolver a questão da Solange depois.”

Tentamos falar ainda com Solange Almeida, que não respondeu às nossas chamadas. Seu assessor de imprensa, Júnior Farias, disse que sua artista vai se pronunciar no momento certo.

Blog do Leo Dias – UOL

 

Opinião dos leitores

  1. Não sei o que ela tem direitos a receber da banda, mas me desculpe Solange, a alma do aviões é Xande mesmo. Sempre a considerei como coadjuvante.

  2. Isso é choro de perdedora, nem as madrinhas(Ivete Sangalo e Fátima Bernandes ) dela deram jeito, Xande tem muita carisma e sabe conduzir um show como ninguém, ela viu a besteiro que fez .

  3. Lamentável esse comportamento da ex-cantora da banda. Fez uma aposta errada, agora está querendo correr atrás do prejuízo. Eu mesmo, não percebi que ela saiu da banda, eu nunca ouvia as musicas que ela cantava mesmo. Sou + Xand, Sou + o Comandante.

  4. Xande na recauchutagem, Solange na bariátrica.
    A verdade na minha opinião e que, Xande sempre foi e vai ser o comandante.
    Solange depois desse quadro pífio do Faustão, é bom JAIR se acostumando com o anonimato.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Meio Dia RN

VÍDEO MEIO-DIA RN: Confira o programa desta quinta-feira

Confira programa desta quinta-feira (02). O Meio-Dia RN, com este blogueiro, debateu os principais assuntos no Estado, pelo país e no mundo. Nesta edição, também houve entrevista com Samuel Gondim – CEO do Carpediem Homes (administradora de imóveis de temporada). Clique abaixo e assista via YouTube.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Policial stalker é presa pela 4ª vez por perseguir ex-namorados, no DF

Foto: Reprodução

A policial civil do Distrito Federal Rafaela Luciene Motta Ferreira, de 40 anos, foi presa novamente, nesta quinta-feira (2), por descumprimento de medida restritiva, que proibia a agente de se aproximar de um ex-namorado. O pedido foi feito pela corregedoria da corporação e acatado pela Justiça, após a agente furar os pneus e esfaquear a vítima, no domingo (28).

Essa é, pelo menos, a quarta vez que Rafaela é presa por crimes cometidos contra pessoas com quem ela se relacionava. A policial foi detida na noite desta quarta-feira (1°), na casa de familiares, na Asa Norte.

Inicialmente, Rafaela recusou se entregar aos investigadores. A policial solicitou a presença de um advogado antes de concordar ir para cadeia.

O corregedor da Polícia Civil, Adval Cardoso, informou que o episódio é “constrangedor e lamentável”. De acordo com ele, a policial “está desequilibrada” e o pedido de prisão foi necessário. “Infelizmente, ela em liberdade seria um risco para o ex, para outras pessoas e para si própria”, afirmou.

Rafaela, segundo o corregedor, está na carceragem da Polícia Civil. A audiência de custódia, nesta quinta-feira (2), determinou a prisão preventiva – por tempo indeterminado. A agente será encaminhada à Penitenciária Feminina do DF, conhecida como Colmeia.

G1

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trânsito

Gratuidade do circular da UFRN deve voltar em 2022, diz secretária da STTU

Foto: Reprodução

Durante o protesto realizado por estudantes e políticos na manhã desta quinta-feira (02) na porta da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (STTU), contra a cobrança na linha que atende a Universidade Federal do Rio Grande do Norte UFRN), a responsável pela pasta, Daliana Bandeira, disse que a cobrança da tarifa é “emergencial” e que a gratuidade deve retornar no próximo ano.

A secretária explicou que a linha circular foi devolvida para a Prefeitura do Natal e que não há equilíbrio para manter a gratuidade. “A linha (588), que operava de forma gratuita antes da pandemia, foi devolvida à STTU pelas empresas. A pasta, ao longo de 4 meses, ficou nas tratativas para conseguir um retorno do circular nos moldes que operava antes. Com a pandemia, houve uma redução de números de passageiros e ficou inviável a operação dessa linha de forma gratuita. A solução que se encontrou, emergencialmente para esse período onde as atividades da universidade não estão 100%, foi a operação Alimentadora UFRN”, disse.

“Para se ter um transporte gratuito, alguém tem que pagar a conta. O município não tem condições no momento de custear essa linha. Os alunos que na rede integrada já pagam uma passagem, não pagam passagem a mais. O que se deve estudar agora é uma forma de integrar alunos que vêm da Região Metropolitana, do transporte intermunicipal, para que esses municípios façam o custeio desse transporte. Na época, conversamos com a universidade, questionamos se não teria condições de custear esse transporte, como acontece em algumas cidades do Brasil. A resposta da universidade sempre foi de que não tinha como”, concluiu Daliana.

Questionada se a gratuidade será retomada com a volta de 100% dos estudantes às atividades presenciais, em fevereiro de 2022, a secretária da STTU garantiu que sim. “A intenção é que, o sistema voltando ao seu equilíbrio, retomando o número de passageiros, o circular volte a rodar de forma gratuita”, afirmou.

Novo Notícias

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Senado aprova texto-base da PEC dos Precatórios em 1º turno

Foto: WALDEMIR BARRETO / AGÊNCIA SENADO

O Senado Federal aprovou nesta quinta-feira (2) em primeiro turno a PEC dos Precatórios, com 64 votos a favor, 13 senadores contra e 2 abstenções. Por se tratar de uma Proposta de Emenda à Constituição, o texto precisa ser aprovado também em segundo turno.

Uma vez aprovada pelo Senado em dois turnos, a pauta precisa voltar para a Câmara, já que teve seu texto alterado pelos senadores.

O projeto, que abre espaço no Orçamento de 2022 para o Auxílio Brasil, foi aprovado na terça-feira (30) na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), por 16 votos a 10. Nessa fase, eram necessários 14 votos favoráveis.

O texto da PEC dos Precatórios tem como espinha dorsal quitar metade do valor de dívidas judiciais da União no ano que vem, e mudar o cálculo do teto de gastos, o que abriria R$ 106 bilhões.

Mudanças no texto

Em busca de maior apoio para a aprovação da PEC dos Precatórios no plenário do Senado, o relator do texto, senador Fernando Bezerra (MDB-PE), cedeu em mais alguns pontos da proposta. Entre as principais mudanças no novo parecer está a vinculação de todo espaço fiscal aberto com o subteto para o pagamento de precatórios ao Auxílio Brasil e à Seguridade Social.

A medida será aplicada anualmente para os recursos “excedentes” pelo limite no pagamento de precatórios até 2026. Ou seja, por 5 anos, o novo programa social e os gastos com seguridade têm fonte de financiamento garantida pelo limite no pagamento de precatórios.

CNN Brasil

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Café com Conselho: Os desafios diante da violência contra a pessoa idosa

O Café com Conselho recebe a Psicóloga CAMOMILA FERREIRA, profissional engajada na causa em defesa a Pessoa Idosa que trouxe valiosas contribuições como conselheira estadual do RN. Camomila é Psicóloga dos Serviços de Proteção Social Especial de Alta Complexidade na SEMTAS e Psicóloga do Centro de Reabilitação de Adultos – CRI/CRA. Nesse bate-papo iremos expor um tema delicado, mas necessário, como agir diante de uma violência, como identificar os tipos existentes? O Café com Conselho de fim de ano aborda um assunto relevante e a nossa convidada tem muito a nos auxiliar com o tema: OS DESAFIOS DIANTE DA VIOLÊNCIA CONTRA A PESSOA IDOSA.

CAFÉ COM CONSELHO

Transmissão toda primeira sexta-feira do mês às 10h.

NOSSOS CANAIS:

https://www.instagram.com/cedepirn/
https://www.facebook.com/cedepirn

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Governo deve criar ministério para cuidar do patrimônio da União

Foto: Adriano Machado / Reuters

O ministro da Economia, Paulo Guedes, defendeu a criação de um novo ministério para cuidar do patrimônio da União, na contramão do discurso de austeridade fiscal. Durante evento sobre avaliação de estatais, realizado nesta quarta-feira (1) pelo ministério, ele citou a nova pasta como uma das plataformas de campanha do presidente Jair Bolsonaro (PL) nas eleições de 2022, a fim de gerar recursos para o combate à pobreza por meio de privatizações.

De acordo com o ministro, o “Ministério do Patrimônio da União” teria de R$ 3 trilhões a R$ 4 trilhões em ativos para administrar, sendo R$ 1,2 trilhão de imóveis da União, R$ 800 bilhões das estatais federais e R$ 1 trilhão a R$ 2 trilhões de recebíveis. “O Estado brasileiro não pode ser rico”, disse Guedes. Ele afirmou que vem conversando com Bolsonaro sobre o assunto. Segundo o ministro, a venda desses ativos formaria um fundo para a erradicação da pobreza.

Correio Braziliense

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Jovem de 23 anos denuncia estupro após ter sido dopada em festival de rodeio de Jaguariúna (SP): ‘tudo isso é um pesadelo’

Foto: Reprodução / Instagram

Uma jovem de 23 anos afirmou ter sofrido violência sexual durante uma das festas de peão mais tradicionais do Brasil, a Jaguariúna Rodeo Festival, no interior de São Paulo, neste último fim de semana. Em sua rede social, a influenciadora digital e estudante de medicina veterinária Franciane Andrade disse que foi dopada, o que a deixou inconsciente no evento. Na manhã desta quarta-feira, ela compareceu à delegacia para novos esclarecimentos.

— Eu não sei o que fazer. Eu estou arrasada em ter que falar pro meus pais que eu fui estuprada. Que dor que eu estou sentindo. Inconsciente, sem ver quem era — contou abalada aos seguidores, e pedindo um posicionamento dos organizadores do evento.

De acordo com o relato, ‘Fran’, como é chamada carinhosamente por alguns amigos, disse que procurou a polícia de Mogi Guaçu, em São Paulo, e passou pelo Instituto Médico Legal (IML), onde o médico legista teria dito que há indício de abuso.

— Já chorei muito. Não sei como contar isso aqui. Acabei de correr atrás de BO [Boletim de ocorrência], fui no IML de Mogi Guaçu. Fiz o exame, o doutor da polícia constatou que realmente houve estupro, mas não soube me dizer se foi um, dois ou três. Não sei o que fazer — relatou a jovem, que aguardava atendimento na Santa Casa de Mogi Guaçu para receber os primeiros medicamentos.

Extra

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Presidente do SHRBS-RN lamenta cancelamento do réveillon em Natal e defende Carnatal e eventos privados no fim de ano

Foto: Reprodução

Diante da decisão de cancelar o réveillon em Natal por parte do prefeito Álvaro Dias, o presidente do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares do Rio Grande do Norte (SHRBS-RN), Habib Chalita, disse que entende a decisão do gestor, mas por outro lado lamentou que a não realização desse festejo de fim de ano impacta direta e indiretamente no setor turístico.

Contudo, Chalita ressaltou seu apoio e do Sindicato aqueles que estão empreendendo com eventos privados no Rio Grande do Norte seja em festejos de réveillon ou em festas como o Carnatal, que será realizado na próxima semana.

Para ele, eventos como o Carnatal e os réveillons privados ajudam fortemente ao setor de turismo do Rio Grande do Norte uma vez que muitas pessoas vêm de outros estados e países para aproveitar esses momentos em nosso estado. “Esses eventos [privados] usam os mais rigorosos protocolos de segurança e de vigilância sanitária”, frisou.

Quanto ao Carnatal, Chalita comentou que no ano em que celebra três décadas de realização ficou provado e demonstrado o quanto é bem produzida e organizada gerando bons resultados ao turismo e a economia do RN. “Nossa economia se movimenta neste momento de dificuldade que todos os setores do turismo têm passado ainda mais em um momento difícil de retomada que precisa ser feita com segurança e responsabilidade”, concluiu.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

RN registra 02 óbitos por covid nas últimas 24 horas; Novos casos são 107

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus nesta quinta-feira (02). São 382.351 casos totalizados. Na terça (1º) eram contabilizados 382.003, ou seja, 348 novos casos em comparação com o dia anterior, destes, 107 confirmados nas últimas 24 horas.

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 7.501 no total. Dois (02) óbitos foram registrados nas últimas 24 horas (Pureza e Parnamirim). Na quarta (1º) eram 7.499 mortes. A Sesap não registrou óbitos após resultados de exames laboratoriais de dias ou semanas anteriores. Óbitos em investigação são 1.365.

Recuperados são 273.986. Casos suspeitos somam 188.361 e descartados são 791.924. Em acompanhamento, são 100.864.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

RN registra taxa de ocupação de leitos críticos para covid de 40,7%

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 40,7%, registrada no início da tarde desta quinta-feira (02). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 113.

Até o momento desta publicação são 96 leitos críticos (UTI) disponíveis e 66 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 97 disponíveis e 47 ocupados.

Segundo a Sesap, a Região metropolitana apresenta 45,6% dos leitos críticos ocupados, a região Oeste tem 34,1% e a Região Seridó tem 26,7%.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *