Fátima defende aprovação do Sistema Único de Segurança Pública

Foto: Divulgação / Fátima Bezerra

Ao defender o Projeto de Lei da Câmara 19/2018, que cria o Sistema Único de Segurança Pública (Susp), aprovado nesta quarta-feira na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) e, em seguida, pelo Plenário, a senadora Fátima Bezerra ressaltou a importância da ampliação dos investimentos em segurança e nas políticas sociais, como educação.

“Nós estamos vivendo um momento muito delicado no país. É fundamental que invistamos em segurança pública, equipamentos e novas tecnologias e valorizemos os policiais e os demais profissionais da área de segurança pública”, defendeu.

O projeto cria a Política Nacional de Segurança Pública e Defesa Social e institui o Sistema Único de Segurança Púbica. As políticas públicas da área serão implementadas por meio dos planos decenais de segurança pública e defesa social; do Sistema Nacional de informação e de gestão; e dos fundos de financiamento de segurança, como o Fundo Penitenciário Nacional (Funpen) e o Fundo Nacional de Segurança Pública (FNSP), que não sofrerão contingenciamento de recursos.

A ação planejada terá validade por 10 anos, tendo como ponto de partida a atuação conjunta dos órgãos de segurança e defesa social da União, dos estados, do Distrito Federal e dos municípios, em articulação com a sociedade. “Vamos fazer com que o Brasil possa dizer não à violência e ao crime organizado, com uma política de segurança pública em prol da vida, que proteja e garanta a integridade física da população e a cidadania da população brasileira”, concluiu a senadora.

Fátima também lamentou que a maioria do Senado tenha derrotado a emenda da bancada do PT,PCdoB e PSB que suprimia os Agentes Sócio educativos do Sistema Único de Segurança Pública (Susp), contrariando as posições do Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente – CONANDA.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. JUNIOR PINHEIRO disse:

    CONCORDO COM O PATO AMARELO, SAIU A ANTA, O BARBUDO ESTÁ PRESO, MAS A COISA RUIM ESTÁ NO PODER (AS COISAS) E NINGUÉM SAI AS RUAS PRA BATER AS MATRACAS….!!!

  2. Sérgio disse:

    Se é bom para o PT, é ruim para o Brasil.

  3. Tony Seixas disse:

    Como essa abençoada lidera as pesquisas? Não entreguem o RN ao PT.

    • Roberto disse:

      O problema são vários. A direita não se une. Ou defende "reformas" altamente impopulares. Além disso, Temer não está fazendo nada mais específico para recuperar a economia. Tudo isso acaba contribuindo, para que a esquerda, consiga se dar bem.
      Outro fator que está pesando foi o "golpe" de Janot. Pegar Temer e Aécio.
      A esquerda se aproveita para jogar lama no ventilador e se aproveitar de cada equívoco do governo para se dar bem.
      Por exemplo, essa besteira de aumentar gasolina todos os dias, desnecessariamente.

  4. Lorena Galvão disse:

    Cale a boca ridícula, foi os petralhas que causaram toda esta violência , dando asas aos bandidos, agora você vem com esta , vergonha do RN

  5. Fran disse:

    Se essa comunista defende o projeto, certamente é ruim para o Brasil.
    Se é bom para a esquerda, é sempre péssimo para o país.
    Bando de Canalhas!

    • LULADRÃO disse:

      Concordo. Se o PT defende é porque é ruim para o Brasil ou então é um bom caminho para a corrupção.

    • Pato Amarelo disse:

      Na minha humilde opinião existem canalhas à esquerda, à direita e no centro. E além de tudo
      temos também um povo que simpatiza muito com a corrupção e seus filhotes, como os já consagrados "jeitinho brasileiro" e a "lei de Gérson.
      Precisamos separar o joio do trigo e sepultar de vez esse discurso infantil de bem e mal, nós X eles.

    • Ricardo disse:

      Perfeito vosso comentário, as pessoas nem mesmo racionamento mais, é um ódio que as tornam ignorantes. Pobre Brasil!

    • Ricardo disse:

      Perfeito vosso comentário, as pessoas nem mesmo raciocinam mais, é um ódio que as tornam ignorantes. Pobre Brasil!

COMENTE AQUI