Feder diz que recusou convite para ser ministro da Educação


Foto: reprodução/Facebook

O secretário de Educação do Paraná, Renato Feder, afirmou neste domingo (5) que decidiu declinar do convite feito pelo presidente Jair Bolsonaro para tornar-se ministro da Educação.

O nome era dado como certo na sexta-feira (3) pela manhã nos bastidores do Palácio do Planalto. O presidente teria inclusive cancelado uma entrevista pessoal que faria com o secretário do Paraná na segunda-feira (6). Jair Bolsonaro também teria dito a interlocutores que Feder estava fora e já buscava por outro nome.

Feder afirma que não assumirá o cargo por decisão própria e deu detalhes do contato feito por Bolsonaro. Disse ainda que manterá o trabalho desenvolvido no Paraná.

“Recebi na noite da última quinta-feira uma ligação do presidente Jair Bolsonaro me convidando para ser ministro da Educação. Fiquei muito honrado com o convite, que coroa o bom trabalho feito por 90 mil profissionais da Educação do Paraná. Agradeço ao presidente Jair Bolsonaro, por quem tenho grande apreço, mas declino do convite recebido. Sigo com o projeto no Paraná, desejo sorte ao presidente e uma boa gestão no Ministério da Educação.”, escreveu em seu perfil no Facebook.

R7

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cigano Lulu disse:

    Trocadilho à parte, escapou fedendo de macular para sempre a própria biografia.

  2. Edivaldo Viana disse:

    Não é verdade, foi o Bozo que não quis.

  3. Santos disse:

    Escapou fedendo!

  4. Curi disse:

    Esse babaca foi rejeitado. Não era de bom grado

  5. Alguem disse:

    E o presidente numa festinha na embaixada americana, o Brasil e dos EUA.

  6. Patriota disse:

    Fala sério! Nem Dias Gomes conseguiria enfiar tantas Porcinas nessa novela! O Brasil em relação ao seu timoneiro só tem duas palavras para expressar-se: Para bens! SQN

    • Raimundo disse:

      Bom era no tempo que o governo estimulava alunos a andarem nus nas universidades.
      Que os alunos brasileiros ficavam nas últimas colocações no teste de Pisa.
      Bom era o tempo que o ministro da educação gastava dinheiro público para fazer video lgbt e o diretor do filme disse que passaram um bom tempo para ver quanto a língua entrava…

  7. Manoel disse:

    Que esculhambacao.
    Saúde e educação entregues às baratas.
    Economia entregue aos banqueiros.
    Pior governo já visto.

    • João Maria disse:

      Chora ptralhada, chorar acalma!

    • Beto disse:

      Né lula e Dilma, não!

    • Arruda disse:

      Esse é o retrato do governo petista do RN.
      Vc tem toda razão.
      Fátima do PT ta acabando com o RN.

    • Raimundo disse:

      Você acha que Cipriano seria um bom nome para ministro da saúde.
      Por falar nisso, no desgoverno Fátima dizem que umas 230 mortes foram por falta de UTI. O que você acha disso?
      🤔.
      O que você acha disso?

    • Josailton disse:

      Ta faltando ai$$$$

COMENTE AQUI