Fim da guerra por espaço no avião? Empresa cria um novo modelo de poltrona do meio

Projeto da nova poltrona do meio da Molon Labe Seating: mais baixa e larga, com desenho diferenciado de apoio para o braço Foto: Reprodução

A disputa de espaço do passageiro da poltrona do meio , uma das situações mais incômodas para passageiros em aviões, está perto de uma solução. É o que promete a empresa americana Molon Labe Seating, que desenvolveu um projeto de assento mais confortável e com mais espaço para os apoios para os braços.

Para diminuir o aperto de quem voa entre a janela e o corredor, a empresa fez pequenas modificações. A poltrona do meio foi colocada um pouco abaixo e para trás, em relação às demais. Só com esse reposicionamento, conseguiu um ganho de 7,6 centímetros na largura do assento do meio.

Essa pequena mudança permite também um novo desenho do apoio para os braços. Em vez de reto, ele tem uma parte mais baixa que a outra. Assim,  o passageiro do meio apoia o cotovelo na parte mais baixa e recuada, e o do assento da janela e corredor encontra espaço para o braço na parte da frente, mais alta.

De acordo com a fabricante, a modificação não alteraria o número de lugares dentro da cabine, nem reduziria significativamente o espaço entre as pernas dos passageiros. A empresa também afirma que pelo menos duas companhias aéreas (uma delas, dos Estados Unidos) já compraram o novo modelo, e devem instalar em suas aeronaves a partir do ano que vem.

Apesar do aparente maior conforto para quem sente no meio, o modelo da Molon Labe Seating tem um problema: as poltronas não reclinam. Por isso mesmo foi desenvolvido para aviões menores, de um único corredor (como Boeing 737 e A320), usados em voos curtos.

O GLOBO

Esquema mostra como os passageiros poderão dividir o mesmo apoio para braço no modelo de poltronas da Molon Labe Seating Foto: Reprodução

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. CURSO ASSISTENTE VIRTUAL disse:

    Oi! gosto muito de seus artigos, informativos e atual. Parabéns

  2. Danniel Amaral disse:

    Tá! Eu tava achando a idéia ótimo , até ler que a poltrona do meio não reclina. Ou seja… Se arrumaram pra festa e depois pularam na piscina. Não adiantou nada a mudança. Sem
    a cadeira reclinar será desconfortável

  3. Rômulo© disse:

    Infelizmente ainda não inventaram solução para passageiro do banco de trás sem educação. Vivi quatro horas de inferno com barulho e cutucadas, mesmo pagando mais caro pelo "assento conforto"!

COMENTE AQUI