FOLIADUTO: Juiz condena três pelos shows fantasmas no Governo Wilma de Faria

Após 7 anos o escândalo do “Foliaduto” no governo Wilma de Faria chegou ao fim.

O juiz Cleanto Alves Filho condenou o ex-secretário da governadora, Ítalo Gurgel a um pena de 11 anos e 10 meses de prisão, condenou o ex-diretor financeiro da Fundação José Augusto, Haroldo Sérgio a também uma pena de 11 anos e 10 meses e condenou o empresário Fabiano Mota a uma pena de 6 anos e 9 meses de prisão.

Fabiano pegou uma pena menor, porque fez acordo de delação premiada no MP.

O ex-chefe do Gabinete Civil, o cardiologista e irmão da ex-governadora Wilma de Faria, Carlos Faria, foi inocentado das acusações.

Os advogados de defesas dos condenados já informaram que vão recorrer das sentenças.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Alexandre disse:

    Que justiça esta nossa! Ainda tem juiz que diz que eles sao pessoas escolhidas por Deus. Pode???? E a chefona, dando uma de maravilhosa, honesta, casta. Vai fazer como sempre: "O povo quer que seja governadora de novo." Que piada de mau gosto. Um recado pra vcs que nao acreditam no poder de Deus: Façam enquanto podem, assim foi nos tempos de Noe, Jeremias e outros profetas. A mao de Deus vai livrar o mundo desses(as) crapulas, dessa imundicie, desses lobos vestidos de ovelhas.

  2. Eduardo disse:

    Brincadeira essa condenação…………..

  3. JOSÉ AVELINO NETO AVELINO disse:

    HÁ CONDENARAM SÓ AS PIABAS OS PEIXÕES ESTÃO SENDO INOCENTADOS, A CHEFONA ESTÁ POUSANDO DE SANTINHA, QUERENDO SER GOVERNADORA OUTRA VEZ!!

COMENTE AQUI