Governo do Estado adia prazo da licitação para hospital de campanha

A licitação da Secretaria de Estado da Saúde Pública do Rio Grande do Norte (Sesap) iniciada na última quarta-feira, 1º, para a abertura de um hospital de campanha com 100 leitos na Arena das Dunas no valor de R$ 37 milhões foi prorrogada até a próxima segunda-feira, 6. A explicação dada pela Sesap é que a publicação do processo foi realizada mais tarde do que o pretendido e tornou o prazo curto para “as organizações sociais e instituições filantrópicas terem mais tempo de preparo e cadastro”. As regras e valores foram mantidos conforme o edital publicado semana passada.

O secretário de Saúde, Cipriano Maia, afirmou horas antes do prazo inicial se encerrar, às 17h desta sexta-feira, 3, que organizações sociais e filantrópicas chegaram a declarar interesse nos primeiros dias do processo, mas não cumpriam requisitos, como a quantidade de equipamentos mínimos. Fontes da Sesap consultadas sob sigilo pela TRIBUNA DO NORTE confirmaram, no entanto, que propostas foram apresentadas até o fim desta sexta-feira, 3, mas não disseram quantas.
 
O prazo inicial de inscrição de interessados, de menos de dois dias, foi motivo de abertura de procedimentos por promotores do Ministério Público do Estado do Rio Grande do Norte e Ministério Público Federal. Os órgãos consideram indício de favorecimento no processo licitatório. A pasta tem a opção de dispensá-lo, inclusive. Cipriano Maia disse que a escolha de um edital é para “dar mais transparência ao processo”.
 
TRIBUNA DO NORTE

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Bill disse:

    Pense em uma Ré, "prá trás" mesmo

  2. Luiz de Sá disse:

    Será que não vai ter nada ou ninguém que impeça esse desgoverno???
    Não é possível aceitar isso.

  3. NACIA disse:

    A PANDEMIA vai passar e o estado não resolve isso. Foi só denunciar que deram um freio.

  4. Antonio Turci disse:

    A governadora bem que poderia usar esses recursos para reequipar inúmeras UBS e hospitais desaparelhados ou inoperantes. Está é uma boa chance para reabrir o Hospital Regional de CANGUARETAMA. Governadora, tope este desafio.

  5. Zanoni disse:

    De olho, MP! Todo cuidado é pouco. Palloci quem o diga!

COMENTE AQUI