Greve Global pelo Clima deve levar milhões às ruas nesta sexta-feira

FOTO: REUTERS / Alkis Konstantinidis/Direitos reservado

Uma greve global pelo clima começou nesta sexta-feira (20) em mais de 130 países. O objetivo é exigir ações concretas contra as mudanças climáticas. “Estamos lutando por nós, pelos nossos amigos, pela nossa família e pelo rapaz que mora na nossa rua. Lutamos porque é essa a nossa obrigação”, explica Katie Eder, a ativista de 19 anos responsável por três organizações dedicadas ao meio ambiente e ao impacto social.

Entre os vários cartazes dos milhares de participantes, frases como “a temperatura está aumentando”, “este é o nosso futuro”, “salvem a Terra, amem a vida” lideraram o protesto.

Esta é a terceira greve de uma série mundial de comícios climáticos. A maioria é organizada por estudantes e liderada por Greta Thunberg, a ativista sueca de 16 anos, que recentemente cruzou o Atlântico de barco.

Neste mês, além dos jovens, as manifestações vão contar também com a presença de várias associações humanitárias, sociedades dedicadas às causas ambientais e funcionários de algumas das maiores marcas comerciais do mundo, como a Amazon e a Microsoft.

De acordo com Greta, que atualmente se encontra em Nova Iorque para a Cúpula Climática das Nações Unidas, que terá início segunda-feira (21), foram organizados cerca de 4.638 eventos em 139 países.

O objetivo das greves é pressionar os políticos e outros membros do poder, levando-os a agir para resolver a atual crise climática e a prevenir o aparecimento de outras no futuro.

Para a adolescente Katie Eder, diretora executiva da Future Coalition – uma organização americana sem fins lucrativos focada em promover mudanças sociais -, a manifestação desta sexta-feira serve, sobretudo, para conseguir um novo acordo ambiental (Green New Deal).

Desde a suspensão imediata de projetos fósseis em terras indígenas, à implementação de uma agricultura sustentável, várias são as reivindicações que os jovens querem ver atendidas.

Em Nova york, mais de 1 milhão de alunos de escolas públicas estão autorizados a faltar às aulas hoje para participar da manifestação, se os pais permitirem.

Agência Brasil

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cigano Lulu disse:

    Amaldiçoados sejam os jornais que não prestaram atenção às manifestações mundiais pelo planeta, porque deles será o desprezo, o nojo, o horror – e o fim.
    É no mínimo chocante não ver nos sites dos jornalões o reflexo do movimento mundial. Não tem mais editor, diacho?

  2. So comento disse:

    Greta Thunberg? Essa não é aquela ecochata que lança esgoto no mar e navega o atlântico num barco cuja fabricação lançou toneladas de CO2 na atmosfera pra demonstrar que é ambientalmente consciente?

    Acho que as disciplinas de matemática, raciocínio lógico e meio-ambiente que ela vem gazeando estão fazendo falta neste momento.

  3. Renata disse:

    Pq nunca ninguém fala sobre a real origem das mudanças climáticas criadas pelo homem? Pq elas são comandadas pelos próprios governos, pra criarem mais impostos e restrições à liberdade dos cidadãos. Cadê q alguém menciona as tecnologias usadas pra isso, como os rastros químicos, lasers, haarp? Não é teoria de conspiração, é a verdade! Basta uma simples busca no Google e vc tem acesso a fontes como o físico Michio Kaku e o próprio governo dos EUA se orgulhando dessa capacidade. Então fica a pergunta: se eles estão declaradamente modificando o clima, tanto a título de proteção do agronegocio quanto como arma de guerra, pq só buscam freiar a industrialização?

  4. Delano disse:

    Pelo fim do desemprego, miséria e corrupção, não aparece um pra lutar. Países de 1o mundo que vivem num mundo de fadas, controlando qualquer outro ser humano de ter acesso também a esse mundo, são os maiores defensores dessas questões ambientais, já as questões humanitárias, que é a mais grave e urgente pra resolver, se omitem ou se fazem de cegos. Hipocrisia CANALHA

    • Amaury disse:

      A ignorância ainda vai matar os pseudos intelectuais. E ainda chama os outros de hipócritas.

COMENTE AQUI