Homem é preso por filmar mulher de saia no metrô com celular em buraco de mochila

Um taxista de 24 anos foi preso na manhã de quarta-feira (5) no metrô de São Paulo sob suspeita de gravar com o celular as partes íntimas de uma assistente administrativa de 32 anos.

O caso ocorreu entre as estações Anhangabaú e República, na linha 3-vermelha, por volta das 8h30. O taxista colocou um celular na parte da frente da mochila, onde tem um buraco, permitindo assim a gravação.

Segundo a polícia, ele colocou a mochila rente ao piso do trem, perto das pernas da vítima, para poder captar as imagens. A assistente administrativa vestia uma saia um pouco acima do joelho.

Um analista de sistemas de 36 anos, que estava ao lado, percebeu a filmagem e avisou a vítima. Na estação República, um segurança do metrô foi chamado e o suspeito foi detido.

No Delpom (Delegacia de Polícia do Metropolitano), na Barra Funda, o taxista admitiu a gravação e alegou que produzia as imagens para satisfazer seu fetiche.

A mochila e o celular foram apreendidos. De acordo com a polícia, suspeita-se que Alves estava agindo da mesma forma havia pelo menos uma semana.

Folhapress