Itamaraty responde à embaixada da China com criticas pela postura adotada em resposta a Eduardo Bolsonaro

O Ministério das Relações Exteriores enviou nesta quarta-feira (25) uma nota à embaixada da China (leia a íntegra abaixo), em resposta ao que o país disse ontem sobre as críticas feitas pelo deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP). As informações são do âncora da CNN Caio Junqueira.

No texto, o Itamaraty diz que não é apropriado que agentes diplomáticos da China no Brasil tratem de assuntos por meio das redes sociais.

“O tratamento de temas de interesse comum por parte de agentes diplomáticos da República Popular da China no Brasil através ds redes sociais não é construtivo, cria fricções completamente desnecessárias e apenas serve aos interesses daqueles que porvetura não desejem promover as boas relações entre o Brasil e a China”, diz o comunicado.

O documento aponta que as preocupações da China sobre as declarações do parlamentar serão tratadas de maneira apropriada e que o tom da declaração foi “ofensivo e desrespeitoso”.

“O tom e conteúdo ofensivo e desrespeitoso da referida ‘Declaração’ prejudica a imagem da China junto à opinião pública brasileira”, escreveu a equipe do Itamaraty.

O ministério considerou ainda “inadequado” que a embaixada tenha se pronunciado sobre as relações do Brasil com outros países, “tendo presente que a Embaixada do Brasil em Pequim não se pronuncia sobre as relações da República Popular da China com terceiros países”.

Leia a nota na íntegra:

 Nota do Itamaraty à Embaixada da China - parte 1
Nota do Itamaraty à Embaixada da China - parte 2
Nota do Itamaraty à Embaixada da China - parte 3
OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Junior da ginga com tapioca disse:

    Se os EUA tivessem dito a mesma ou até coisa muito pior em palavras nas redes sociais a nota do Itamaraty seria totalmente diferente e a favor dos EUA pedindo desculpas com um Talkey!

  2. José disse:

    Reclamar de que os agentes diplomáticos da China usaram as redes sociais?. Mas, ora bolas… o Brasil está sendo governado via Twitter e via Facebook… Não é o que faz em suas lives o ilustre senhor presidente [do Brasil]?

    • Ivan Soares disse:

      Maneira inadequada de manter relações comerciais nutrindo picuinha entre China e Brasil os parceiros comerciais.

  3. Armando disse:

    O Parlamentar tem direito a manifestar a própria opinião!
    Nós podemos aceitar ou não. Essa exposição do pensamento não é diferente que a opinião absurda da esquerda, que elogia e homenageia o médico assassino( "Che" Guevara), que matou inúmeros opositores em Cuba e em outras partes da América latina, traindo o juramento que fez que salvaria vidas. O Parlamentar pode dizer o que pensa das atitudes de outro pais. Como é a China, país que não admite pensamento diferente da elite comunista, cria se um fato político por "esquerdopatas" que só querem é aparecer ou vender notícia.

  4. Queiroz disse:

    Esperar o quê de um chanceler terraplanista?

  5. João Juca Jr disse:

    É interessante observar a ignorância colossal de certas pessoas em relação à China. Na China não existe liberdade de expressão do pensamento, não existe liberdade de imprensa, não existe liberdade de ir e vir (qualquer deslocamento tem que ser autorizado pelo PC chinês), não existe liberdade religiosa (cristãos são implacavelmente perseguidos e os muçulmanos uigures são jogados em campos de concentração), etc. Enquanto aqui no Brasil qualquer pessoa pode esculhambar Lula ou o "Bozo" sem maiores consequências, na China se alguém disser que o ditador Xi Jinping é feio, provavelmente será preso e fuzilado. A China é uma ditadura cruel, terrivel, genocida, e a maior ameaça à paz mundial depois da Segunda Guerra. Basta ler o noticiário.
    Pois bem: apenas porque um deputado brasileiro emitiu uma opinião (mesmo que, em tese, não seja apropriada), esse agente da ditadura chinesa travestido de diplomata resolveu fazer AMEAÇAS ao Brasil. O pior de tudo é que esse sujeito usa as redes sociais e as liberdades garantidas pelo Estado Democrático de Direito (prerrogativas que nenhum cidadão chinês tem na China) para exprimir suas AFRONTAS a um Estado soberano. Lamentável e vergonhoso!

  6. PAULO disse:

    Pqp, o Eduardo fez a merda e o Ministério das Relações Exteriores botou a culpa na China?! Se a China inventa de fazer um bloqueio econômico aos produtos brasileiros, vocês destroem o Brasil!

  7. Pepe disse:

    Este ministro das relações exteriores deve ser um zumbi.Se a China reduzir o comercio com o Brasil,aí a crise vai se instalar.
    Uma irresponsabilidade!

    • Armando disse:

      Amigo, a China é grande importadora de grãos! A escolha é comprar ou deixar a população passar fome. O grão não vendido pode ser armazenado, já o não comprado fará falta! Agora mesmo a China está tentando renegociar os contratos de compras antecipadas nos EUA, porque com a diminuição das chuvas no Brasil, ocasionou elevação dos preços dos grãos. De outo lado, este ano já suspenderam as compras de carne do Brasil varias vezes…como o Governo não sede e se justifica, voltam a comprar…só jogo de cena, para tentar pagar menos!!!

  8. Jair disse:

    Lembrando que o Eduardo Bolsonaro é integrante da comissão de relações exteriores, estamos bem servidos.

  9. Chico 100 disse:

    Em termos de falar merda, isso é hereditário. O pai só abre a boca pra falar bosta também. Lamentável sermos representados por uns imbecis dessa estirpe.

  10. Marcos Santana disse:

    Eu não achei o comunicsdo da desrespeitoso. Desrespeitoso é o filho do presidente não fechar a boca.

    • Osório sampaio disse:

      QUEM TEM RAZÃO É O FILHOTE. PARA QUE SERVE A PÓLVORA SE UMA SITUAÇÃO DE ENERGIA DUROU TRÊS SEMANAS PARA RESOLVER. PARA GUERREAR COM O BRASIL BASTA ESTOURAR TRÊS OU MAIS HIDRELÉTRICAS .

    • Marcondes de Souza Fonseca disse:

      Concordo com você!!!

  11. Antonio Turci disse:

    Relações internacionais não é para amadores. Intercambiar com outros países é uma necessidade e não significa entreguismo.

  12. Diógenes disse:

    Esse governo entreguista vai acabar com o Brasil.

COMENTE AQUI