João Maia confirma que vendeu apartamento a ex-mulher de Henrique Alves

Durante depoimento prestado à polícia do Distrito Federal, o secretário parlamentar Wellington Ferreira da Costa, que há 20 anos trabalha para o presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), disse que R$ 90 mil dos R$ 100 mil que lhe foram roubados no último dia 13 de junho, no Setor de Clubes Sul, em Brasília, eram destinados ao deputado federal João Maia (PR-RN). Em nota a imprensa, o deputado João Maia esclarece o surgimento de seu nome no caso:

Os fatos:

1 – Comprei sem acabamento um apartamento da Delphi Engenharia no Condomínio Aldebaran, em Natal, conforme declarado no meu Imposto de Renda, que está disponível para quem quiser consultá-lo.

2 – A ideia original era concluir o acabamento e residir no imóvel, que não foi aprovado pela minha família.

3 – Vendi o apartamento, conforme declarado no meu Imposto de Renda, a Priscila Gimenez, com a interveniência de Henrique Alves. O valor da transação foi de 1 milhão de reais, sendo pago 500 mil e o restante a ser quitado no ano de 2013. Tudo às claras, conforme declarado no Imposto de Renda.

4 – Minha relação com a compradora ou com Henrique, da mais completa confiança, não me permite discutir de que forma o restante do pagamento pelo imóvel será concluído.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Marcos Aurélio disse:

    Nada haver com a absolvição de João no TRE sob a Influência do Super Hen-RIQUINHO. né? Eu sabia que isso ia ter uma explicação lógica pra tapar a boca desse monte de invejosos Faraós e suas Pirâmides finaNceiras, com suas famosas tramas de tráfico de influências e de favores no tradicional "UMA MÃO LAVA A OUTRA."
    O Super Henrique não pode mais fazer nada que esse povo fala. Que que tem demais em voar em jatinhos da FAB com os amigos para assistir o jogo do Brasil no RJ? Que que tem Henrique dá um jantarzinho especial de R$ 30.000,00 para os amiguinhos afim de combinar as estratégias de "puxar o saco e sugar o sangue do planalto e avaliar a hora de abandonar o barco quando começar a fazer água? Que que tem Henrique mandar o motorista desfilar pela cidade com R$ 100.000,00, podendo fazer transferência desse dinheiro com facilidade? Isso é problema dele, não é? Afinal, não o elegemos tantas vezes e vamos eleger de novo?

  2. Ricardo disse:

    Engraçado que todos em Natal sabem que esse apartamento em questão (Aldebaran) vale bem mais ,cerca de 2,5 milhões. Se ele comprou por 1 milhão então mais uma vez foi um negócio da China entre políticos.

  3. Roberto Fonseca disse:

    Apartamento no aldebaran por 1 milhão? Me mostre que eu compro hoje, custa menos de 3 milhões nunca.

  4. Sergio Nogueira disse:

    Eu sabia que havia uma explicação convincente. Afinal coisa das mais comuns é essa rede de compra e venda entre políticos.

COMENTE AQUI