Jucurutu cobra R$ 300 mil ao vereador Faguinho por irregularidades apontadas pelo TCE na Câmara

O Município de Jucurutu ingressou com ação de execução fiscal contra o ex-presidente da Câmara de Vereadores da cidade, atualmente com mandato, Fagner Bezerra de Brito, o Faguinho.

Na ação, o Município reivindica o pagamento de quase R$ 300 mil pelo tempo em que Faguinho presidiu o parlamento municipal.

Ele teve as contas reprovadas por falta de publicação de relatório fiscal e por ter concedido aumento a si de 49% acima do teto e de 37% também acima do teto para os demais vereadores.

A dívida foi apurada em processo que tramitou com trânsito em julgado no Tribunal de Contas do Estado.

Agora, o Ministério Público oficiou o Município para que seja cobrado o valor sobre o parlamentar.

A ação de execução foi registrada na Comarca de Jucurutu na segunda-feira (12).