Manifestação de ciclistas em Natal é legítima, mas bloqueio de BR e ânimos exaltados ligam sinal de alerta

O protesto de ciclistas, iniciado nas imediações do Shopping Midway, em Natal-RN, na noite dessa segunda-feira(28), registrou um momento de tensão durante o percurso seguido, que ganhou maior atenção próximo ao Posto Planalto. Na ocasião, as duas faixas da BR-101 foram bloqueadas pelo numeroso grupo, e um princípio de confusão foi iniciado, quando dois motoristas tentaram passar com seus veículos pela faixa da esquerda.

Segundo policiais que o Blog falou, a confusão entre ciclistas em um motorista teria começado a partir de uma informação de que um dos participantes da manifestação teria sido atropelado. Contudo, não se encontrou vestígio da reclamação, sem vítima ou bicicleta danificada.

Os ciclistas alegam que a vítima teria sido socorrida. Enquanto isso, a chave do veículo e carteira do motorista acabou tomada para que ele não saísse. No desfecho da confusão, foi solicitada que um grupo que participava da manifestação se dirigisse a uma delegacia para queixa do suposto acusado, o que acabou sendo recusado.

O Blog do BG conversou com um policial militar, que participou da ocorrência. Também confirmou que não houve queixa na Polícia Civil de eventual atropelamento.

Da mesma, conversou com um ciclista que participou da manifestação que, de fato, teve uma grande adesão, em prol de seus direitos por vias mais seguras na capital. Ele considerou um pontapé importante pelas reivindicações exclamadas, porém, não concordou com o fechamento da rodovia, em pleno horário de pico, que terminou em um estresse elevado, que por muito pouco não saiu de controle, em meio aos ânimos exaltados dos ciclistas somado aos motoristas que ficaram presos ao bloqueio. Sinal de alerta ligado.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Teobaldo Medeiros disse:

    Os comentários refletem quão atrasada é nossa cidade. Só posso dizer: sinto muito! Parabéns aos que lutam para transformar essa barbárie. Por ciclovias, por acessibilidade, pelo direito de ir e vir. Toda manifestação social é para ser ouvida. Quem governa esta ali para isso… e são muito bem pagos!

  2. Rafael disse:

    É interessante ver os comentários dos sedentários que não tem coragem de fazer atividades físicas querendo atrapalhar quem busca uma qualidade de vida melhor através do esporte, puro egoísmo.

  3. Diego disse:

    Nunca li comentários de tanta gente desinformada e preconceituosa. Em muitas cidades desse Brasil existem zonas equipadas com ciclovias e ciclofaixas a exemplo disso Recife, São Paulo, Rio de Janeiro. O que vejo é falta de consciência do motorista em perceber que na bicicleta está uma vida humana e ela tem que ser respeitada. Na rota do sol existem inúmeras pessoas caminhando e correndo na ciclovia e nem por isso os ciclistas que lá estão desrespeitam esse grupo. #maisrespeitoemenospreconceito

  4. Tarcísio Eimar disse:

    Legítima não, arriscada. Vejam o resultado: um condutor sem querer encosta numa bike no momento da manifestação, o grupo entende como desafora e quase lincham o solitário condutor. Só doido pra voltar a pedalar, mas como não existe segurança, prefiro não me arriscar

  5. Teobaldo Medeiros disse:

    Eu morro de vontade de pedalar, mas não tenho coragem.
    Legítima a luta. Incomodem mesmo para serem ouvidos. Aqui só funciona assim! Não se curvem aos reacionários. Todo apelo social é para ser ouvido.

  6. Lucas disse:

    Deram um tiro no pé, depois de fechar um cruzamento vital para o transito de Natal, os ciclistas que já não eram vistos com bons olhos pela populacao, agora que tão malhados mesmo. Vão pedalar longe da cidade e respeitem o trânsito.

  7. Luís F. Lisboa disse:

    A nova moda do natalense, porém não há atividade física mais perigosa do que o ciclismo numa cidade sem ciclovias.

  8. Vergonha disse:

    É um povo que quer aparecer, coloquem uma melancia na cabeça , antes era os corredores chatos ,fechando as ruas de Petrópolis Tirol , agora os bacanas com bicicletas de R$ 5.000,00 , aviso , seu direito termina aonde começa o meu , então vá trabalhar e parem de encher o saco do povo que TRABALHA

  9. Ana disse:

    Quando o ciclista, ou qualquer outro grupo, quer impor a sua razão acima da razão do outro, este já perdeu sua própria razão e moral. As calçadas foram criadas para os pedestres e ruas para a circulação de veículos. A bicicleta, quando nas ruas e montada por seu condutor é equiparada a um veículo (Art. 68 , 1º) e a maioria dos ciclistas desrespeita o Art. 105, VI do Código de Trânsito Brasileiro – LEI Nº 9.503, DE 23 DE SETEMBRO DE 1997. Andam sem campainha, sinalização noturna dianteira, traseira, lateral e nos pedais, e espelho retrovisor do lado esquerdo. Como querem ter a razão?

    • Paul disse:

      Falou tudo. Está no CBT. Só respeitar que a convivência será pacífica.

  10. Alguém disse:

    PORQUE RAIOS D'ÁGUA AS PESSOAS TEIMAM EM BLOQUEAR O TRANSITO, VÃO RECLAMA NO [email protected] DA PREFEITURA OU NA P0RR4 DA GOVERNADORIA.

    Atrapalhar o trânsito só fa as pesssoas terem mais raiva destes movimentos ao invés de aderir.

  11. Lico disse:

    Antes eram os corredores que tocavam terror no trânsito, esses sumiram graças a Deus. Agora são os ciclistas metidos a ecológicos, o cara não pode nem passar perto deles com o carro que colocam logo cara feia e ficam cheios de razão. Duas tribos sem futuro. Vão tomar cana seus sem futuro.

  12. Paulo Oliveira disse:

    Os ciclistinhas pedem ciclovias e quando as têm, não as usam.
    Basta ver o anel viário do campus da ufrn e rota do sol pra Pirangi.
    A ciclovia tá ao lado, mas esse pessoal continua a andar na pista. Daqui a pouco vai ter atropelamento de algum bacana desses com sua bike de milhares de reais.
    Já viram que os ciclistinhas não vão de bicicleta pro trabalho, mas só pedalam no final da tarde e noite??
    Chega de gastar dinheiro do povo com esses micro-coletivos burgueses.

    • Manoel disse:

      Talvez o comentarista não conheça bem o esporte nem as normas de trânsito, mas o ciclista só pode trafegar em ciclovias e ciclofaixas até 20km/h. E muitos conseguem pedalar com velocidades bem acima disso… E pela norma abaixo, não podem pedalar em ciclovias e ciclofaixas:

      RESOLUÇÃO Nº 465, DE 27 DE NOVEMBRO DE 2013 – CONSELHO NACIONAL DE TRÂNSITO

      (…)

      § 2º – Fica excepcionalizado da equiparação prevista no caput deste artigo os equipamentos de mobilidade individual autopropelidos, sendo permitida sua circulação somente em áreas de circulação de pedestres, ciclovias e ciclo faixas, atendidas as seguintes condições:

      I – velocidade máxima de 6 km/h em áreas de circulação de pedestres;

      II – velocidade máxima de 20 km/h em ciclovias e ciclo faixas;

  13. Matheus disse:

    Não acho que seja legítima. Há diversos pontos na cidade apropriados para a prática do ciclismo, e esse grupo quer que as principais vias da cidade sejam fechadas para tal. E com o dinheiro dos meus impostos. Ciclismo é uma atividade privada que deveria ser financiada com recursos privados. Mas não me surpreende vindo de um grupo que protesta em pleno dia útil…

COMENTE AQUI