VÍDEO: Populares realizam protesto na João Medeiros Filho por conta de desaparecimento de criança na região

O Via Certa Natal destaca no fim da manhã desta segunda-feira(26) um protesto na Avenida João Medeiros Filho, na Zona Norte de Natal. Populares realizam protesto por conta de uma criança desaparecida na região. Vídeo abaixo:

 

Ver essa foto no Instagram

 

Protesto na João Medeiros Filho. Populares realizam protesto por conta de uma criança desaparecida na região

Uma publicação compartilhada por Via Certa Natal (@viacertanatalrn) em

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Pepeta Do Alecrim disse:

    Protesto legítimo!!!
    Se fosse filho de algum bacana morador de Tirol, Petrópolis, Areia Preta, até as forças armadas estariam fazendo buscas.

VÍDEO: Protesto dos permissionários provoca caos na avenida Bernardo Vieira, a partir do Midway

 

Ver essa foto no Instagram

 

Caos formado na avenida Bernardo Vieira devido ao protesto dos permissionários.

Uma publicação compartilhada por Via Certa Natal (@viacertanatalrn) em

O Via Certa Natal registra na tarde desta sexta-feira(23) o caos formado na avenida Bernardo Vieira devido ao protesto dos permissionários.

Ônibus em frota reduzida de 40%, por conta de greve, acabam bloqueados por permissionários que ocupam veículos em via,

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Diabinho disse:

    Isso é so campanha politica… alguem com muito dinheiro ta usando essa massa de manobra… Nao ha justificativa pra esse tipo de movimento a nao ser politica de baixa categoria. Sindicato apoiando algum candidato…….

  2. Raul disse:

    Triste do Poder que não pode. Em plena PANDEMIA, fazem aglomeração de pessoas desnecessariamente, colocando em risco ainda mais, pessoas que se deslocam a fim de cumprirem suas obrigações. Já bastasse a greve dos ônibus, disponibilizando 40% da frota, vem os permissionários para agravar mais essa situação calamitosa de saúde pública.

Entregadores por aplicativo protestaram nesta sexta na Avenida Salgado Filho contra repasse do valor da taxa de entrega paga pelos clientes

 Foto: Anna Alyne Cunha/Inter TV Cabugi

Motociclistas e ciclistas entregadores por aplicativo fizeram protesto no início da tarde desta sexta-feira (16), na Avenida Salgado Filho, em Natal. A paralisação ocorreu em frente ao prédio onde fica o escritório da empresa. Uma das vias foi fechada e trânsito ficou lento na região.

De acordo com os profissionais, a principal reivindicação é o repasse do valor da taxa de entrega paga pelos clientes. Os entregadores reclamam que a taxa de entrega acordada com o aplicativo não está sendo cumprida. O repasse era para ser de 80%, mas os trabalhadores estão embolsando cerca de 50% do valor da taxa.

Com acréscimo de informações do G1

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Marcos Benício disse:

    Esses são os novos empreendedores, segundo o Jornal Nacional! 🤭

  2. Naldinho disse:

    O que tem a ver o poder público e a população serem prejudicados com esse protesto?
    Se não tiverem satisfeitos, que se desliguem.
    Além de não respeitarem sinal fechado e costurarem no trânsito, querem o que bocado de babacas.

    • Seu animal, o poder publico tem uma de suas inúmeras funções exatamente regular atividades para que empresas escrotas não se aproveitem da hipossuficiencia do trabalhador.

      Quer mercado livre?

      Você abre mão da garantia dos seus eletrodomésticos, do seu carro, de um imóvel se você comprar e vier com defeito?

    • Marcos Benício disse:

      "Naldinho", você nunca utilizou o servicinho de motoboyzinho para comprar comidinha para encher sua barriguinha não?

FOTO: Praticantes off-road realizaram carreata nesta segunda-feira em Natal pelos direitos da categoria

Foto: Cedida

Praticantes de atividades off-road realizaram nesta segunda-feira(05) uma carreata em Natal pelos direitos da categoria e sua regulamentação junto aos órgãos governamentais.

“Não somos contra as fiscalizações, muito pelo contrário, queremos as fiscalizações para ter segurança nos passeios”, disse um dos praticantes, que pediu a volta do direito de transitar nas áreas de dunas.

O movimento foi realizado pela Associação Potiguar de Off- Road, e contou com grande adesão dos praticantes. Nas redes sociais, as hashtags levantadas foram #offroadconsciente #jipeironãoébandido e #jipeiroraiz.

 

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. rudrigo disse:

    so a playboyzada cheia de white people problem

  2. Díogo disse:

    Tem que bloquear mesmo, o acesso as dunas está sem Lei…
    O cara compra um 4×4 e já vai fazer trilha nas dunas sem a mínima experiência, ou seja, 80% dessa turma que está aí.

    • GCF disse:

      80% ???Estatística feita por qual instituto???
      Se o problema é a inexperiência em trafegar nas dunas, é só regulamentar uma licença para o motorista, com curso e provas específicas. Depois é só fiscalizar. Simples assim.
      Me parece que para trafegar turisticamente pelas dunas com buguis é necessário credenciamento, a fim de evitar acidentes. É isso?

    • Cidadão Consciente disse:

      Antes de escrever bosta, procure conhecer os clubes vinculados a APO e seus integrantes. Espero que um dia você não precise de uma ajuda dos jipeiros.

  3. Henrique disse:

    Não podemos subir o morro de Careca porque prejudica meio ambiente, agora fazer farra e andar sobre dunas com veiculos pesados pode.

  4. Lobinho disse:

    Grande carreata, grande movimento!! Hômi vão tratar de pagar o livro de prestações, deixem de atrapalhar o direito de ir e vir dos outros

  5. Zezim disse:

    Jipeiros, praticantes de 4×4 e bugueiros não sao bandidos. Não podem pagar por uma falha de 1 pessoa de fora. Existem vários grupos, são associados e organizados. Merecem respeito. Existe toda uma cadeia de empregos, investimentos e ações sociais vinculados aos grupos.

  6. Manoel disse:

    Ah, atrapalhar o trânsito com CARROS SUV e off road PODE! Mas ciclistas fazerem manifestação não pode né?! Por falar em ciclistas, tem TRÊS carros SUV parados em CIMA da ciclovia!!! Será que os motoristas de carros conhecem mesmo e RESPEITAM as regras de trânsito??? Ou será que somente os ciclistas tem que conhecer todas as regras de trânsito e só se TODOS os ciclistas obedecerem essas regras é que terão direito a respeito e a ciclovias?

    • Juca disse:

      Corredor, ciclista e jipeiro cada um mais chato do que o outro. Mais chato do que esses trio só os petralhas e bolsominions, esses são o supra-sumo da chatice.

    • GCF disse:

      As críticas negativas aos ciclistas na minha visão, foram feitas por "MAUTORISTAS" (isso mesmo, maus motoristas=mautoristas) que se acham donos das ruas e avenidas da grande Natal e querem ultrapassar faixas e velocidades regulamentadas, de forma a ganharem tempo.
      Ou então, são pessoas que não aprenderam a andar de bicicleta, por falta de equilíbrio ou coordenação motora, sentindo inveja de quem sabe, gosta de pedalar e/ou usa a bike para se deslocar para o trabalho.
      Semelhantemente ocorre com outras categorias, como o off road, que são criticados por egoístas que querem ser únicos nas ruas. Todos recolhem impostos, logo devem ser ouvidos.

    • Polidoro disse:

      Sr. Ciclista Manoel, fique sabendo que o jipeiro tem por natureza o respeito e a ordem, sempre é evidenciado o respeito ao ciclista no meio off road, inclusive temos vários no nosso meio, fomos do Centro de Convenções até a Ponte Newton Navarro sem causar quaisquer transtornos no trânsito, respeitando semáforos, preferenciais e carros que não estavam participando do movimento ordeiro, você está atirando ódio na classe errada, com comentários descabidos e desnecessários, não prejudique a empatia que temos por vocês, pelas suas indagações, é possível até que você não represente os verdadeiros ciclistas, seja apenas um usuário de bicicleta, desagregador!

  7. Rocha disse:

    Na foto claramente mostra o mix dos praticantes do offroad potiguar, mas tem quem perca tempo peneirando os carros numa tentativa frustrada de diminuir a causa.

  8. Tonho disse:

    Cambada de liso querendo aparecer

  9. Barba disse:

    Brincadeira de rico.

  10. Alguém disse:

    #jipeiroraiz????
    Só estou vendo Hilux e L200 onde estão os jipes (williys) e não renagade?

    • Jonas disse:

      O direito de usufrui os acessos do nosso litoral, não fica somente para JEEP, mas para todos que gostam, praticam e possuem um 4X4. Por isso que o movimento teve adesão de quem anda em 4X4, não somente o Jeep.

VÍDEO: Protesto dos perueiros do transporte escolar na manhã desta quarta-feira em Natal reivindica volta às aulas e clama pelo sustento dos trabalhadores

Protesto dos perueiros do transporte escolar na manhã desta quarta-feira(30), em Natal, reivindica volta às aulas de forma integral. Profissionais clamam pelo trabalho e sustento. Vídeo: cedido.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Chicó disse:

    Não vejo o governo estadual tomar alguma atitude para ajudar o povo que está sem emprego. A única coisa que sabe fazer e terceirizar a culpa e dizer "fique em casa". A governadora não está a altura do cargo que ocupa é incompetente ao extremo.

Manifestação de ciclistas em Natal é legítima, mas bloqueio de BR e ânimos exaltados ligam sinal de alerta

O protesto de ciclistas, iniciado nas imediações do Shopping Midway, em Natal-RN, na noite dessa segunda-feira(28), registrou um momento de tensão durante o percurso seguido, que ganhou maior atenção próximo ao Posto Planalto. Na ocasião, as duas faixas da BR-101 foram bloqueadas pelo numeroso grupo, e um princípio de confusão foi iniciado, quando dois motoristas tentaram passar com seus veículos pela faixa da esquerda.

Segundo policiais que o Blog falou, a confusão entre ciclistas em um motorista teria começado a partir de uma informação de que um dos participantes da manifestação teria sido atropelado. Contudo, não se encontrou vestígio da reclamação, sem vítima ou bicicleta danificada.

Os ciclistas alegam que a vítima teria sido socorrida. Enquanto isso, a chave do veículo e carteira do motorista acabou tomada para que ele não saísse. No desfecho da confusão, foi solicitada que um grupo que participava da manifestação se dirigisse a uma delegacia para queixa do suposto acusado, o que acabou sendo recusado.

O Blog do BG conversou com um policial militar, que participou da ocorrência. Também confirmou que não houve queixa na Polícia Civil de eventual atropelamento.

Da mesma, conversou com um ciclista que participou da manifestação que, de fato, teve uma grande adesão, em prol de seus direitos por vias mais seguras na capital. Ele considerou um pontapé importante pelas reivindicações exclamadas, porém, não concordou com o fechamento da rodovia, em pleno horário de pico, que terminou em um estresse elevado, que por muito pouco não saiu de controle, em meio aos ânimos exaltados dos ciclistas somado aos motoristas que ficaram presos ao bloqueio. Sinal de alerta ligado.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Teobaldo Medeiros disse:

    Os comentários refletem quão atrasada é nossa cidade. Só posso dizer: sinto muito! Parabéns aos que lutam para transformar essa barbárie. Por ciclovias, por acessibilidade, pelo direito de ir e vir. Toda manifestação social é para ser ouvida. Quem governa esta ali para isso… e são muito bem pagos!

  2. Rafael disse:

    É interessante ver os comentários dos sedentários que não tem coragem de fazer atividades físicas querendo atrapalhar quem busca uma qualidade de vida melhor através do esporte, puro egoísmo.

  3. Diego disse:

    Nunca li comentários de tanta gente desinformada e preconceituosa. Em muitas cidades desse Brasil existem zonas equipadas com ciclovias e ciclofaixas a exemplo disso Recife, São Paulo, Rio de Janeiro. O que vejo é falta de consciência do motorista em perceber que na bicicleta está uma vida humana e ela tem que ser respeitada. Na rota do sol existem inúmeras pessoas caminhando e correndo na ciclovia e nem por isso os ciclistas que lá estão desrespeitam esse grupo. #maisrespeitoemenospreconceito

  4. Tarcísio Eimar disse:

    Legítima não, arriscada. Vejam o resultado: um condutor sem querer encosta numa bike no momento da manifestação, o grupo entende como desafora e quase lincham o solitário condutor. Só doido pra voltar a pedalar, mas como não existe segurança, prefiro não me arriscar

  5. Teobaldo Medeiros disse:

    Eu morro de vontade de pedalar, mas não tenho coragem.
    Legítima a luta. Incomodem mesmo para serem ouvidos. Aqui só funciona assim! Não se curvem aos reacionários. Todo apelo social é para ser ouvido.

  6. Lucas disse:

    Deram um tiro no pé, depois de fechar um cruzamento vital para o transito de Natal, os ciclistas que já não eram vistos com bons olhos pela populacao, agora que tão malhados mesmo. Vão pedalar longe da cidade e respeitem o trânsito.

  7. Luís F. Lisboa disse:

    A nova moda do natalense, porém não há atividade física mais perigosa do que o ciclismo numa cidade sem ciclovias.

  8. Vergonha disse:

    É um povo que quer aparecer, coloquem uma melancia na cabeça , antes era os corredores chatos ,fechando as ruas de Petrópolis Tirol , agora os bacanas com bicicletas de R$ 5.000,00 , aviso , seu direito termina aonde começa o meu , então vá trabalhar e parem de encher o saco do povo que TRABALHA

  9. Ana disse:

    Quando o ciclista, ou qualquer outro grupo, quer impor a sua razão acima da razão do outro, este já perdeu sua própria razão e moral. As calçadas foram criadas para os pedestres e ruas para a circulação de veículos. A bicicleta, quando nas ruas e montada por seu condutor é equiparada a um veículo (Art. 68 , 1º) e a maioria dos ciclistas desrespeita o Art. 105, VI do Código de Trânsito Brasileiro – LEI Nº 9.503, DE 23 DE SETEMBRO DE 1997. Andam sem campainha, sinalização noturna dianteira, traseira, lateral e nos pedais, e espelho retrovisor do lado esquerdo. Como querem ter a razão?

    • Paul disse:

      Falou tudo. Está no CBT. Só respeitar que a convivência será pacífica.

  10. Alguém disse:

    PORQUE RAIOS D'ÁGUA AS PESSOAS TEIMAM EM BLOQUEAR O TRANSITO, VÃO RECLAMA NO [email protected] DA PREFEITURA OU NA P0RR4 DA GOVERNADORIA.

    Atrapalhar o trânsito só fa as pesssoas terem mais raiva destes movimentos ao invés de aderir.

  11. Lico disse:

    Antes eram os corredores que tocavam terror no trânsito, esses sumiram graças a Deus. Agora são os ciclistas metidos a ecológicos, o cara não pode nem passar perto deles com o carro que colocam logo cara feia e ficam cheios de razão. Duas tribos sem futuro. Vão tomar cana seus sem futuro.

  12. Paulo Oliveira disse:

    Os ciclistinhas pedem ciclovias e quando as têm, não as usam.
    Basta ver o anel viário do campus da ufrn e rota do sol pra Pirangi.
    A ciclovia tá ao lado, mas esse pessoal continua a andar na pista. Daqui a pouco vai ter atropelamento de algum bacana desses com sua bike de milhares de reais.
    Já viram que os ciclistinhas não vão de bicicleta pro trabalho, mas só pedalam no final da tarde e noite??
    Chega de gastar dinheiro do povo com esses micro-coletivos burgueses.

    • Manoel disse:

      Talvez o comentarista não conheça bem o esporte nem as normas de trânsito, mas o ciclista só pode trafegar em ciclovias e ciclofaixas até 20km/h. E muitos conseguem pedalar com velocidades bem acima disso… E pela norma abaixo, não podem pedalar em ciclovias e ciclofaixas:

      RESOLUÇÃO Nº 465, DE 27 DE NOVEMBRO DE 2013 – CONSELHO NACIONAL DE TRÂNSITO

      (…)

      § 2º – Fica excepcionalizado da equiparação prevista no caput deste artigo os equipamentos de mobilidade individual autopropelidos, sendo permitida sua circulação somente em áreas de circulação de pedestres, ciclovias e ciclo faixas, atendidas as seguintes condições:

      I – velocidade máxima de 6 km/h em áreas de circulação de pedestres;

      II – velocidade máxima de 20 km/h em ciclovias e ciclo faixas;

  13. Matheus disse:

    Não acho que seja legítima. Há diversos pontos na cidade apropriados para a prática do ciclismo, e esse grupo quer que as principais vias da cidade sejam fechadas para tal. E com o dinheiro dos meus impostos. Ciclismo é uma atividade privada que deveria ser financiada com recursos privados. Mas não me surpreende vindo de um grupo que protesta em pleno dia útil…

VÍDEO: Professores, profissionais e proprietários de academias realizam carreata em Natal por retomada das atividades

Professores, profissionais e proprietários de academias realizam na manhã desta sexta-feira(03) uma carreata com destino a Governadoria, em protesto contra a paralisação de suas atividades.

Categoria diz que mais de 34 mil empregos, entre diretos e indiretos estão sendo afetados diante das medidas de restrição.

Movimento Academias do RN diz que atividade física é atividade essencial e saúde.

Vídeo: Cedido.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Greg disse:

    Cadê a carreata pra abrir as boates, casas de shows em Natal? Natalense é figura reaça viu ! Pela amor de Deus….

  2. Joana disse:

    Ok, por mim academia já deveria estar aberta, mas com a faculdade de adiar o plano para quem não quisesse ou pudesse ir. Estamos combinados, pode abrir, mas vou quando me sentir segura e vc não vai ganhar as mensalidades do plano anual me obrigando a comparecer, combinado?!🥰

  3. Mito do Gado disse:

    Ei, adê a carreata pra reabrir os bares em Natal?!

    • NOVEDEDOS disse:

      Esse decreto aí é o número 51 uma boa ideia pra o presidiário pinguço !

  4. Flávio Martinez disse:

    É só reabrir academias pra quem teve COVID-19 e se curou. Exige os exames dos alunos pra controlar a frequência. Pro restante, ficaria proibido

  5. Cabo Silva disse:

    Hey, bunitus, o caixão vai lacrado viu?????

  6. Bozó disse:

    Fácil solução: DONO DE ACADEMIA ASSINA DOCUMENTO SE RESPONSABILIZANDO E GARANTINDO QUE CLIENTE SEU NÃO VAI SE CONTAMINAR NA SUA ACADEMIA.

    QUERO VER!!!!!!

  7. Cigano Lulu disse:

    O CREF16/RN deve estar comemorando o fato de Fatão GD ter fechado as academias. Afinal, fechá-las foi a tarefa mais corriqueira desse cartório arrecadador nos últimos tempos.

FOTO: Protesto joga tinta vermelha na frente da rampa do Palácio do Planalto

FOTO: CLÁUDIO REIS/FRAMEPHOTO/FRAMEPHOTO/ESTADÃO CONTEÚDO

No início da manhã desta segunda-feira, 8, parte da rampa do Palácio do Planalto ficou coberta por tinta vermelha, jogada em sinal de protesto contra o governo Jair Bolsonaro. Funcionários foram acionados imediatamente para limpar o local. Não há confirmação sobre a autoria do ato e a Secretaria Especial de Comunicação da Presidência (Secom) ainda não havia se manifestou sobre o episódio até a publicação desta matéria.

Inicialmente, não havia informações sobre o responsável pela ação. Cerca de 40 minutos depois, no entanto, um homem não identificado apareceu em frente ao Palácio sujo de tinta vermelha gritando “genocídio”. Ele foi levado por seguranças da Presidência para dentro do prédio.

Em vídeo publicado pela BandNews, o homem afirma que há um “genocídio contra a juventude brasileira”. “Estou aqui pelo povo brasileiro, pela juventude brasileira. É a sétima juventude mais assassinada do mundo. Não tem uma política pública, isso é um protesto”, afirmou ao ser levado pelos seguranças.

Após o ocorrido, o ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Augusto Heleno, foi até o local onde foi jogada a tinta para observar a situação. A tinta, no entanto, já havia sido praticamente toda removida.

Estadão

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. E DAÍ??? disse:

    Infiltrados são capazes de atos extremos.

  2. DeSacoCheio disse:

    Além de responder a um processo e pegar uns dias de cadeia teria que, ou limpar ou indenizar o Estado pelo custo da limpeza.

Profissionais da construção civil fazem protesto contra novo decreto do Governo da Paraíba

Protesto se concentrou na Avenida Beira Rio e seguiu para Granja do Governador e para casa do prefeito de João Pessoa — Foto: Walter Paparazzo/G1

Profissionais da construção civil iniciaram um protesto na manhã desta segunda-feira (18) contra o novo decreto do governador da Paraíba, João Azevêdo (Cidadania), para prevenção da Covid-19, que entre outras medidas, estabelece a paralisação das atividades da construção civil pelo menos entre os dias 20 e 31 de maio. O movimento não tem ligação direta com o Sindicato da Indústria da Construção Civil de João Pessoa (Sinduscon-JP).

O G1 solicitou um posicionamento do Governo da Paraíba via assessoria de comunicação do Estado e do governador, mas não houve retorno até o fechamento desta matéria. A Prefeitura de João Pessoa disse que não vai se pronunciar porque o protesto foi contra o decreto do governador.

O ato contraria as recomendações das autoridades da área de saúde no Brasil e da Organização Mundial da Saúde (OMS), que pedem para que as pessoas fiquem em casa como prevenção ao avanço do novo coronavírus, além do decreto estadual que proíbe aglomerações e carreatas na Paraíba.

Vários caminhões caçamba e carros particulares participaram do protesto. Primeiro, os veículos seguiram até a Granja Santana, residência oficial do governador. Com o acesso bloqueado, os profissionais retornaram seguindo em direção à residência do prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PV).

De acordo com o engenheiro civil e empresário Rafael Rabelo, que esteve na manifestação, o protesto era em defesa dos clientes, dos colaboradores e dos fornecedores, “entendendo que a construção civil é uma parte importante da cadeia produtiva do país e do estado”, disse.

De acordo com José William, presidente do Sinduscon-JP, o sindicato está, desde sábado, quando o decreto foi assinado, tentando dialogar com o Governo do Estado, “principalmente, mostrando e demonstrando a importância do segmento, os cuidados que temos tomado”, declarou.

As atividades da área foram paralisadas no início da pandemia, entre os dias 23 de março e 31 de março, após uma reunião que aconteceu junto com o Sinduscon e com o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção Civil, Pesada, Montagem e Mobiliários (​Sintricon).

“Fizemos isso espontaneamente. Sugerimos aos associados e à construção civil em geral que os canteiros de obras parassem por dez dias, substituindo por feriados futuros, para não prejudicar os colaboradores por perda de salário e também não punisse as empresas naquele momento”, declarou José William.

Entre outras medidas recomendadas pelo Sinduscon para os profissionais da construção civil, principalmente os que trabalham em canteiros de obras, esteve o aumento no número de lavatórios, aumento nas distâncias nos refeitórios, distâncias maiores nos dormitórios, além de orientações sobre higienização e prevenção não apenas no trajeto até o trabalho, mas também nas residências.

“Pedimos que [as autoridades do estado] examinem o decreto para que sejam revistas determinadas decisões. O Sinduscon não está alinhado com o protesto, mas vem tentando dialogar com as autoridades do estado mostrando que a melhor forma de resolver é dialogando”, declarou o presidente.

G1

VÍDEOS: Professores do IFRN realizam protesto contra posse de reitor temporário

 

Ver essa foto no Instagram

 

Professores do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN) protestam nesta segunda-feira(20), com buzinaço, no bairro do Tirol, em Natal, contra a nomeação feita pelo Ministério da Educação (MEC) do servidor público federal Josué de Oliveira Moreira como reitor pro tempore da instituição. A portaria nº 405, com nomeação do reitor temporário, foi publicada na edição de sexta-feira (17) do Diário Oficial da União com a assinatura do ministro da educação Abraham Weintraub. As eleições do IFRN aconteceram em dezembro do ano passado. No dia 4, o professor José Arnóbio de Araújo Filho foi eleito reitor após ter 48,25% dos votos válidos. A posse aconteceria nesta segunda-feira (20).

Uma publicação compartilhada por Blog do BG (@blogdobg) em

Professores do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN) protestam nesta segunda-feira(20), com buzinaço, no bairro do Tirol, em Natal, contra a nomeação feita pelo Ministério da Educação (MEC) do servidor público federal Josué de Oliveira Moreira como reitor pro tempore da instituição. A portaria nº 405, com nomeação do reitor temporário, foi publicada na edição de sexta-feira (17) do Diário Oficial da União com a assinatura do ministro da educação Abraham Weintraub. As eleições do IFRN aconteceram em dezembro do ano passado. No dia 4, o professor José Arnóbio de Araújo Filho foi eleito reitor após ter 48,25% dos votos válidos. A posse aconteceria nesta segunda-feira (20).

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Fagner de Orós disse:

    Alguém sabe informar de que trata o Processo Administrativo Disciplinar (PAD) usado pelo MEC para negar a nomeação do reitor eleito do IFRN?
    – Tem um PAD que o primeiro lugar na eleição responde. O MEC cobrou do IFRN explicações sobre esse PAD por escrito e não foi respondido. O MEC se sentiu no dever de não nomear alguém que responde a um processo disciplinar – disse o deputado federal Eliezer Girão.
    Estranho que imprensa não tenha atentado para isso. Que silêncio ensurdecedor é esse?

  2. Yury Azevedo disse:

    Corre…. os que falam pra ficar em casa foram causar aglomeração ?
    Tanta coincidência!

  3. Luladrão Encantador de Asnos disse:

    Essa lista tríplice não tem amparo legal. Qual a lei que prevê isso? Coisa de sindicato, tem que acabar. E não era pra ter sido nomeação temporária, já deveria ter nomeado definitivo. Se a esquerda não aprova é pq é bom. Simples assim.

    • .40 disse:

      Realmente, não conheço alguma lei que rege isso, mas quem melhor do que os servidores dos órgãos, indicar seus líderes. Politicagem quando vem um cara lá da baixa da égua e indica quem ele quer

    • Everton disse:

      Não tem amparo legal? A MP foi editada pelo PRESIDENTE da república, no dia 24 de dezembro passado.
      Parece que o Lula te encantou, asno.

  4. Victorino disse:

    Tem que desmanchar o ninho desses URUBUS, cadê o Molusco de nove dedos, corrupto, ladrão do dinheiro público, que agora faz falta na saúde, vão pra casa seus esquerdas CAVIAR.

  5. Irany Gomes disse:

    O PT colocou militantes em todos os postos chave da administração pública, estatais e etc, para fazer alunos e funcionários de marionetes para atingir seus fins. Canalhas!!!

  6. Aline Carneiro disse:

    A violacao do respeito democrático. Foi feita uma eleição e a figura INDICADA nem participou.
    O Brasil de Bolsonaro é o Brasil dos apadrinhamentos políticos? Este é o novo? Ahhahah

  7. Guilherme disse:

    O José Arnobio responde um processo administrativo e por esse motivo não pode assumir. Simples assim.

    • Neco disse:

      Houve condenação?

    • Ojuara disse:

      Olha a história aparecendo. Hoje ele deu entrevista pela manhã, mas não falou nesse"pequeno" detalhe. Esqueceu, acho.

    • .40 disse:

      Que processo? Já foi condenado? O processo é contra o candidato ou contra a eleição? Falta clareza no assunto

    • .40 disse:

      Se o processo é contra ele, porque não assumiu o segundo colocado?

  8. Francisco Alves disse:

    Sei da importância dos IFRNs, pois fui aluno da saudosa ETFERN, melhor escola que estudei na vida. Na época só conheci um professor ferrenho defensor da esquerda que era o prof. Lailson até hoje militante de esquerda. Porém, o que vem acontecendo nos últimos anos é o aparelhamento dos institutos para formação de militantes como aconteceu nas universidades federais, sobretudo.
    A ideia é a dominação como um todo e, para isso ocorra, faz-se necessário que o Diretor, Reitor, Coordenador e os cambal sejam da esquerda, aí, fica tudo dominado.

  9. Santos disse:

    Homi, entra com uma liminar pra anular essa aberração e de quebra, pede a interdição desse ministro que ao invés de trabalhar só provoca baubúrdia.
    É decepcionante disso tudo é os militares que estão deixando esse governo irresponsável colar na imagem das instituições pra prover o caos.
    O país sendo levado ao fundo do poço e não vai sobrar pedra sobre pedra.
    O presidente e parte de sua equipe está provocando o apocalipse.

  10. Luiz Bernardo disse:

    O que esses professores estão reclamando?
    Aceite, a escolha do reitor é competência do Presidente da República e ponto final.

    • Everton disse:

      O presidente eleito, via ministro indicado, escolhe alguém que nem concorreu, em detrimento do que ganhou.
      Bem paradoxal, não? E outra, a escolha da lista tríplice (lembrando, o ministro deveria escolher via lista TRÍPLICE), foi depois das eleições citadas.
      Coerência é sempre bom.

  11. Alcino disse:

    Aglomeração? Maioria desses aí devem ter achado um absurdo as manifestações de ontem.
    Hoje fazem igual.
    E mais: cabe ao ministro escolher o reitor, essas eleições são formalidades respeitadas pelos governantes anteriores, como Bolsonaro respeitou aqui a do reitor da UFRN, num grande acordão que envolveu deputados federais, senadores etc.

  12. Marieta disse:

    Que legitimidade tem esse indicado político que assumiu!? E fico questionando a ética da pessoa que aceita um cargo surrupiado…. Tempos obscuros vivemos por aqui! Meu apoio ao IFRN.

    • Neco disse:

      Com a legitimidade de alguém que o indicou e que teve mais de meia centena de milhão de votos.
      Já passou da hora dessas instituições prestarem contas e mais serviços ao Brasil e não pensarem só no próprio umbigo.

    • Manoel disse:

      Qual a norma legal que está sendo violada ao não indicar o pelego “eleito”? Não existe: simples assim! Mas se a turma de esquerda crítica tanto quem via as ruas pedindo pra o comércio voltar e poder trabalhar, pq não ficam em casa? Se estão nas ruas eh porque podem voltar a dar aulas e trabalhar! Aliás, estão ou não trabalhando?!

    • Marieta tem razão. Além de tudo o IFRN é uma instituição que mostra excelentes resultados e não precisar está envolvida nessa politicagem sebosa.

VÍDEO: Professores do IFRN se reúnem para protesto contra posse de reitor interino nomeado pelo MEC

 

Ver essa foto no Instagram

 

Professores do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN) realizam um protesto nesta segunda-feira(20) contra a nomeação feita pelo Ministério da Educação (MEC) do servidor público federal Josué de Oliveira Moreira como reitor pro tempore da instituição. O servidor, no entanto, não concorreu às eleições para o cargo no fim do ano passado. A portaria nº 405, com nomeação do reitor temporário, foi publicada na edição de sexta-feira (17) do Diário Oficial da União com a assinatura do ministro da educação Abraham Weintraub. As eleições do IFRN aconteceram em dezembro do ano passado. No dia 4, o professor José Arnóbio de Araújo Filho foi eleito reitor após ter 48,25% dos votos válidos. A posse aconteceria nesta segunda-feira (20). Em segundo lugar ficou Wyllys Abel Farkatt Tabosa – reitor da gestão passada – com 42,26%.

Uma publicação compartilhada por Blog do BG (@blogdobg) em

Professores do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN) realizam um protesto nesta segunda-feira(20) contra a nomeação feita pelo Ministério da Educação (MEC) do servidor público federal Josué de Oliveira Moreira como reitor pro tempore da instituição. O servidor, no entanto, não concorreu às eleições para o cargo no fim do ano passado. A portaria nº 405, com nomeação do reitor temporário, foi publicada na edição de sexta-feira (17) do Diário Oficial da União com a assinatura do ministro da educação Abraham Weintraub.

As eleições do IFRN aconteceram em dezembro do ano passado. No dia 4, o professor José Arnóbio de Araújo Filho foi eleito reitor após ter 48,25% dos votos válidos. A posse aconteceria nesta segunda-feira (20). Em segundo lugar ficou Wyllys Abel Farkatt Tabosa – reitor da gestão passada – com 42,26%.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Araujo disse:

    E esse povo protestando não estão com medo do corona vírus? Onde já se viu ficarem aglomerando assim?

  2. Júnior Jacome disse:

    Será que meu amigo André Japa tá no protesto?? Ele apoia Bolsonaro nessa???

  3. Ananias, o ANALFABETO disse:

    Conheço Arnóbio, ótimo ser humano, mas é um militante de carteirinha do PT. Fica difícil assumir dessa forma.

    • Everton disse:

      Deveria assumir sim, não se reeleger (pois agora é vedada) e na próxima eleição, que o MEC escolha na lista tríplice. Qual o problema de se cumprir a norma? o PAD nem foi apreciado, sejamos minimamente legalistas.
      Ele usou das regras de votação vigente faz muito tempo, se não gostaram da forma que ele ganhou MUDEM as regras (como já veem fazendo, vide tirar a reeleição, que irá fazer uma revolução na UFRN).

  4. Santos disse:

    Justiça… entra com uma liminar suspemdendo o ato, e quebra já pede interdição do Ministro.
    Pronto, resolvido.
    Kkkkkkkkkkk
    O Brasil seguindo rumo ao abismo.

  5. Victorino disse:

    Vocês ainda não se acostumaram com à esquerda CAVIAR, é um vírus danoso, de consequências irreparáveis.

    • FLÁVIO VALE disse:

      Da função social do IFRN, quais os números que não lhe agradam ?

  6. Francisco Alves disse:

    E o isolamento social??? É só mexer com a esquerda que eles quebram o isolamento??? #Fiqueemcasa.

    • Ivson disse:

      Bastante interessante suas declarações, a esquerda é contra o movimento de ontem más no dia seguinte promovem um ato equivalente, tudo por pura conveniência

  7. Manoel disse:

    Oxi, mas não eh pra respeitar a quarentena?! Não estavam criticando quem estava na carreata pra voltar a trabalhar? Esses professores estão dando aulas virtuais ou enrolando?

    • Soleneide disse:

      O IFRN não adotou o sistema de aulas virtuais, pois muitos alunos dos campus do interior moram nos sítios e não tem acesso a internet ou, quando tem, é apenas a conexão do celular. O calendário de aulas está suspenso e todas as atividades e aulas serão repostas já contando que não terão férias e o ano letivo 2020 terminará apenas em 2021. Sei disso por que tenho um filho estudando no IFRN Ceará-Mirim e acompanho todas as decisões e comunicados

Jipeiros e simpatizantes 4×4 realizam buzinaço em Natal em protesto contra a liberdade provisória de acusado de matar Fantone Henry em confraternização

Jipeiros e simpatizantes 4×4 realizarão um buzinaço nesta segunda-feira(06),em protesto contra a liberdade provisória de Ailton Berto da Silva, acusado de ser o autor dos disparos que vitimaram o jipeiro Fantone Henry Figueira Maia no dia 30 de novembro. O alvará de soltura foi expedido no último dia 2 de abril.

Veja mais – Caso Fantone: Acusado de matar jipeiro em confraternização ganha liberdade provisória

Segundo os amigos e colegas da vítima, o buzinaço saíra da área de lazer do Panatis, na Zona de Natal, seguindo pela Ponte de Igapó, Rio Branco, Rocas e com retorno pela Ponte Newton Navarro – estrada da Redinha e dispersão. Os manifestantes prometem ausência de aglomeração. Nenhum participante descerá do veículo.

Seguirão em carreata e, posteriormente, retornam aos seus lares.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Marcos Ângelo disse:

    Com a impunidade neste nível, o crime compensa.

  2. Antônio Freire disse:

    Ele solto é um perigo para a família da vítima. Os Jipeiros o conhece muito bem. Essa decisão deve ser revista pela instância superior. Providência a ser adotada pelo MP e assistente de acusação que não acredito que tenham concordado com essa liberdade. Recurso pertinente já!!!

  3. JOSE disse:

    Todo mundo que foi protestar devia ser identificado e MULTADO pela quebra irresponsável e desnecessária do isolamento social.

  4. Roberto Araújo disse:

    Buzinar até a buzina estourar, mas na porta do juiz

  5. Cabo Silva disse:

    Passa na casa do juiz, ora

Bandidos visam motoboys com aumento de entregas por causa do coronavírus e categoria protesta na Ponte Nova por segurança

Foto: Reprodução/Via Certa Natal

Motoboys realizam um protesto no fim da tarde desta sexta-feira(03), na ponte Newton Navarro, em Natal. De acordo com o Via Certa Natal, os organizadores reclamam que estão saturados com a onda de assaltos contra a categoria.

Destacam que a situação se agravou neste tempo de coronavírus, já que o aumento de pedidos deixou os trabalhadores mais expostos à violência urbana. Todos os dias aproximadamente trinta motos são tomadas dos motoboys, reclamam.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Sandro Rosado disse:

    É preciso muita polícia na rua. O governo precisa garantir o trabalho desses heróicos profissionais, que estão ajudando a já sofrida economia do país a funcionar e levando alimento a quem precisa ficar em casa.

  2. Tarcísio Eimar disse:

    Vão cobrar da sua governadora, é obrigação dela cuidar da segurança, ou ela esqueceu também. Ela não tá cuidando bem de corona quanto mais de vcs. Resumindo: cuidem-se e torçam pra que nada aconteça, já q são vcs q estão fazendo parte do comércio funcionar

  3. Sérgio Nogueira disse:

    Pronto, mais uma categoria que quer andar com um PM do lado.
    Não há como impedir todos os assaltos. Repitam comigo: não há como impedir todos os assaltos!

  4. Aprígio disse:

    CADÊ O PODER PÚBLICO??
    FORA FÁTIMA!!!
    INCOMPETÊNCIA DO MUNDO TODO CHEGOU E PAROU AQUI.

VÍDEO: Vigilantes protestam de forma pacífica dentro do Midway por conta da defasagem salarial e por melhores condições de trabalho

 

Ver essa foto no Instagram

 

Por conta da defasagem salarial, e por melhores condições de trabalho vigilantes protestam de forma pacífica dentro do @midwaymall . Imagens Cleber Lucas

Uma publicação compartilhada por Via Certa Natal (@viacertanatal) em

Por conta da defasagem salarial, e por melhores condições de trabalho vigilantes, realizaram um protesto de forma pacífica dentro do shopping Midway Mall, na manhã desta quarta-feira(04). As imagens e informações são do Via Certa Natal.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. manezinho disse:

    De fato, é melhor fazer a greve dentro do shopping porque é mais seguro e tem ar condicionado gratis. No sol e na rua tem risco de serem assaltados. Porem a empresa é terceirizada.. se fosse o shopping contrataria outra empresa, principalmente porque o Midway paga em dia suas obrigacoes.

  2. Verdade disse:

    Cigano, temos que dar total apoio a qualquer luta por maiores e melhores salários e condições de trabalho. Sem luta não há vitória. E essa luta dos vigilantes também nos pertence sim.

    • Vergonha disse:

      Porra de luta …oque tem haver o midway que gera emprego, paga seus impostos , com essa bagunça??

    • Victor disse:

      Que greve,isso foi apenas um ato para mostrar a indignação,dos profissionais da área de vigilância,e em relação a ser no Midway,lá fica uma das empresas que querem implantar o vigilante INTERMITENTE,vc sabe oque é isso,veja as coisas antes de falar bobagem,eu apoio os vigilantes,eles estão mostrando que tem forças.

  3. Junin disse:

    Quem tem boca excreta o que quer!!!! Falar merda ta virando regra nesse país! E todos que reivindicam melhorias são ruins para esse povo BABÃO!!!!

  4. Contra disse:

    Sr cigano você conhece algum deles? Não é pra reivindicar melhoria de salário nao? Quer dizer que deputado pode mais os vigilantes não? Vc só pode ganhar muito bem? Deve ser um desses que não fazem nada mais ganha bem .

  5. Cigano Lulu disse:

    Que sindicalha mais capitalista, só essa dos vigilantes. Fazer protesto dentro de um shopping só porque o salário tá curto e não dá pra bancar a sanha consumista deles?
    Sinceramente, se Natal não existisse precisava ser inventada! Como Natal não há tal.

    • Iran Marcolino disse:

      Não existe vitoria sem luta, nos vigilantes iremos lutar aonde preciso for para não ter os salários reduzidos, obg pelo espaço BG

    • Edilmar disse:

      Você não conhece os riscos da profissão não sabe de nada!
      Os trabalhadores apenas reinvindica melhores condições de trabalho e remuneração.
      Valeu BG pela informação

Sindicato convoca mulheres para protesto no Centro de Natal, dia 9 de março, “contra Bolsonaro, pela vida e em defesa da Previdência”

Foto: Divulgação/Sindsaúde-RN

“No dia 9 de março, as mulheres de Natal voltarão às ruas para ecoar em um só grito a força e a potência do movimento feminista frente aos ataques dos governos e o crescente número de violência machista. A concentração está marcada para às 15h, em frente à Catedral Metropolitana, na Av. Deodoro da Fonseca, na Cidade Alta”, anuncia o Sindsaúde-RN.

Segundo texto publicado, o protesto tem como ponto central “denunciar a violência contra as mulheres, o aumento do feminicídio, por trabalho, contra a reforma da Previdência estadual da governadora Fátima Bezerra e contra o presidente de extrema direita, Jair Bolsonaro, que ameaça as liberdades democráticas e prolifera um discurso de ódio contra os setores mais oprimidos da classe”.

O sindicato ainda destaca que ao longo de todo o ano de 2019 as mulheres participaram ativamente das manifestações da classe trabalhadora, “cumprindo papel de destaque no enfrentamento dos governos e da repressão”, assim destacou.

“No Brasil, os números de assassinato de mulheres triplicaram em algumas cidades e o governo Bolsonaro reduziu a zero os investimentos nas políticas de atenção às vítimas de violência. De 2015, ano em que foi criada a Lei do Feminicídio, a 2018, esse aumento foi ainda maior: 62,7%. A maior parte das vítimas (61%) são mulheres negras”.

No Rio Grande do Norte, às vésperas do Dia Internacional das mulheres, quatro mulheres foram brutalmente assassinadas, vítimas de feminicídio.

Os crimes de feminicídio aconteceram no domingo (01), nas cidades de Taipu, Arez, Taboleiro Grande e Francisco Dantas. O mais chocante é que todos esses os crimes de feminicídios foram cometidos por companheiros e ex-companheiros.

“Diante de tantos ataques ao direito de decisão por seu próprio corpo e sua vida, além de duras investidas que retiram direitos básicos, as mulheres mais uma vez vão às ruas pra dar um basta. Nenhuma a menos! Nossas vidas importam! Bata de feminicídio e violência machista!”, encerra o texto.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Silva disse:

    Não cola mais.
    Simplesmente PATÉTICO.

  2. Ojuara disse:

    Só a petezada e os defensores de LULADRAO. Kkkkkkkk

  3. Marcos Vinícios disse:

    Agora estão a favor da reforma!?

  4. Antonio Turci disse:

    E bota FULEIJAREM.

  5. José bezerra Júnior disse:

    Isso é um tipo de manifestação fulera que não tem êxito nenhum, faz só atrapalhar o trânsito da cidade e deixar as pessoas extremamente estressadas pelo tom do discurso

  6. Juninho Play disse:

    Protesto em alusão ao dia internacional da mulher. Pq não fazem o protesto no dia 8 de março mesmo? Seria mais simbólico, mas preferem atrapalhar o cidadão trabalhador.

  7. Luciano disse:

    Será se Fátima Bezerra vai pra essa manifestação, logo ela que criticou tanto Bolsonaro e agora está fazendo uma reforma na previdência do estado pior que a dele, as professoras também poderiam aproveitar para protestarem contra o não pagamento pela professora governadora do aumento dado pelo malvado Bolsonaro.

  8. Ceará-Mundão disse:

    Pense numa manifestaçãozinha sem sentido. Em defesa da previdência? Então, serão que vão protestar veementemente contra a reforma da previdência proposta por Fatão GD? Pinta retórica. Claro que essa gente só quer mesmo é complicar, tentar atrapalhar o governo federal, torcendo sempre pelo pior, na esperança de obter algum ganho político. No fundo, o que esses dementes querem é voltar ao poder e recuperar suas "boquinhas", suas mamatas que estão sendo cortadas por Bolsonaro.

  9. almir disse:

    Pulam o dia 08, o dia dedicado às mulheres, marcam para a segunda?
    Ô povo para gostar de protesto em dia útil!
    Por certo a universidade federal libera as alunas e professoras, as escolas etc…

  10. Chega de CANALHAS disse:

    Kkkkkkkkk, Mais um movimento de CABRESTO promovido pela esquerda. Que PENA!!!!

  11. Chicó disse:

    Em defesa da previdência estadual ???

  12. Maria suvaqueira disse:

    As de grelo duro como tratou pejorativamente o luladrão, e as portadoras das vaginas como tratou Zé de Abreu podem também se manifestar? Ou ficam tem que emudecer?

  13. Irene disse:

    Quem vai para uma manifestação destas, só pode ser fruto da amebíase cerebral que assola certos setores das universidades.

  14. Ricardo Carvalho disse:

    A turma do suvaco cabeludo em pleno dia útil atrapalhando a vida de quem trabalha e produz.

  15. Antonio Barbosa Santos disse:

    Pra fila do SINE ninguém quer ir né?

  16. Gustavo disse:

    Apoiadores de ditaduras islâmicas chamando mulheres para protestarem. Tá bom…

  17. Luciana Morais Gama disse:

    E contra LULA que chamou as mulheres do PT de GRELO DURO, vão protestar também??

FOTO: Protesto contra contingenciamento na educação e reforma da previdência bloqueia trecho da Avenida Salgado Filho

Foto: Reprodução/Via Certa Natal

Registro em imagem do Via Certa Natal na tarde desta terça-feira(13) comunica bloqueio de trecho da Avenida Salgado Filho, nas imediações do Midway Mall.

Protesto é contra o contingenciamento da educação e reforma da Previdência. Manifestação conta com presença de sindicalistas.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Thor Silva disse:

    Pq eles não protestam contra os cortes que Fatão fez?? Vão trabalhar, camadas!!

  2. Irany Gomes disse:

    Bando de vagabundos, o intuito é somente atrapalhar a vida de quem realmente trabalha, façam protesto mas que não tirem o direito de ir e vir das pessoas!

  3. SANTOS disse:

    Com essa multidão nas ruas do meu Nordeste, fica o alerta , reeleição garantida!

  4. sebastian luiz da silva junior disse:

    BOA TARDE!
    VAD~E OS SINDICATOS TODOS COMPRADOS COM CARGOS NO GOVERNO, SINDICATO DOS SERVIDORES DO ESTADO, SÓ SABE MOSTRA O CABELO VERMELHO DO PT.

  5. Lampejao disse:

    MANIFESTAÇÃO GRANDIOSA,NO MÍNIMO 100.000 PESSOAS…….KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  6. Manoel disse:

    É góipi! Já estão protestando contra o corte de 100% no investimento que a governadora do PT fez na UERN? Realmente é um corte grande: serão 300 mil reais por mês que seria usado para custeio e manutenção, num total de R$ 3,6 milhões no ano!!! E eu pensava que cortar verbas da educação era somente para governos "facistas"…

    • Cidadão disse:

      Admiradores do MOLUSCOLADRÃO atrapalhando o ir e vir do cidadão de bem.
      Um bando de gato pingado.
      Ah uma chuva bem boa! Não irei pedir nem raios.
      É gópi !!

    • Patricia disse:

      O amigo está desinformado. A governadora já desfez essa fake criada em seu perfil. Seria bom o senhor se atualizar.

    • Manoel disse:

      Patrícia você que precisa se informar, a governadora bokus GD voltou atrás no corte no auxílio saúde dos funcionários da UERN mas o corte de 300 mil mensais na verba de custeio continua rigorosamente em dia faz 6 meses que o estado não paga as empresas terceirizadas, motoristas, asgs e vigilantes não tem previsão de receberem salário esse mês.

    • Ceará-Mundão disse:

      A governadora NÃO DESFEZ os cortes nos investimentos (100%, TOTAL) nem nas despesas de custeio (300 mil por mês). O que ela DESFEZ foi o corte no adicional de saúde (Um absurfo) pago aos professores da UERN aposentados. Aliás, ela já DESFEZ muita coisa e não vejo a turma de esquerda reclamando, como fazem com o Bolsonaro. Por que agem assim?