Maternidade Januário Cicco alega superlotação e suspende internações em Natal

A Maternidade Escola Januário Cicco, localizada no bairro Petrópolis, na Zona Leste de Natal, suspendeu a internação de novos pacientes por tempo indeterminado. O motivo é a superlotação na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Neonatal. A suspensão foi comunicada nesta terça-feira (28) pela unidade.

Em nota, a maternidade alegou que atualmente a UTI tem 30% de pacientes a mais do que a capacidade permite. São 23 leitos ocupados e sete bebês prematuros que estão nas salas de parto e no centro cirúrgico obstétrico à espera de transferência.

G1

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Leonardo Fernandes disse:

    Isso é balela, conversa para boi dormir. O que acontece nessa maternidade, principalmente neste setor, é o baixo efetivo de profissionais, principalmente técnicos de enfermagem e enfermeiros. Essa direção sempre fica querendo omitir e distorcer os fatos para se sair bem na mídia! Superlotação sempre existiu aí!

  2. Pedro disse:

    E viva Fatao, a saúde do estado está ferrada, essa desastrada (apesar da MEJC ser da UFRN) esquece da gestão da saúde. A gestão da obstetrícia no estado, que não faz nada, não vê nada, não se preocupa com nada, ou seja, é um zera a esquerda, a SESAP está cheia de portas loucas, arrumaram um desastre, nessa área, para a regional de saúde de João Câmara, por ali está um caos. Fizeram e desfizeram em Ceará Mirim, retratam os secretários de saúde da região e está sobrando aqui em Natal e mole.

COMENTE AQUI