Política

Mourão expõe embate entre militares e Onyx e Bolsonaro disse que havendo qualquer comprovação de uma denúncia robusta, contra quem quer que esteja no governo a pessoa será exonerada

As divergências na equipe de transição do governo Jair Bolsonaro ficaram mais evidentes nesta quarta-feira, 5, quando o general Hamilton Mourão, vice-presidente eleito, expôs o embate entre o grupo de militares da nova administração e o futuro ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni (DEM-RS). Nos bastidores, há uma disputa pelo comando da coordenação de governo e reclamações sobre a forma como Onyx tem buscado protagonismo.

Em Belo Horizonte, onde esteve para participar de um encontro com empresários, Mourão disse que, se forem encontradas irregularidades na investigação aberta contra Onyx, ele terá de deixar o governo.

Relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF)o ministro Edson Fachin atendeu a pedido da Procuradoria-Geral da República e determinou a abertura de petição autônoma (fase anterior ao inquérito) para apurar denúncias de pagamentos de caixa 2 da J&F ao deputado Onyx nas campanhas de 2012 e 2014. “Uma vez que seja comprovado que houve ilicitude, é óbvio que terá que se retirar do governo. Mas, por enquanto, é uma investigação”, afirmou Mourão.

As declarações do general esquentaram ainda mais o clima com Onyx, que nega as acusações e chegou a dizer que a investigação era uma “bênção” para que o caso fosse esclarecido.

Em Brasília, questionado sobre as afirmações de Mourão, Bolsonaro titubeou antes de responder. “Em havendo qualquer comprovação de uma denúncia robusta, contra quem quer que esteja no governo, ao alcance da minha caneta BIC, ela será usada”, disse o presidente eleito.

Na prática, há uma avaliação do núcleo militar – hoje com sete integrantes indicados para o primeiro escalão – de que será impossível Onyx conduzir negociações com o Congresso e ainda acumular a coordenação da equipe ministerial. Essa constatação se baseia no fato de as duas tarefas exigirem muito trabalho e dedicação para ficarem sob a responsabilidade de um só ministro.

A ideia da criação de um centro de monitoramento do governo, que seria chefiado por Mourão, foi deixada de lado. Ninguém, no entanto, arrisca um palpite sobre quanto tempo durará a decisão, já que os anúncios dos últimos dias sobre a configuração da Esplanada foram marcados por idas e vindas.

O novo embate no núcleo da transição é para que o controle das ações administrativas fique com a Secretaria de Governo, nas mãos do general Carlos Alberto dos Santos Cruz, designado para fazer a interlocução com Estados e municípios, além de cuidar do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI). Nesta semana, porém, o próprio Onyx assegurou que a coordenação de governo permaneceria na Casa Civil.

Mourão afirmou nesta quarta-feira que ao menos parte da articulação política do Palácio do Planalto poderá ficar sob comando dos militares. O vice disse que ele mesmo poderá participar, assim como Santos Cruz, e repetiu que será “o escudo e a espada” de Bolsonaro. “O escudo defende e a espada ataca antes de ele ser atacado”, comparou.

Problemas. O desgaste de Onyx também é sentido no Congresso, onde, a portas fechadas, dirigentes de vários partidos dizem que o futuro chefe da Casa Civil não tem jogo de cintura política. Insatisfeitos, integrantes de siglas como PP, PTB, Solidariedade, PRB, PSDB, PSB e até o DEM agem para formar um bloco que dê as cartas do poder na Câmara, a partir de 2019, isolando o PSL de Bolsonaro. O grupo defende a recondução de Rodrigo Maia à presidência da Casa.

O modelo de articulação política previsto por Onyx terá a colaboração de políticos que não se elegeram neste ano. Já foram convidados para a tarefa o candidato derrotado ao governo do Espírito Santo Carlos Manato (PSL) e os deputados não reeleitos Leonardo Quintão (MDB-MG), Danilo Forte (PSDB-CE), Walter Ihoshi (PSD-SP), Milton Monti (PR-SP) e Marcelo Delaroli (PR-RJ). Após encontro com Bolsonaro, ontem, a bancada do PR anunciou que integrará oficialmente a base do futuro governo.

A escolha de Danilo Forte para fazer a “ponte” com o Nordeste, por exemplo, já provoca críticas. Políticos de Pernambuco se queixam da falta de nomes do Estado na equipe. O fato de Bolsonaro não ter chamado o deputado Mendonça Filho (DEM-PE) para nenhum cargo também causou contrariedade em políticos pernambucanos e é atribuído a uma rusga que Onyx teria com ele. Mendonça Filho foi ministro da Educação no governo de Michel Temer, concorreu ao Senado, mas não se elegeu. Ontem à noite, porém, o ex-governador do Estado Joaquim Francisco (PSDB) foi convidado para fazer parte da equipe de transição.

Procurado, Onyx não se manifestou.

ESTADÃO CONTEÚDO

Opinião dos leitores

  1. Calma gente… mesmo com essas notícias publicadas sobre impasses da nova gestão, garanto que o PTesinho de vcs faria algo 10x pior, mas sem a massa saber um til, porque é assim que gostamos ne?! Povo hipócrita aff

  2. QUEM SE MANTEVE FORA DO PODER DURANTE MUITOS ANOS …VEM COM MUITA SEDE PARA O POTE…A SEDE DE CONSUMIR MAIS …CRESCE …AGUARDEM…ESSE GOVERNO NAO DURARA…A ROUBALHEIRA SERA A MAIOR VISTA NESSE PAIS ….ESTAO ENQUADRANDO LADROES OO7….SUPER DISFARCADOS…BEM MOLDADOS…CAPTCHE…O BRASILEIRO VAI AGUENTAR CALADINHO A BABOSEIRA….QUEM É BURRO NAO PASSA NO VESTIBULAR MEU CARO…TOME PEIA

  3. Cada dia que passa vemos o que teremos pela frente desenhado ao vivo e acores sob a desorganás de novoização na equipe de transição do futuro governo. Parece uma casa de mãe Joana. Todo mundo fala, todo mundo diz e desdiz, todo mundo dar palpite e faz afirmações de como o governo vai ser e agir.
    E o Presidente,junto com seu Vice, toda hora dizem algo e mais na frente voltam a trás. e Depois voltam atrás de voltar a trás.
    Vejam por exemplo, o caso do Ministério do Trabalho. Parece uma piada, mas a impressão que passa é de uma tremenda improvisação,. Uma equipe completamente perdida, sendo submetida a pressões internas de grupos com interesses diferentes numa disputa fratricida por nacos de poder. Horas temos a bancada ruralista, com mineiros que investiram na campanha, querendo tomar as terras dos índios que são ricas em Nióbio, tem florestas preservadas e muita biodiversidade; de outro a bancada evangélica comandada por Silas Malafaia e Edir Macedo, querendo emplacar Magnus Malta de qualquer jeito.
    É um samba do crioulo doido e com esse andar da carruagem é possível prever que teremos muita improvisação, intrigas dentro do governo e um caminho pavimentado para um governo fraco e desorientado, dando canelada em tudo que é gente e pra tudo que é lado. Sobrando é claro para os fantasmas que assombram os Bolsonaros: os tais comunistas e marxistas culturais que ninguém até hoje viu e sabe direito quem é.
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  4. Mesmo tendo sido eleito por um leque pequeno de apoios, esse governo está deixando que alguns desses apoios se declarem com mandatos ou prerrogativa, e isso interfere negativamente, portanto já passou do ponto pra Não dar um basta nisso, e dizer que qualquer declaração ou embate dentro do governo, os autores perderão posições dentro do governo, e caso isso não seja feito, será um governo contaminado de crises internas, quanto mais externamente!

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Educação

Escolas estaduais do RN ainda têm 12 mil alunos sem aulas presenciais

Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi

Pelo menos 12 mil alunos matriculados nas escolas públicas do Rio Grande do Norte ainda estão sem aulas presenciais, segundo dados da própria Secretaria Estadual de Educação.

As escolas foram autorizadas a funcionar 100% no formato presencial desde o dia 4 de outubro, mas 11 escolas da rede estadual de ensino continuam apenas com aulas remotas por causa de reformas nos prédios. As obras só devem ser concluídas em 2022, segundo a secretaria.

A diretora da Escola Estadual Nestor Lima explicou que técnicos foram ao colégio e deram um prazo para conclusão em dezembro deste ano, mas os serviços sequer começaram. Falta estrutura para receber os alunos.

Seis destas 11 escolas precisam de grandes obras, segundo o secretário de Educação, Getúlio Marques. Ele diz ainda que algumas das obras podem chegar a custar R$ 2 milhões. A previsão, segundo ele, é de que as reformas pendentes sejam concluídas até o início de 2022.

MP em ação

O Ministério Público do RN começou a fazer visitas técnicas às escolas estaduais de Natal para identificar os principais problemas. Depois das visitas, os promotores deverão elaborar um diagnóstico sobre a situação da rede pública. Os gestores estão respondendo um questionário e também estão sendo feitos registros em fotos e vídeos.

Com informações de g1-RN

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

“Não me sinto seguda, nem satisfeita”, diz Pâmella Holanda após soltura de DJ Ivis

Imagens: reprodução

A influencer Pamella Holanda, ex-mulher de Iverson de Souza Araújo, o DJ Ivis, afirmou na manhã deste sábado (23) que toma “todas” as medidas de segurança, mas não se sente segura. A declaração foi feita em uma rede social após o DJ deixar a prisão na noite desta sexta-feira (22).

“Obviamente não me sinto segura, nem plenamente satisfeita com os atuais fatos, mas eu preciso honrar com meus compromissos profissionais e continuar com minhas obrigações pessoais, tomando todas as medidas possíveis por segurança, não só física, mas emocional”, disse.

A defesa de Pamella também divulgou uma nota neste sábado afirmando que “todas as medidas protetivas de urgência continuam em vigor” e que o músico “permanece proibido de ter qualquer convivência ou contato” com Pâmella, ou se aproximar dela e de seus familiares.

Pamella também agradeceu pelas mensagens de apoio e preocupação que tem recebido, e disse que está bem, “na medida do possível”.

“Mais do que na Justiça, confiamos em Deus. Que tem nos sustentado, dado forças e nos iluminado em todo e qualquer passo que damos. Eu e Mel somos uma”, escreveu.

DJ Ivis, foi solto na noite desta sexta-feira por volta das 22h20, após passar mais de três meses detido no Centro de Triagem e Observação Criminológica (CTOC), em Aquiraz, na Região Metropolitana de Fortaleza. Advogados e familiares compareceram à penitenciária para aguardar a saída. No fim da tarde, a Vara Única da Comarca de Eusébio havia concedido liberdade ao artista.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

ATRASO: 203 mil pessoas ainda não tomaram a segunda dose da vacina contra a covid-19 no RN

Foto: Manoel Barbosa/Secom

O Rio Grande do Norte tem 203.750 pessoas que não apareceram para tomar a segunda dose da vacina contra a covid-19 e estão com o esquema vacinal em atraso. O número consta na plataforma RN Mais Vacina, com atualização feita na manhã deste sábado (23).

Segundo os dados, mais de 2,4 milhões de pessoas receberam pelo menos uma dose de vacina contra a covid-19 no Rio Grande do Norte. Esse número representa a cobertura de 78% do público-alvo estimado pelo governo estadual.

Já em relação às pessoas que estão com o esquema de vacinas completo, com as duas doses ou a dose única da Janssen, o RN tem mais de 1,7 milhão de pessoas nessa condição. O total equivale a 54% do público-alvo. No entanto, esse número poderia ser maior.

Caso o estado não possuísse as 203.750 pessoas com a imunização em atraso, o total de pessoas completamente vacinadas seria superior a 1,9 milhão, elevando assim a cobertura total de 54% para mais de 60%, levando em consideração os dados fornecidos pela plataforma RN Mais Vacina.

Até o momento, o Rio Grande do Norte já aplicou mais de 4,3 milhões de doses de um total de mais de 5,3 milhões de doses recebidas. A última remessa de vacinas chegou ao estado nessa sexta-feira (22). Ao todo, foram 156.780 doses da Pfizer para aplicação de D1 em adolescentes, D2 e D3.

Portal da Tropical

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

RN registra 03 óbitos por covid nas últimas 24 horas; Novos casos são 91

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus neste sábado (23). São 371.881 casos totalizados. Na sexta-feira (22) eram contabilizados 371.687, ou seja, 194 novos casos em comparação com o dia anterior, destes, 91 confirmados nas últimas 24 horas.

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 7.375 no total. Foram 03 óbitos registrados nas últimas 24 horas (Acari, Serra Caiada e Parnamirim). Na sexta-feira (22) eram 7.372 mortes. A Sesap não registrou mortes após resultados de exames laboratoriais de dias ou semanas anteriores. Óbitos em investigação são 1.356.

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 7.364 no total. Sem registro de óbitos ocorridos nas últimas 24h. No sábado (16) eram 7.363 mortes. A Sesap registrou 01 morte após resultados de exames laboratoriais de dias ou semanas anteriores. Óbitos em investigação são 1.330.

Recuperados são 260.484. Casos suspeitos somam 180.228 e descartados são 751.170. Em acompanhamento, são 104.022.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

CBF gosta da proposta de Copa do Mundo a cada dois anos, mas vai se “aprofundar” sobre o tema antes de definir voto

Foto: KAI PFAFFENBACH / REUTERS

O presidente da Fifa, Gianni Infantino, está percorrendo o planeta em busca de apoio para reduzir o intervalo entre as Copas do Mundo. Ele quer o Mundial a cada dois anos. Nos últimos dias, ele visitou quatro países da América do Sul (Colômbia, Venezuela, Equador e Argentina). A viagem faz parte do esforço do dirigente de convencer as federações a apoiar a mudança no calendário do mundo da bola, que terá a Copa a cada dois anos como principal novidade.

A mudança divide os dirigentes das principais entidades esportivas. A Uefa e a Conmebol (entidades que controlam o futebol na Europa e na América do Sul) são contra a ideia.

O presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, disse que “gostou” da proposta da Fifa, mas afirmou que ainda não decidiu sobre o tema.

Gostei muito do que ouvi da reunião da Fifa que participei. Essa mudança vai criar também mais competições de base, valorizar a Copa América, que servirá como um torneio classificatório, e ainda vai render mais recursos financeiros para todas as entidades. Vou agora me aprofundar mais no assunto. Quero ouvir a Conmebol antes de decidir – disse o presidente interino da CBF, o baiano Ednaldo Rodrigues.

Ednaldo comanda a CBF interinamente desde agosto. Ele substituiu Rogério Caboclo, que foi afastado do poder no mês passado. Ele foi punido pela Assembleia Geral por 21 meses nos após ser denunciado por uma funcionária por assédio sexual e assédio sexual.

Na segunda, Ednaldo chega no Paraguai. Lá, o dirigente participará de uma série de reuniões na Conmebol até quarta. Neste período, o assunto será discutido com Alejandro Domínguez, presidente da Conmebol.

A Fifa marcou para dezembro uma reunião com as 211 associações nacionais de futebol para votar sobre a mudança do calendário. Pela proposta, Infantino pretende também aumentar a frequência dos Mundiais de categoria de base e do feminino, além de prometer distribuir mais dinheiro para as federações participantes.

A partir de 2026, a Copa do Mundo será disputada pela primeira vez com 48 seleções. Atualmente, o torneio é jogado com 32 times.

No dia 30 de setembro, Infantino apresentou virtualmente os detalhes da mudança de calendário para as 211 federações filiadas. Na quarta, a Conmebol fará uma reunião presencial no Paraguai com os 10 presidentes das entidades nacionais da região, onde o assunto também será discutido.

ge

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Sindicato aciona Justiça para tentar impedir venda da refinaria Clara Camarão e outros ativos da Petrobras no RN

Foto: Divulgação/Petrobras

O Sindicato dos Petroleiros do Rio Grande do Norte entrou com uma ação popular no TRF da 5ª Região contra a venda da refinaria Clara Camarão, localizada em Guamaré, além de outros ativos da Petrobras no estado.

A categoria recorreu à segunda instância da Justiça Federal após ter o mesmo pedido negado na primeira. Segundo a Justiça Federal, a decisão pela venda é um assunto privado da companhia e não ensejaria intervenção do poder judiciário.

De acordo com o sindicato, o objetivo do processo seria conter o avanço das negociações “e evitar danos econômicos, sociais e ambientais irrevogáveis” para o estado. A intenção do sindicato é barrar a venda de 26 campos de produção (23 terrestres e 3 marítimos), além da Refinaria Clara Camarão, no município de Guamaré.

A venda dos ativos supera a cifra de US$ 1 bilhão, proposta da 3R Petroleum, mesma empresa que adquiriu o polo de Macau há pouco mais de um ano.

Produção em Macau cresceu após venda

A 3R Petroleum assumiu as operações em Macau no final de maio de 2020, através do contrato de aquisição assinado em 2019, que foi fechado por US$ 191 milhões, segundo comunicado à imprensa, na época.

Um ano depois do início da operação nos sete campos do polo Macau, a empresa anunciou que houve um crescimento em cerca de 30% da produção e estimou investimentos de US$ 30 milhões entre 2021 e 2022 e um total de US$ 160 milhões até 2026, na região.

Com informações de g1-RN e Tribuna do Norte

Opinião dos leitores

  1. Ainda estavam essa máfia chamada sindicato estava com os vermes parasitas PTralhas roubam a Petrobras??? Bando do adorador do ladrao Lula 🤮

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

RN registra taxa de ocupação de leitos críticos para covid de 39,2%

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 39,2%, registrada no início da tarde deste sábado (23). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 119.

Até o momento desta publicação são 110 leitos críticos (UTI) disponíveis e 71 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 85 disponíveis e 48 ocupados.

Segundo a Sesap, a Região metropolitana apresenta 41,6% dos leitos críticos ocupados, a região Oeste tem 36,4% e a Região Seridó tem 25%.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

COVID: RN possui 110 leitos críticos e 85 leitos clínicos disponíveis

O RN permanece com fila zerada de pacientes para UTI Covid conforme levantamento feito por volta das 12h25 deste sábado (23).

Neste período, havia 04 pacientes com perfil para leitos críticos na lista de regulaçã e 01 aguardava avaliação. Foram registrados disponíveis 110 leitos críticos e outros 85, sendo clínicos.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Marinha emite alerta de ondas de até 2,5 metros em trecho do litoral do RN

Foto: reprodução

A Marinha, através da Capitania dos Portos do RN, emitiu um alerta de ondas de até 2,5 metros no trecho trecho litorâneo que vai de Natal até o sul de São Luís (MA). O alerta é valido das 21h deste sábado (23) até 12h da segunda-feira (25).

Como sempre faz diantes destas situações, a Marinha recomenda que embarcações de pequeno porte evitem a navegação e que as demais, de maior porte, redobrem a atenção em relação ao material de salvatagem, estado dos motores, casco, bomba de esgoto do porão, equipamentos de rádio e segurança.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Caixa deposita hoje última parcela do auxílio aos nascidos em abril e maio

Foto: ELIANE NEVES/FOTOARENA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO-08/06/2021

A Caixa deposita neste sábado (23) a sétima e última parcela do auxílio emergencial aos nascidos em abril e maio. Trabalhadores informais, inscritos no programa por aplicativo ou pelo CadÚnico, terão o valor creditado em conta digital, mas o saque só será liberado em 5 e 9 de novembro, respectivamente.

Até lá o dinheiro pode ser movimentado por meio de aplicativo para pagamento de contas e compras. O calendário de depósito do auxílio emergencial vai até 31 de outubro, com a liberação do resgate em dinheiro no período de 1º a 19 de novembro.

Para o grupo do Bolsa Família, o pagamento será retomado na segunda-feira (25), para os que têm NIS (número de identificação social) final 6. O calendário segue o habitual do programa, que vai até 29 de outubro.

O benefício é limitado a uma pessoa por família. Mulher chefe de família tem direito a R$ 375, e indivíduo que mora sozinho recebe R$ 150. A cota para os demais é de R$ 250.

Calendário da última parcela do auxílio

Depósito em conta digital

Nascidos em janeiro: 20/10
Nascidos em fevereiro: 21/10
Nascidos em março: 22/10
Nascidos em abril: 23/10
Nascidos em maio: 23/10
Nascidos em junho: 26/10
Nascidos em julho: 27/10
Nascidos em agosto: 28/10
Nascidos em setembro: 29/10
Nascidos em outubro: 30/10
Nascidos em novembro: 30/10
Nascidos em dezembro: 31/10

Liberação do saque em dinheiro

Nascidos em janeiro: 1º/11
Nascidos em fevereiro: 3/11
Nascidos em março: 4/11
Nascidos em abril: 5/11
Nascidos em maio: 9/11
Nascidos em junho: 10/11
Nascidos em julho: 11/11
Nascidos em agosto: 12/11
Nascidos em setembro: 16/11
Nascidos em outubro: 17/11
Nascidos em novembro: 18/11
Nascidos em dezembro: 19/11

7ª parcela para o Bolsa Família

Final do NIS 1: 18/10
Final do NIS 2: 19/10
Final do NIS 3: 20/10
Final do NIS 4: 21/10
Final do NIS 5: 22/10
Final do NIS 6: 25/10
Final do NIS 7: 26/10
Final do NIS 8: 27/10
Final do NIS 9: 28/10
Final do NIS 0: 29/10

R7

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *