MP mostra que não tem crise financeira e autoriza que promotores de Justiça possam trocar 1/3 de férias por abono em dinheiro

Em meio a crise financeira que atravessa o Estado do Rio Grande do Norte com milhares de servidores encerrando o ano de 2019 sem receber três folhas de salários do ano de 2018 e com incertezas sobre o 13 deste ano, o Ministério Público dá sinais de que o órgão vai muito bem nas finanças. Isso porque, por meio de uma resolução publicada nesta quinta-feira, 5, o Procurador Geral de Justiça, Eudo Rodrigues Leite, autorizou que os membros do MP podem vender 1/3 das férias e receberem abonos em dinheiro sem qualquer desconto de imposto.

A medida publicada no Diário Oficial do Estado, considera que não existiria vedação legal para transformar o terço de férias em pecúnia. Porém, vale ressaltar que os promotores de Justiça gozam de 60 dias de férias por ano e a resolução aplica o benefício aos promotores que requererem o abono em caráter indenizatório a partir de cada terço de 30 dias, ou seja, os promotores poderão vender até 20 dias de férias e serem pagos pelos cofres públicos, com o pagamento caindo na folha de novembro ou dezembro.

Leia a notícia na íntegra AQUI no Justiça Potiguar.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Roberto disse:

    Desde que o país virou uma "democracia" a CRISE FINANCEIRA SÓ EXISTE PARA O PODER EXECUTIVO, no judiciário e legislativo os aumentos são concedidos anualmente.
    Mas o mesmo judiciário e MP se posicionam CONTRA OS PEDIDOS DE AUMENTO SALARIAL de OUTRAS CATEGORIAS alegando exatamente os problemas financeiros nos municípios, estados e no país.

    • M.D.R. disse:

      Crise mesmo só no EXECUTIVO, 10 anos sem reposição salarial , enquanto os outros poderes todos os anos se abastece os seus SALÁRIOS corrigidos.

  2. Fabio disse:

    Pega fogo cabaré!!!!
    A casa de mãe Joana perde feio para esses desmandos com dinheiro do povo!
    Quem vai nos salvar?
    E ainda tem promotor TQQ (que só trabalha terça quarta e quinta no interior), que precisam ser denunciados pela população do interior.
    O povo do interior esta se conscientizando de cobrar a presença desses espertalhões, vamos denunciar, pois o querem o bonus e esquecem do onus.

  3. pronto falei disse:

    Por isso que os ladrões do governo anterior estão soltos. O MPE não tem moral, nem escrúpulo para cobrar nada, são todos farinha do mesmo saco. Órgão fiscalizador do erário??? Faz-me rir…

  4. Felipe disse:

    Eita papai, aguenta o tranco que atrás desse trem da alegria agora vem os juizes com a tal paridade….
    Brasil vei desgovernado!
    Esses cidadaos precisam ser questionados em publico sobre o que pensam dessas regalias.
    Cade a OAB para fazer alguma coisa?

  5. Carlos Bastos disse:

    👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👎👎👎👎👎👎👎👎👎👎👎👎👎👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👎👎👎👎👎👎👎👎👎👎👎👎👎

  6. Maria disse:

    Caramba!
    Pense numa categoria descarada, parece que vivem noutro mundo!
    Fazem trem da alegria com tudo, vejamos algumas maravilhas: férias 60 dias, 90 dias de licença premio, 20 dias de recesso, folgas de ate 30 dias por audiencia de custodia, telefone funcional incluindo conta paga,….
    Qual vai ser o limite desse povo????

  7. Deuses disse:

    Enquanto isso o servidor comum do estado não pode vender férias, licença prêmio, não tem aumento salarial há 15 anos. Esse país é uma vergonha. Essas castas e raças arianas fazem o que querem e ninguém impede esses assaltos ao dinheiro público. Como podemos confiar em poderes que são na verdade os maiores ladrões oficializados da verba pública.

  8. paulor disse:

    E vamos que vamos !! Engolindo calado ,,, isso é uma vergonha !!

  9. José Carlos disse:

    kkkk
    Engraçado é que esses dias o representante da associação desses camaradas fez uma nota dizendo que 60 dias de férias era justificável pq eles tem muito trabalho ( todo mundo sabe que é bem menos que qualquer trabalhador), quando na realidade a finalidade é mais financeira, pois cada um embolsa sem descontos absurdos 40 mil livre.
    O povo pra gostar de $$$$$!
    Falso moralistas batizados!

  10. Geo disse:

    PQP!
    Isso é uma canalhice sem tamanho, esses sujeitos afrontam a moralidade e não contém sua ganancia POR DINHEIRO.
    Tem que acabar o poder da caneta desses caras, isso é uma VERGONHA.
    O povo tem que tomar a s redes sociais e começar uma campanha contra essas regalias.

  11. chibatazil disse:

    Esse tipo de noticia já não surpreende ninguém. Os "fiscais da lei" apenas se importam com seus próprios umbigos, vaidades e sede de poder. Deveriam ser o baluarte da moralidade, defender os interesses da sociedade em geral contra os desmandos dos políticos e autoridades em geral, mas apenas se nivelaram por baixo, lutando apenas por mais e mais recursos, numa demonstração de insensibilidade e hipocrisia ilimitadas, em detrimento da sociedade que labuta pra manter tantas mordomias. A nós, resta apenas aquela frase: "Remem, escravos!".

  12. Raul disse:

    Rapazzzzz. Esse povo não tem limites. Agora vão fazer o quê com o dinheiro? gastar no veraneio lá no Porto Brasil. Enquanto isso o RN falido e milhões de desempregados passando o maior sufoco

  13. Jorge disse:

    Crise de araque, economizam só para distribuir entre os seus. E quem acreditou que os ptistas seriam diferentes, de mostraram o quão inocentes eram. Essa turma do PT, só a direção, a massa de manobra não conta, são muito piores que os antigos governos, pelos menos mais ladrões isso eles são de goleada. Não tem Sarney, Collor, FHC, o Temeroso,bozo não e pior que esses bandidos, por isso temos que extirpar esse mal que se instalou no país, a começar por LULADRAO que tem que voltar para cadeia imediatamente para se tentar restaurar a normalidade em nosso país, depois vem fatao e os outros, cada um na sua hora.

  14. Diogo disse:

    No bumbum do executivo, com um vigor que só a bonança nos trás!

  15. Cardone junior disse:

    E a moralidade da lei brasileira todos sao iguais perante a lei, interpretação da constituição ao Bel prazer do monopólio governamental da justiça brasileira.

COMENTE AQUI