Mulher é morta pelo ex-marido com 14 facadas no meio da rua em Natal

Uma mulher de 53 anos foi morta com 14 facadas quando voltava do trabalho para casa no fim da tarde desta segunda-feira (19), na Zona Norte de Natal. O suspeito do assassinato é o ex-marido dela, preso em flagrante no local do crime. O homem não aceitava a separação.

De acordo com a polícia, Isolda Claudino de Almeida desceu do ônibus na Avenida João Medeiros Filho e seguiu para a residência onde morava, na direção da região de mangue do bairro Potengi. No caminho foi surpreendida por José Cândido de Melo, ex-marido dela, que a esperava para matá-la.

O homem desferiu 14 golpes de faca na ex-companheira. A polícia informou que Isolda foi atingida em órgão vitais. As facadas acertaram o peito, a barriga, o pescoço. Ela ainda chegou a ser socorrida, mas não resistiu aos ferimentos.

Pessoas que passavam pelo local e presenciaram a cena renderam o homem e tentaram espancá-lo. A polícia foi acionada e prendeu José Cândido, que foi conduzido inicialmente ao hospital, com um ferimento no braço, e depois levado para a delegacia.

A irmã da vítima, Iná Claudino, conta que há um ano Isolda havia se separado do acusado. Porém ele não aceitava a situação, e a ameaçava. Iná Claudino disse ainda que, em outra oportunidade, o homem ateou fogo em móveis e na casa em que vivia a irmã dela. A polícia foi procurada, contudo José Cândido de Melo permaneceu em liberdade. O casal tinha quatro filhos.

 

 

Com informações do G1/RN

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. José Almir disse:

    Um crime super bárbaro, kd a mídia nacional? Ou esta vida tem menos importância?

  2. Lucas disse:

    Um erro não conserta outro. Ele merece ser tratado como um ser humano que deve pagar por seu crime na forma da lei, possibilitando a sua reeducação. Pois punir é apenas uma das inúmeras etapas de um processo que exige mais atenção e começa com a educação.

    • JCabral disse:

      Caro amigo Lucas, um dos sujeitos que que teve participação no assalto do ator Gerson Brenner, ficou preso durante 21 anos, cumpriu sua pena na forma da Lei e já está solto ou melhor estava, pois já estrangulou uma pessoa. Vamos acabar com essa baboseira de que PENA DE MORTE, no Brasil, quem irá morrer é apenas negro, pobre e índio!!!!

    • O certo é certo. disse:

      Só se fosse cadeira elétrica a reeducação dele. Só pode ser um cabra besta pra fazer este comentário. Se fosse sua mãe, quero vê a resposta;

  3. Wagner Lopes disse:

    Ele deveria ser capado e ter prisão perpétua….monstro !!!!

  4. Sousa disse:

    Esse filho da puta merece passar o resto da vida na prisao servindo de mulher para os colegas de cela.

  5. Maria Andrade disse:

    Tive a honra de conhecer essa mulher, mulher simples, humilde, guerreira e batalhadora. Uma pessoa fantástica, que Deus a ponha em um bom lugar.

COMENTE AQUI