Mulher sem mãos e pernas tem pedido de benefício negado pelo INSS por não poder assinar papel

Reprodução /G1

Uma mulher sem mãos e pernas teve um pedido de benefício negado por não poder assinar os documentos oficiais que autorizam o pagamento do auxílio pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), em Porto Velho.

Em entrevista ao Jornal de Rondônia 1ª Edição, a ex-sinaleira Cleomar Marques conta que entrou com três pedidos no INSS em 2019, mas todas as solicitações foram negadas. Uma delas porque Cleomar não poderia assinar os papéis.

“Uma servidora puxou os papéis e perguntou: ‘quem vai assinar? Você assina?’. Eu disse que não podia assinar, mas sim a minha filha ou minha mãe. A mulher então olhou e disse: ‘ah, então não vale’. Daí ela pegou, rasurou o papel e jogou fora”, afirma.

Mesmo com a negativa do INSS, Cleomar fez um novo requerimento para tentar um benefício assistencial à pessoa portadora de deficiência,que também foi indeferido por ela ter uma renda per capta familiar superior a 1/4 do salário mínimo, ou seja, uma média de R$ 238,50.

À Rede Amazônica, o INSS informou que a renda foi apurada com as informações do Cadastro Único (CadÚnico) para programas sociais do governo.

Em um terceiro requerimento, a ex-sinaleira teve a solicitação de benefício indeferida porque o INSS alegou “falta do período de carência”.

Cleomar diz que precisa do auxílio do INSS, pois não pode trabalhar e sua filha fica em casa para ajudá-la na alimentação e banho, por exemplo. Atualmente, mãe e filha dependem de doações para sobreviver.

G1

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ivanildo Solano disse:

    O PRESIDENTE, OS SENADORES E OS DEPUTADOS FEDERAIS APROVARAM UMA GRATIFICAÇÃO PARA OS AUDITORES DO INSS REJEITAR OS PEDIDOS DE BENEFÍCIOS E APOSENTADORIA.

  2. Verdade disse:

    A política de desmonte não só do INSS segue sendo tocada pelo Governo Bolsonaro. A política de desmonte das políticas sociais não começou com Bolsonaro. Evidente, Bolsonaro faz parte do projeto que está sendo tocado há algum tempo em nosso país. As corporações, os bancos, as empreiteiras e o capital financeiro assumiram o controle do Orçamento da nossa nação. Se liguem ai meus amigos.

    • Ceará-Mundão disse:

      Numa coisa eu concordo: os grandes bancos e as empreiteiras mandam no país há tempos. Nos governos do PT, por exemplo, vimos os bancos lucrar como nunca na história deste país e vimos a cumplicidade dos governos petistas e seus aliados com as empreiteiras. A roubalheira correu solta. É as cadeias foram numerosas.

  3. Diogo disse:

    "Brasil, meu Brasil brasileiro, meu mulato inzoneiro… Vou cantar-te nos meus versos."

  4. Nayara Mesquita disse:

    Um droga mortal é essa previdência!

  5. rocha disse:

    Se recorrer a pocilga do STF os suínos de lá irão dizer no voto que o INSS tá certo, pois tá na merda da nossa constituição.
    Os deuses supremos do STF nao6sabem o que é fone6 e sede.
    Vivem de caviar, lagosta, camarão e filé.

    Qurm6pode, pode!!!

    A

  6. JUNIN disse:

    ESSE É O PAÍS QUE MELHORA ??? ESSA É A PREVIDENCIA IDEAL??? ESSE É O TRATAMENTO HUMANIZADO….??? VOLTANDO AOS TEMPOS QUE ELES DO PODER QUEREM E DIZEM ESTAR VOLTANDO……!!! ESSE É UM PAÍS QUE VAI PRA FRENTE… DE RÉ…!!!

  7. Firmino disse:

    Sério isso? Não é piada? Humor negro?
    Quem foi o eficiente funcionário que negou? Ele se deu ao trabalho de ler a solicitação?
    Esse rapaz vai continuar sua competente carreira sem sequer ser punido?
    A incompetência e a impunidade generalizada gera tanto mal que situações imorais, irresponsáveis, bizarras como essa acontecem. MUDA BRASIL!

  8. Verdade disse:

    Meu Deus. As políticas públicas conseguem ser mais injusta ainda com os pobres e mais necessitados. Até quando isso vai ocorrer minha gente.

  9. LAMPIÃO disse:

    INDIGNIDADE IMPOSTA POR ALGUM ASPONE DUMA FIGA!

  10. Adeobaldo Nunes disse:

    Está mais que na hora de acabar a estabilidade do emprego público, funcionários desse naipe não merecem nem o ar que respiram. Se isso fosse em uma instituição privada, era demissão na certa. Absurdo!

    • Anti-Político de Estimação disse:

      É muito fácil colocar toda a culpa no funcionário, ou funcionários, que apenas seguem determinação superior. Isso é resultado de uma política do Governo, voltada a arrancar cada vez mais, e a fórceps, como vemos no caso em tela, os direitos dos trabalhadores e do cidadão comum.

    • Detector de mentiras!!! disse:

      Mentira! Minha esposa já fez uma mastectomia, e quando foi necessário fazer a mamografia de revisão, mesmo diante dos exames e laudos cirúrgicos que atestaram um câncer de mama, o plano de saúde, que é privado, alegou que ela não tinha idade para fazer aquele exame.

      OBS1. O exame foi autorizado quando eu pedi para olharem a documentação que havia sido apresentada.

      Obs2. Ninguém foi demitido.

COMENTE AQUI