‘Não estou preocupado com crítica’, diz Bolsonaro sobre indicar o filho como embaixador nos EUA

O presidente Jair Bolsonaro declarou nesta sexta-feira (12) que não está “preocupado com crítica” ao comentar a possibilidade de indicar um dos seus cinco filhos, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), como embaixador do Brasil em Washington.

Bolsonaro voltou a abordar o assunto durante uma transmissão ao vivo pelas redes sociais. O presidente anunciou na quinta-feira (11) que está no “radar” a indicação do parlamentar para chefiar a embaixada nos Estados Unidos (EUA). O presidente disse que vai esperar o “momento certo” para tomar a decisão.

“Se eu vou indicá-lo ou não, vou esperar o momento certo se vou ou não. Quanto à crítica, não estou preocupado com crítica”, afirmou.

Nesta sexta, Eduardo se reuniu com o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, e disse ter o “apoio” do chanceler para o cargo. Segundo o deputado, ele se reunirá até domingo com o pai para definir a formalização ou não de sua indicação para o posto no exterior.

A indicação do nome de qualquer embaixador tem que ser aprovada pelo Senado. A representação do Brasil em Washington está sem embaixador desde abril, quando o diplomata Sergio Amaral foi transferido da chancelaria para o escritório do Itamaraty em São Paulo.

A possível nomeação de Eduardo Bolsonaro gerou críticas de políticos, diplomatas e no meio jurídico.

‘Nepotismo’

Para o ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal, o caso configura nepotismo. De acordo com o ministro, a Constituição afasta a possibilidade de o presidente nomear o filho.

A súmula vinculante 13 do Supremo Tribunal Federal diz que “a nomeação de cônjuge, companheiro ou parente em linha reta, colateral ou por afinidade, até o terceiro grau, inclusive, da autoridade nomeante ou de servidor da mesma pessoa jurídica, investido em cargo de direção, chefia ou assessoramento, para o exercício de cargo em comissão ou de confiança ou, ainda, de função gratificada na administração pública direta e indireta, em qualquer dos poderes da União, dos estados, do Distrito Federal e dos municípios, compreendido o ajuste mediante designações recíprocas, viola a Constituição”.

‘Capacitado’

Na transmissão ao vivo desta sexta, Bolsonaro voltou a afirmar que Eduardo é capacitado para o cargo, pois fala inglês e espanhol e tem amizade com os filhos do presidente norte-americano Donald Trump.

O presidente considera o filho, em razão de sua formação, “muito melhor” do que ele e ressaltou que o deputado preside a Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional da Câmara.

Para exercer o cargo diplomático, Eduardo, que completou 35 anos nesta semana (idade mínima para chefiar a embaixada), terá de passar por uma sabatina e uma votação na Comissão de Relações Exteriores (CRE) do Senado, além de uma votação no plenário da Casa.

O filho do presidente teria ainda que renunciar ao seu cargo de parlamentar – em 2018 se tornou o deputado federal mais votado da história do país, com 1,8 milhão de votos em São Paulo.

Bolsonaro também declarou na transmissão que a nomeação do filho como embaixador não seria um caso de nepotismo. Eduardo foi na mesma linha ao ser questionado sobre o assunto nesta sexta.

“Foi descartada. A súmula vinculante do Supremo, que trata do nepotismo, permite a indicação política do presidente. Então, acredito que isso não seria óbice a uma possível nomeação”, disse o deputado.

G1

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Davi disse:

    Fico imaginando como família de luladrão tramitava no governo petralha, e ninguém dava conta, só após a lava jato é que se viu o estrago.
    Era primo com obra no exterior, filho executivo na Oi, Friboi, irmão recebendo mesada, fundação Lula, apartamento triplex, granja, altas soma de dinheiro em conta… Era uma família de ratazanas

    • Luciano disse:

      Davi vc está usando isso como desculpa pra não encarar a verdade do que está acontecendo agora?
      Vc está olhando pro retrovisor pra desviar o foco de que quem agora está no governo e deve satisfação a todos os brasileiros, e não apenas aos que o elegeram (pois uma vez eleito qualquer um vira presidente de todos)?
      Se toque, pois Lula é passado e já está preso, pagando por seus erros.
      Não se pide justificar um erro com outro. Pois um erro não concerta outro.
      Acorde!

  2. Figa disse:

    CLARO, o pilantra esta saboreando caviar, enchendo a pança da família, ladrão e assim mesmo, enchendo o SACO, LADRÃO DE DINHEIRO PÚBLICO

  3. Cigano Lulu disse:

    "Eu já fritei hambúrguer", diz Eduardo Bolsonaro, para comprovar que tem méritos e experiência para ser embaixador do Brasil nos Estados Unidos.
    É uma tarefa dificílima, quase impossível, determinar qual é a maior asneira dita aqui pelo presidente e seus fedelhos. Mas essa frase aí é uma seriíssima concorrente.
    Puta que pariu! O vexame a que estão submetendo nosso país! Que degradação, que baixaria, que falta de vergonha…
    57 milhões de brasileiros elegeram um presidente terrivelmente idiota.

  4. Zé Pomba torta disse:

    Outro canalha, com um discurso moralista chegou a presidência, cheio de hipocrisia, um falso moralista. Farinha do mesmo saco, tudo farinha mofada.

  5. Ricardo disse:

    O povo foi pra rua por uma reforma de 1 TRILHÃO e SEM PRIVILÉGIOS! Não para uma reforma com policial federal aposentando AOS 53 ANOS COM SALÁRIO INTEGRAL e professora aposentando AOS 52 ANOS. O nome disso é CORPORATIVISMO.

  6. Vitor Silva disse:

    Fico imaginando a cara do Lulinha, q já foi dono da Friboi, da Oi, da Globo, da ONU etc — tudo por influência do pai — vendo os filhos do Bolso ganharem cargos por pura meritocracia.

    • Ana leticia disse:

      Acredito que tanto luladrao como o bozo estão cometendo crime. Luladrao foi mais longe porque ele naturalmente não tinha caráter então nada pra ele era ilegal ou imoral. Já o bozo mesmo a pouco tempo no Planalto, já está fazendo tanta merda que qdo terminar o governo estará em situação pior que o luladrao.

    • Amo os Minions disse:

      Fritar hambúrguer é mérito?

  7. Rivanaldo disse:

    Hambúrguer na embaixada ele faz. Tá bom demais, na pior das hipóteses vai diminuir o número de imbecis em território nacional.

  8. Alexandre disse:

    Canalha.

    • paulo disse:

      E o sapo presidiário viajando mundo a fora com uma clandestina na aeronave da FAB, representante do governo Federal em São Paulo, simplesmente uma amante desqualificada.

    • Lobo disse:

      Melhor entregar a Tim pru mininu, o luladrão não entregou a Oi e a Friboi pru dele?

    • joaozinho disse:

      Devemos rezar para o pavaozinho ir logo, um a menos para ajudar a acabar o governo do pai imcompetente na presidencia.

COMENTE AQUI