Natalense mordido por tubarão no Grande Recife respira sem aparelhos e já conversa com familiares

O potiguar Pablo Diego Inácio de Melo, mordido por um tubarão na tarde do domingo (15), na praia de Piedade, no Grande Recife, apresentou melhora na noite desta segunda-feira (16), segundo o Hospital da Restauração (HR), onde ele passou por uma cirurgia e teve uma das pernas amputada. Segundo a unidade de saúde, o homem de 34 anos respira sem ajuda de aparelhos e conversou com a mãe ao longo do dia. (Veja vídeo acima)

Ainda segundo o HR, uma psicóloga também conversou com o paciente e informou a ele da amputação da perna direita, realizada na tarde do domingo (15) durante uma cirurgia de quase quatro horas feita por equipes de traumatologia e cirurgia vascular do HR.

Até sexta (20), Pablo deve ser monitorado pelos médicos para reduzir o risco de infecção nas áreas mordidas pelo tubarão, devido à presença de bactérias na boca do animal. Um novo boletim sobre o estado de saúde do banhista deve ser divulgado pelo hospital na manhã desta terça (17).

Na manhã desta segunda (16), os médicos haviam afirmado que o estado de Pablo era gravíssimo e que havia risco de morte. Mais cedo, um amigo de Pablo Diego havia dito que o potiguar conhecia os riscos de nadar no local onde ocorreu o incidente.

G1 / PE

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. gust disse:

    Quem brinca de roleta russa sabe dos riscos que corre. Mas Deus lhe deu uma segunda chance. Que se recupere logo e que saiba aproveitá-la.

  2. Gabriel Alves disse:

    "Mais cedo, um amigo de Pablo Diego havia dito que o potiguar conhecia os riscos de nadar no local onde ocorreu o incidente."

    É aquela coisa… Pensamos que nunca acontecerá com agente….

    Desejo uma ótima recuperação e superação nessa nova fase.

COMENTE AQUI