Nova presidente do TST defende mudanças na CLT

Primeira mulher eleita para presidir o TST (Tribunal Superior do Trabalho), a ministra Maria Cristina Peduzzi disse que CLT precisa de mais atualizações em entrevista à Folha de S.Paulo.

Para ela, mudanças são necessárias. “[A CLT, Consolidação das Leis do Trabalho] Precisa de muita atualização. A considerar a revolução tecnológica, a reforma foi tímida.”

Segundo ela, o mundo do trabalho mudou. “No mundo todo o comércio abre aos domingos. Vamos acabar qualquer dia desses não distinguindo mais segunda de domingo”, afirma.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cigano Lulu disse:

    É no dá o tal do "empoderamento feminino" à moda brasileira: não podia ser mais anêmica essa declaração da ministra. Ela devia ter coragem era de declarar-se a favor da extinção sumária da malha sindical e da anacrônica e folclórica carteira de trabalho.

  2. Emmanoel do Nascimento Costa disse:

    Haja óleo de peroba para está senhora.Essa turma com dois meses de férias uma história de recesso etc etc

  3. Shaolin do sertão disse:

    Pois então, comece dando exemplo. Mate-se de trabalhar e garanto que terás uma aposentadoria eterna !!!
    Hei, senhora, a lei dos sexagenários durante o período da escravidão no Brasil só foi conferida aos escravos porque nessa faixa de idade os pobres coitados que conseguiam chegar lá já estavam em estado moribundo, mau conseguia sequer respirar, quanto mais trabalhar. Daí, um pelezão da época prá dar o migué instituiu essa lei RIDÍCULA prá fazer média em cima da desgraça os pobres escravos.
    Se a senhora acha que ainda dá prá expremer mais do trabalhador, está somente fazendo a mesma média ridícula de antigamente…ou seja, evacuando pela boca de maneira subservientemente bajuladora.

  4. Ana leticia disse:

    Falta o que mais? Voltar o uso do chicote é?
    Tinha que mexer é na casta de juízes, promotores e desembargadores, que ganham irregularmente salários absurdos e imorais; no número de políticos e seus asseclas que
    São milhares saqueando os cofres públicos; nesse fundo partidário que é imoral; na restituição do assalto que a quadrilha de LULADRAO fez ao país de mais de Um TRILHÃO…..Não falta onde buscar dinheiro, menos nas costas dos trabalhadores.

  5. Eu disse:

    Dê seu exemplo, trabalhe de domingo a domingo.

    • VTNC disse:

      CONCORDO !!!

    • Diogo disse:

      Tu acha, eles são da elite do funcionalismo público, mal produzem de terça a quinta…

    • Tu disse:

      é muita ignorância para uma pessoa só..

    • Tertu disse:

      Esse preguiçosos burros são o atraso do país. Não é pra trabalhar todos os dias, é regulamentar o domingo como jornada dentro das 40 horas, acéfalo!

    • paulo disse:

      BG
      Parabéns a Ministra pela iniciativa. Só no Brasil que se tem essa aberrações.

COMENTE AQUI