Política

Oposição diz que delação de empreiteiro é motivo para pedido de impeachment de Dilma

Líderes da Oposição disseram nesta sexta-feira que as revelações do empreiteiro Ricardo Pessoa, da UTC, que em sua delação premiada afirmou ter repassado R$ 7,5 milhões de dinheiro ilegal desviados da Petrobras para a campanha da presidente Dilma Rousseff, em 2014, é motivo para seu afastamento do cargo, com um processo de impeachment. Segundo os parlamentares, as declarações de Pessoa pode provocar constrangimentos ao Brasil no momento em que Dilma se encontrará no fim de semana com o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama.

O PSDB, por exemplo, avalia a convocação dos ministros Aloizio Mercadante (Casa Civil) e Edinho Silva (Secom), também citados na lista dos beneficiários.

– Muito grave. A cada dia a presidente Dilma perde as condições mínimas de conduzir o país. O Brasil é maior do que tudo isso e a nação não pode conviver com esse grau de deterioração da ética e da lisura, essenciais ao exercício do cargo – disse o líder do PSDB no Senado, Cássio Cunha Lima (PB).

O líder do DEM, senador Ronaldo Caiado (GO), disse que as denúncias de Ricardo Pessoa são a prova de que a campanha da presidente Dilma foi irrigada com dinheiro desviado da Petrobras.

– Isso é motivo mais que suficiente para Dilma perder o mandato e serem convocadas novas eleições. Que a Câmara abra o processo de impeachment para investigarmos tudo isso a fundo. Um crime eleitoral desse porte tem que ter como resposta o imediato afastamento da função – disse Caiado.

O presidente do PPS, deputado Roberto Freire (SP), disse que é de suma gravidade o teor da delação do dono da UTC. Ele disse que a presidente Dilma deve ser investigada , o que pode derivar o pedido de impeachment.

– Temos uma presidente da República completamente ilegítima. Junta a denúncia com a ingovernabilidade do País e temos um quadro desastroso. Talvez o melhor caminho seja mesmo discutir o impeachment. Quem vai ficar incomodado é Obama, de receber uma presidente alvo de uma denúncia muito grave. A notícia não podia ser pior na véspera dessa viagem aos Estados Unidos. Um desastre! – disse Roberto Freire.

O líder em exercício do PSDB na Câmara, deputado Nilson Leitão (MS) disse que a cada delação, mais nomes do governo e do entorno da presidente Dilma vão sendo envolvidos no esquema de corrupção da Petrobras.

Hoje, mais dois ministros foram citados na delação do empresário da UTC: Mercadante e Edinho Silva, além de dois tesoureiros petistas. E à medida que as investigações avançam, tomam corpo as suspeitas de que as campanhas que elegeram e reelegeram a presidente Dilma foram irrigadas com recursos ilícitos – disse Leitão, acrescentando que “o Petrolão é uma continuidade do Mensalão”

De acordo com o líder do PSDB, em relação à doação de Pessoa ao senador Aloysio Nunes (PSDB-SP), a nota divulgada pelo senador tucano é, por si só, esclarecedora.

– Trata-se de um parlamentar oposicionista e, dessa forma, sem poder de influência na Petrobras. E, além disso, pela sua história e trajetória, obviamente o senador não tem ligação com a organização criminosa que se instalou na Petrobras nos governos do PT, de Lula e Dilma – afirmou Leitão.

O Globo

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Emprego

Vagas de trabalho temporário para o Natal devem atingir maior nível em oito anos, diz CNC

Foto: Amanda Perobelli/Reuters

As vendas de Natal no varejo brasileiro devem gerar a contratação de 94,2 mil trabalhadores temporários em 2021, aponta estimativa divulgada nesta sexta-feira (24) pela CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo).

Se a projeção for confirmada, o número será o maior em oito anos. Ou seja, desde o Natal de 2013, quando o varejo abriu 115,5 mil postos de trabalho temporário.

A CNC relaciona o aumento na demanda por mão de obra a uma previsão de alta nas vendas de 3,8%, em termos reais, frente ao ano passado. Um dos estímulos aos negócios em 2021 é o avanço da vacinação contra a Covid-19, que permitiu restrições menores a atividades econômicas.

“A despeito do patamar elevado da inflação e do encarecimento do crédito às famílias, o avanço no combate à pandemia por meio da ampliação da vacinação tem garantido o aumento da circulação dos consumidores nos estabelecimentos comerciais e, consequentemente, avanços sucessivos nas vendas desde o retrocesso da segunda onda da pandemia a partir de abril deste ano”, diz a entidade.

Os maiores volumes de contratações devem ocorrer nos ramos de vestuário (57,91 mil) e de hipermercados e supermercados (18,99 mil).

Entre os 10 segmentos do varejo, as lojas de vestuário, acessórios e calçados são, historicamente, as mais impactadas pelas vendas natalinas.

Conforme a CNC, São Paulo (25,55 mil), Minas Gerais (10,67 mil), Rio de Janeiro (7,63 mil) e Paraná (7,19 mil) devem concentrar mais da metade (54%) da oferta de vagas de trabalho temporário para o Natal.

Folhapress

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Fiocruz entrega mais de 2 milhões de doses de vacina da AstraZeneca ao Ministério da Saúde

Foto: Amanda Perobelli/Reuters

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), por meio do Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos/Fiocruz), entregou hoje (24) mais de 2 milhões de doses da vacina covid-19 ao Ministério da Saúde, somando o total de 4,5 milhões de doses entregues nesta semana. Com o novo lote, a fundação alcança aproximadamente 101 milhões de vacinas disponibilizadas ao Programa Nacional de Imunizações (PNI). O número foi alcançado em apenas oito meses.

Dois dias antes, a fundação entregou cerca de 1,5 milhão de doses da vacina covid-19 ao Ministério da Saúde. As doses foram liberadas em duas remessas, sendo uma com 50 mil doses para o estado do Rio de Janeiro e as demais para o almoxarifado designado pelo MS, para serem distribuídas aos outros estados.

No início da semana, na segunda-feira (20), a Fiocruz entregou um lote com 937 mil doses de vacina contra a covid-19 produzida em parceria com a farmacêutica AstraZeneca. Do total, 50 mil doses ficaram no estado do Rio de Janeiro e as demais seguiram  para o Ministério da Saúde (MS), para serem distribuídas às unidades da federação.

Em nota, a fundação informou que “a entrega reforça o PNI e garante a continuidade da vacinação em todo o país. Até o fim deste ano, a Fiocruz prevê entregar ao PNI 6 milhões de doses da vacina contra covid-19 produzidos com Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA) nacional”.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Gastronomia

Programa Papo de Fogão Raiz deste fim de semana vai aos Mercados de Petrópolis e do Peixe, em Natal, para mostrar receitas de dar água na boca

Esse fim de semana teremos mais uma edição do Papo de Fogão Raiz!

O nosso projeto que resgata a história e tradição dos estabelecimentos que são símbolos da gastronomia popular!

E teremos 3 preparos de dar água na boca!

Fomos por trás do Mercado de Petrópolis, em Natal/RN, aprender com a cozinheira Neide Silva, do Restaurante da Neide, a fazer um delicioso chambaril e uma tulipa de frango na brasa. E Elineide Venâncio, do Tempero da Cacá, no Mercado do Peixe, vai fazer o tradicional camarão no alho e óleo.

Fique ligado que é nesse final de semana.

SÁBADO
BAND NORDESTE
Alagoas, 07h
Maranhão, 10h30

TV CORREIO/RECORD
Paraíba – 13h30

DOMINGO⠀
RIO GRANDE DO NORTE
TV TROPICAL/RECORD – 10h

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

OMS recomenda tratamento contra a Covid-19 usado por Trump e aprovado no Brasil pela Anvisa

Foto: Getty Images

Um novo tratamento contra a Covid-19 foi recomendado oficialmente nesta sexta-feira 24, pela Organização Mundial da Saúde (OMS), por meio de uma publicação na revista médica The BMJ. Trata-se do Reng-CoV2, medicamento à base de anticorpos sintéticos, indicado para pessoas acima de 12 anos, que apresentem sintomas leves e moderados, mas que possuam comorbidades e tenham alto risco de hospitalização ou evolução para formas graves da doença como idosos e imunossuprimidos – como os que sofrem de câncer ou que se submeteram a um transplante. Também é indicado para pacientes com quadro severo, mas que são soronegativos, ou seja, que não desenvolveram sua própria resposta em anticorpos à doença.

“Para todos os outros tipos de pacientes com Covid-19, é pouco provável que os benefícios aportados por este tratamento de anticorpos sejam significativos”, diz a publicação.

O tratamento, aprovado em abril deste ano pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) para uso no Brasil, combina dois anticorpos: o casirivimabe e o imdevimabe, chamados de monoclonais, com proteínas produzidas em laboratório a partir de um único anticorpo natural e que “imitam” a forma como o sistema imunológico combate o vírus e impede sua replicação. Administrado por via intravenosa, auxilia no fortalecimento do sistema imunológico.

Um estudo recente com 799 pessoas mostrou que uma dose única de 1.200 mg de Regn-Cov2 (600 mg de cada substância) diminuiu o risco de internação relacionada à Covid-19, morte por todas as causas e reduziu o tempo de resolução dos sintomas da doença em pacientes sintomáticos com coronavírus, além de um ou mais fatores de riscos para evolução da doença grave.

O remédio ficou conhecido no mundo após o ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, receber o tratamento ainda em fase experimental, entre setembro e outubro do ano passado. Produzido pela empresa norte-americana Regeneron, o Reng-CoV2 é vendido com o nome de Ronapreve pela Roche. Por conta de sua pouca disponibilidade e preço alto, a OMS iniciou negociações com a farmacêutica suíça para que o remédio seja comercializado a preços mais baixos, principalmente em países mais pobres.

O Reng-CoV2 é o terceiro tratamento recomendado oficialmente pela OMS. Em 2020, a organização ligada a ONU (Organização das Nações Unidas) havia recomendado o uso sistemático de corticoides para os pacientes com sintomas severos da Covid-19. Em julho deste ano, recomendou a utilização dos medicamentos tocilizumabe e sarilumabe, chamados “antagonistas da interleucina 6”, além dos corticoides.

Apesar do avanço da vacinação, pessoas continuam adoecendo devido à infecção pelo novo coronavírus e evoluindo para formas graves da doença e óbitos. Por isso, o desenvolvimento e a aprovação de medicamentos eficazes é fundamental.

Veja

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tecnologia

Governo estima investimentos de R$ 163 bilhões em infraestrutura de telecomunicações com 5G

Foto: Rafael Henrique/SOPA Images/LightRocket/Getty Images

O Governo Federal calcula que o leilão do 5G poderá gerar R$ 163 bilhões em investimentos de infraestrutura de telecomunicações nos próximos 20 anos. O leilão da nova tecnologia está marcado para o dia 4 de novembro.

O número foi apresentado aos jornalistas em entrevista coletiva do ministro das Comunicações, Fábio Faria, e de membros da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) depois da aprovação do edital do 5G nesta 6ª feira (24.set.2021).

“A implementação do 5G fará com que possamos colocar o Brasil dentro da economia digital mundial“, disse o ministro.

Segundo Faria, a nova tecnologia levará internet para 40 milhões de pessoas sem conectividade no país.

O valor total do leilão será de, pelo menos, R$ 49,7 bilhões, segundo a Anatel. Desse montante, R$ 10,6 bilhões serão pagos em valor outorga pelas empresas de telecomunicações vencedoras do certame. Além disso, R$ 39,1 bilhões deverão ser investidos pelas empresas em infraestrutura de telecomunicações.

O edital estabelece obrigações de investimentos como cobertura de rede em rodovias, conexão em povoados e pequenas localidades, conectividade nas escolas públicas e no Norte do país.

Serão leiloadas 4 faixas de radiofrequência: 700 MHz, 2300 Mhz, 3,5 GHz e 26 GHz. As faixas funcionam como avenidas que levam o sinal da nova tecnologia aos consumidores.

Segundo o Ministério das Comunicações, grandes centros como São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte poderão receber o 5G já em 2021. A meta do governo e o estabelecido no edital é que todas as capitais do país recebam a nova tecnologia até julho de 2022.

Confira os principais pontos da versão final do edital:

  • Criação de uma rede privativa de uso exclusivo do governo;
  • Leilão no dia 4 de novembro;
  • Criação do Pais (Programa Amazônia Integrada e Sustentável);
  • Criação de grupos de acompanhamento para a implementação do 5G nas escolas;
  • Uso do valor arrecadado no leilão com a faixa de 26 GHz para a implementação do 5G nas escolas públicas.

Poder 360

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Pacheco faz cobrança para que sabatina de Mendonça ao STF seja pautada ‘o quanto antes’

Foto: Roque Sá/Agência Senado

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), endossou nesta sexta-feira (24) uma cobrança que vem sendo feita por apoiadores do governo federal e fez uma pressão pública para que a sabatina de André Mendonça, indicado por Jair Bolsonaro a uma vaga no STF (Supremo Tribunal Federal), seja pautada.

“A sabatina de André Mendonça é tarefa e missão constitucional da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça), que precisa designar uma data de esforço concentrado para presença física de senadores em Brasília para que possa haver deliberação”, disse Pacheco em visita a São Paulo.

O chefe do Senado ressaltou que, apesar da pandemia da Covid-19, já foram realizadas “muitas sabatinas no primeiro semestre”, incluindo a que reconduziu Augusto Aras ao cargo de procurador-geral da República, também por indicação de Bolsonaro.

Com a demora do agendamento do processo de Mendonça, começaram conversas nos bastidores de que uma indicação do próprio Aras seria mais favorável ao espaço em aberto no STF.

Um dos defensores da indicação do procurador-geral ao Supremo seria Alcolumbre. Bolsonaro, no entanto, tinha prometido a apoiadores que endossaria ao cargo um nome “terrivelmente evangélico”, requisito que Aras não preenche.

Na terça-feira, o ministro do STF Ricardo Lewandowski determinou que Alcolumbre preste informações sobre a sabatina de Mendonça para a cadeira vaga na corte.

Na última semana, em defesa da nomeação de André Mendonça, importantes líderes evangélicos subiram ainda mais o tom contra Alcolumbre. Em mensagens que fizeram chegar ao gabinete do presidente da CCJ, dizem que vão se mudar para o Amapá em 2022 para impedir a reeleição do senador. E que podem inclusive lançar um candidato evangélico.

Eles estiveram em reuniões com Pacheco e com Bolsonaro, que indicou não pretender abrir mão da indicação de Mendonça, formalizada em 13 de julho e que está travada há mais de 70 dias.

No plenário do Senado, a indicação de Mendonça precisa de maioria absoluta (41 dos 81 senadores) para ser confirmada, em votação secreta.

FolhaPress

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jornalismo

Alexandre Garcia é demitido da CNN Brasil após defender tratamento precoce contra a Covid-19

Foto: reprodução/CNN Brasil

O jornalista Alexandre Garcia foi demitido da CNN hoje. A emissora divulgou uma nota na noite de hoje indicando que a rescisão foi tomada especificamente após ele defende, por inúmeras vezes, o tratamento precoce contra a covid.

Veja o comunicado da CNN Brasil:

A CNN Brasil comunica que rescindiu o contrato com o jornalista Alexandre Garcia nesta sexta-feira (24).

A decisão foi tomada após o comentarista reiterar a defesa do tratamento precoce contra a Covid-19 com o uso de medicamentos sem eficácia comprovada.

O quadro “Liberdade de Opinião” continuará na programação da emissora, dentro do jornal “Novo Dia”.

A CNN Brasil reforça seu compromisso com os fatos e a pluralidade de opiniões, pilares da democracia e do bom jornalismo.

A CNN voltou a desmentir uma fala do jornalista durante o programa “Novo Dia” de hoje. Em sua participação no quadro “Liberdade de Opinião”, o comentarista falava sobre as denúncias contra a operadora de saúde Prevent Senior quando afirmou que os “remédios sem eficácia comprovada salvaram milhares de vidas.”

“Os tais remédios sem eficácia comprovada salvaram milhares de vidas sendo aplicados imediatamente, mesmo antes do resultado do teste. É na fase 1, na fase 2 às vezes evitam hospitalizações. Na fase 1 sempre evitam hospitalizações, sempre evitam sofrimento. Na fase 3 são ineficazes, depois que a pessoa já está hospitalizada ou intubada. […] Essa questão de eficácia comprovada a gente só vai saber daqui uns três anos. Agora tudo é experimental”, disse Alexandre Garcia

Ao final da participação do jornalista no quadro, a apresentadora Elisa Veeck desmentiu a fala de Garcia e reforçou que as opiniões dos comentaristas da CNN não refletem a posição da emissora.

“Reitero sempre para vocês que nos acompanham que as opiniões emitidas pelos comentaristas do quadro não refletem necessariamente a posição da CNN. E mais um acréscimo aqui neste fim do quadro de hoje, a CNN ressalta que não existe um tratamento precoce comprovado cientificamente para prevenir a covid-19. O que a ciência mostra é que a prevenção, com o uso de máscaras e a vacinação, são as únicas maneiras de combater a pandemia”, afirmou a apresentadora.

Alexandre Garcia coleciona polêmicas na emissora. Recentemente, no “CNN Novo Dia”, ele foi desmentido ao vivo após afirmar que jovens “não precisariam tomar a vacina segundo as estatísticas.”

O comentarista também se desentendeu com Rafael Colombo ao dizer ironicamente que “não estava sendo entrevistado” ao ser contrariado pelo apresentador quando defendeu que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) tinha “todo o direito” de lançar um decreto proibindo governadores e prefeitos de decretarem restrições para o controle de coronavírus.

Além disso, em 27 de julho do ano passado, primeiro dia do quadro, Garcia fez apologia do remédio cloroquina dizendo que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) “é a comprovação científica de que o uso da hidroxicloroquina dá certo”.

Com informações de UOL

Opinião dos leitores

  1. Vai ter gente inteligente(?) que vai falar que a culpa foi de Fátima, Dilma, Lula, ou do PT. KKKKKKK.

  2. O melhor tratamento foi o indicado pelo Mandetta, só procuraro hospital quando sentir falta de ar.

  3. Demora um pouquinho, mas uma vez por outra aparece um comentário consciente por aqui! Valeu Manoel F !

    1. Pois é! Ainda tem quem assista um lixo desse… cnn é uma globo idêntica. Lixos

    2. Liberdade de opinião não dá o direito de defender a prática de crimes ou tratamentos que colocam a vida das pessoas em risco. A liberdade de opinião tem limite, inclusive existe um tipo pena chamado apologia ao crime. Mas obviamente a CNN não está demitindo Alexandre por causa dele defender o bandido das rachadinhas ou os tratamentos sem eficácia de remédios q não curam covid, ele deve estar sendo demitido pq a audiência e popularidade desse tipo de gente está minguando e rápido viu!

    3. Assim como tem limite Manuel F, saquear os cofres públicos, como fez o seu ladrãozinho de 19 tentáculos, muitos morreram em filas de hospitais, acidente de trânsito na buraqueira das rodovias, etc. Hipocrisia sobra nos seus comentários idiota, falta mesmo é verdades imbecil.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Justiça Federal intima André do Rap, foragido há quase um ano, a pagar multa de R$ 2,4 milhões por tráfico internacional de cocaína

Foto: reprodução/PF

A Justiça Federal em São Paulo intimou o narcotraficante André de Oliveira Macedo, o André do Rap, apontado como uma das principais lideranças da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC), a pagar uma multa de R$ 2,4 milhões por tráfico internacional de drogas.

Ele está foragido desde outubro do ano passado, quando foi beneficiado por uma decisão individual do então ministro do Supremo Tribunal federal (STF), Marco Aurélio Mello, que viu excesso de prazo na prisão e determinou a soltura. Como não foi encontrado, a intimação para saldar a multa judicial foi feita nesta quinta-feira, 23, por edital.

“A intimação foi por edital, pois foram esgotados os meios de localização da parte”, explicou a Justiça Federal.

Os R$ 2,4 milhões foram impostos em um processo aberto ainda em 2013, em que André do Rap foi condenado a 12 anos de prisão por participação em uma organização criminosa voltada ao envio de cocaína do Porto de Santos, no litoral paulista, para a Europa, África e Cuba.

Em agosto, o juiz Roberto Lemos dos Santos Filho, da 5.ª Vara Federal de Santos, negou um pedido da defesa do narcotraficante para reverter a condenação e determinou que fosse expedido um novo mandado de prisão e a intimação para o recolhimento da multa.

Fausto Macedo – Estadão Conteúdo

Opinião dos leitores

  1. O cara está foragido. Portanto, para que vai servir essa multa? A justiça brasileira anda muito “engraçada”.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

VÍDEO: Escanteios bizarros viralizam e clube do RJ afasta jogadores por suspeita de ligação com apostas

Imagens: TV Leão da Serra/Cariocão

Dois jogadores do Goytacaz foram afastados do elenco depois que viralizaram lances de escanteios cedidos pela equipe na derrota por 1 a 0 para o Serrano na última quarta-feira, pela segunda rodada da Série B1 do Campeonato Carioca. A suspeita do clube é de que eles tenham ligação com esquemas de apostas.

É possível ver duas sequências de bolas jogadas pela linha de fundo, uma a partir dos 28 minutos do segundo tempo e outra já nos acréscimos. O gol do Serrano foi marcado aos 37 da primeira etapa.

Depois de rever os lances, a diretoria do Goytacaz se reuniu na quinta e decidiu afastar o zagueiro Daniel da Costa, o “Paraíba” (camisa 3), e o meia William Pereira (camisa 10). Presidente do clube, Dartagnan Fernandes reconheceu que houve afastamentos, mas não confirmou os nomes dos jogadores.

– Desde o primeiro tempo eu confesso que senti algo estranho no jogo. Logo comuniquei ao treinador, ele tentou mudar a trajetória do jogo, mas não conseguiu porque esses jogadores não atenderam. No segundo tempo, o Goytacaz estava muito bem no jogo, tínhamos plenas condições de empatar e virar. Mas esses jogadores estranhamente botavam a bola para fora sem necessidade, numa conduta que eu não sei nem classificar – desabafou o presidente, que estava presente na partida que aconteceu no Estádio Atílio Marotti, em Petrópolis.

– Eu tenho minha consciência tranquila, a diretoria tem a consciência tranquila. As medidas cabíveis que tínhamos que tomar já tomamos. Só não posso fazer nenhum tipo de acusação porque é uma coisa muito delicada. O vídeo mostra, mas eles amanhã podem dizer em depoimento que erraram. E agora? Então só o que o clube pode fazer é afastar. Não vamos relacioná-los para os próximos jogos – acrescentou Dartagnan Fernandes.

Procurados, William e Daniel não responderam até a publicação da reportagem.

GE

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Indústria da maconha já tem mais trabalhadores que dentistas e médicos nos EUA, diz estudo

Foto: Ethan Miller / AFP

Um estudo realizado nos Estados Unidos revelou que o número de trabalhadores empregados na cadeia produtiva da maconha chega a 321 mil pessoas. Isso significa a quantidade de profissionais na indústria da cannabis legalizada já supera o número de dentistas, paramédicos ou engenheiros elétricos no país. A pesquisa foi feita pelo Leafly Jobs Report em parceria com a Whitney Economics.

Os dados foram divulgados nesta sexta-feira pelo jornal The Washington Post. De acordo com a publicação, o setor continuou crescendo mesmo durante a pandemia. E acabou por absorver trabalhadores dispensados do varejo e de restaurantes durante o período de restrições no enfrentamento ao coronavírus.

Apenas em 2020 o setor agregou quase 80 mil trabalhadores, segundo o estudo. O levantamento também revelou que no ano passado a indústria da maconha cresceu 32% em relação a 2019.

— Houve uma mudança profunda de trabalhadores do varejo e restaurantes para a maconha — disse Kara Bradford, executiva-chefe de recrutamento da Viridian Staffing. Em entrevista ao Post, ela contou que já recebeu até 500 inscrições para uma vaga.

— Há uma sensação de que esta é uma indústria em expansão, divertida e interessante, com muitas oportunidades para crescer rapidamente — acrescentou Bradford.

Ao todo, dos 50 estados americanos, 16 já legalizaram o uso recreativo da maconha. Em todos eles, o uso medicinal da cannabis também é liberado. E 20 dos 50 estados legalizaram apenas o uso medicinal até agora.

O resultado da legalização é o aumento dos negócios. As vendas de maconha legalizada cresceram quase 60%, para US $ 19 bilhões no ano passado. A expectativa é de até 2025 esse montante suba para US $ 41 bilhões, de acordo com a empresa de pesquisa de Wall Street Cowen.

O Globo

Opinião dos leitores

  1. Eu já sabia. Vocês é que não sabem de nada. Ou fingem 😂😂😂
    Essa proibição é uma grande bobagem. Uma planta não obedece as leis dos homens.

  2. Com a rapidez de algumas aventuras que estão acontecendo aqui no Brasil, sei não viu, vamos passar esse povo rápido.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *