Para Macron, Amazônia é ‘bem comum’ e pede ‘mobilização de potências’ contra desmatamento

O presidente francês, Emmanuel Macron, afirmou neste sábado (24), durante pronunciamento para lançar o início da cúpula do G7, que uma das suas prioridades no evento será mobilizar “todas as potências, em parceria com os países da Amazônia”, para combater o desmatamento e investir no reflorestamento.

“A Amazônia é nosso bem comum. Estamos todos envolvidos, e a França está provavelmente mais do que outros que estarão nessa mesa [do G7], porque nós somos amazonenses. A Guiana Francesa está na Amazônia”, afirmou Macron, em cadeia nacional.

As queimadas na Amazônia foram inseridas na pauta do G7, cúpula das sete grandes economias mundiais, que vai até segunda-feira (26) em Biarritz, no sudoeste da França.

“Vamos lançar uma mobilização de todas as potências que estão aqui, em parceria com os países da Amazônia, para investir na luta contra os incêndios que estão em curso e ajudar o Brasil e todos os outros países que são atingidos. Depois, investir no reflorestamento e permitir aos povos autóctones, às ONGs, aos habitantes desenvolverem atividades preservando a floresta, que nós precisamos”, explicou o francês.

Segundo Macron, a Amazônia “é um tesouro de biodiversidade e um tesouro para o nosso clima, graças ao oxigênio que ela emite e ao carbono que ela captura”.

A manutenção do regime de chuvas e a biodiversidade, a floresta amazônica não pode ser considerada o pulmão do mundo porque ela consome a maior parte do oxigênio que produz, segundo estudos científicos. O oxigênio da atmosfera é produzido principalmente pela flora marítima.

G1

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ednardo Silva de Araújo disse:

    O Brasil tem a mais severa legislação ambiental do mundo e basta ser realmente observada para que a preservação, não apenas das florestas, mas também das matas ciliares, seja observada.

    Eu sempre viajo para as regioes centro-oeste e também para a nova fronteira denominado Matopiba, onde são alcançadas as maiores produtividades de mundo, e produção de grãos e proteínas suficientes para interferir nos preços dos principais alimentos.

    Sem que as áreas atualmente em produção no Brasil existissem, alguns alimentos teriam preços estratosféricos, ou seja, fora do poder aquisitivo da maioria da população mundial.

    Por isso eu sempre argumento que se esses ambientalistas xiitas não dispusessem, nas suas mesas, desses alimentos baratos, considerando que a parte mais sensível do corpo humano ê o bolso, com certeza o discurso deles seria diferente.

    Outra coisa, o Brasil conseguirá quintuplicar a atual produção de alimentos, sem desmatar mais nada, bastando disseminar as tecnologias já desenvolvidas pela Embrapa.

    E para melhorar a lucratividade dos produtores do MT, bastará se viabilizar o corredor para o escoamento através de algum Porto no Pacífico, já que a Ásia é nosso principal destino. E já existem projetos avançados neste sentido.

    Portanto, sem olvidar a questão ambiental, nosso foco deve ser incrementar o trabalho e renda para as pessoas carentes nessas regiões. Eu já visitei fazendas em áreas indígenas conduzidas pelos próprios, apresentando excelente produtividade Pecuaria e agrícola, graças tais etnias terem se capacitado e posto em prática as tecnologias desenvolvidas pela nossa Embrapa, instituição realmente merecedora do aporte de mais recursos, ao invés de se dar prioridade a outras menos merecedoras.

    Esse é o meu entendimento,

    Ednardo Araújo

  2. gilberto ivan disse:

    O problema com a França não é a Amazônia pegando fogo e sim o perigo da entrada dos países do Mercosul com seus produtos na Europa, a preocupação é que a França perca mercado, por isso o falatório besta desse Presidente Francês. Especulou o referido presidente não assinar o livre acordo comercial com o países da América do Sul, o que de pronto vários Presidentes falaram que esse acordo não tem volta.

  3. Antonio Turci disse:

    Bem comum uma ova. A Amazônia Brasileira é do BRASIL. Vade retro "Manè" Macron. De quiser um pedaço da Amazônia vá cuidar da Guiana Francesa.

  4. Rogeriojp disse:

    Estão querendo nos saquear outra vez. A maioria da Amazônia é brasileira e ela nos pertence. Aqui não seu bosta francês.

  5. natalsofrida disse:

    Manda essa bicha doida cuidar da merda que seus antepassados fizeram.

  6. Guilherme Luiz Bier disse:

    Boa tarde .

    Vale para a Torre Eiffel,Arco do Triunfo e o Palácio de Versalhes .

  7. avelino costa disse:

    E A FRANÇA -É BEM DE QUEM SEU , VAI CUIDAR TU TEU QUINTAL COMUNISTA SAFADO.

COMENTE AQUI