Passeio e pescar marisco em Tibau do Sul vira destaque na Folha de SP

Em Tibau do Sul (a 77km de Natal), águas mansas, uma lagoa que deságua no mar, falésia escarpadas com vegetação ainda nativa, um dos passeios mais concorridos é o  barco gastronômico pela lagoa Guaraíras
Em Tibau do Sul (a 77km de Natal), águas mansas, uma lagoa que deságua no mar, falésia escarpadas com vegetação ainda nativa, um dos passeios mais concorridos é o barco gastronômico pela lagoa Guaraíras – Alex Régis – 30.dez.2019/Folhapress

 

Quando a maré baixa no litoral próximo à praia de Pipa, um banco de areia surge no meio da lagoa de Guaraíras —distante 7 km do famoso destino turístico.

Pequenos barcos de pesca chegam ao final da tarde com turistas para observar o pôr-do-sol. É a última parada de um passeio que dura seis horas e que tem a gastronomia como principal atrativo.

A lagoa de Guaraíras é uma APA (Área de Preservação Ambiental) e apenas 11 embarcações têm autorização para navegar com turistas. Dessas, três oferecem o passeio gastronômico que, além de servir comida e bebida, ensina a pescar mariscos e coloca turistas em contato com pescadores.

Praticamente todos os peixes e crustáceos servidos a bordo são adquiridos ao longo do passeio ou retirados da água pelos turistas.

Uma das seis paradas no trajeto é o convite para pescar mariscos do fundo da lagoa. “Não tem segredo: vá tateando na areia e logo vai encontrar umas bolinhas parecidas com pedras. É marisco”, diz Carlos Frederico, que comanda uma das três empresas que oferecem o atrativo.

Para continuar lendo é só clicar aqui: https://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2020/01/em-pipa-rn-passeio-ensina-a-pescar-marisco.shtml

FOLHAPRESS