PM é executado a tiros durante assalto na Grande Natal

O sargento da Polícia Militar Adailton Cristiano Silva foi morto a tiros durante um assalto na região de Vera Cruz, município da Grande Natal. O crime aconteceu na noite desta sexta (20). De acordo com a PM, o sargento foi executado assim que os criminosos perceberam que ele era policial. Um dos suspeitos foi preso.

Ainda de acordo com a assessoria de comunicação da Polícia Militar, o sargento trabalhou durante todo o dia no 11º Batalhão, em Macaíba, onde era lotado. Quando voltava para casa, por volta das 23h30, foi surpreendido pelos assaltantes na comunidade de Córrego. Eram pelo menos três homens armados. Quando os criminosos perceberam que se tratava de um policial, mandaram o sargento ajoelhar e atiraram na cabeça dele. O carro dele não foi levado pelos bandidos.

Adailton Cristiano morreu no local. A Polícia Militar conseguiu prender um dos suspeitos logo após o crime e segue em diligências em busca dos outros criminosos envolvidos na morte.

G1

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Mpj disse:

    Extremamente lamentável, um pai de família, servo de Deus, defensor dá sociedade ser brutalmente assassinado por marginais, vagabundos, covardes, imundos, que não tem coragem de trabalhar, de enfrentar um homem pela frente. Que Deus conforte a família desse nobre policial e o receba de braços abertos.

  2. Mauricio disse:

    Enquanto isso os vagabundos não perdoam. Já no alecrim pegaram os assassinos e soltaram, deveria ser praxe para Polícia, bandido matou e foi pego imediatamente após o crime, era pra fazer o serviço completo, prender não resolve.

  3. Severino dasctroas disse:

    Enquanto os policiais atiram nas canelas dos bandidos, os bandidos atiram nas cabeças dos policiais e ainda humilham mandando os mesmos se ajoelhar. Se não voltar o mao branca no RN, isso aqui vai piorar.

    • Luciana Morais Gama disse:

      Severino, no RN o policial não tem vez, só quem manda é bandido. O PT não gosta de policial.

    • Barbosa disse:

      Vamos esperar agora a OAB mandar a comissão de direitos humanos para saber como está preso.
      Aproveitem e levem lençol, shampoo Johnson e talco.
      Ah, não esqueçam de levar a cesta de piquenique com biscoitos decorados.
      Tenham vergonha!!

  4. J. Dantas disse:

    Apenas mais um número estatístico para a instituição dos policiais, Governo do Estado, Direitos Humanos, Defensoria, Ministério |Público, judiciário e maioria absoluta da sociedade civil. Um homem de bem, trabalhador, compromissado com a sociedade e companheiro, para familiares e amigos…assim a vida segue nessa loteria da violência e morte, onde todos vão ser sorteados. Que o ser supremo conforte as famílias e os amigos. Que a justiça liberem os marginais que cometeram mais esse crime, para eles continuarem o seu trabalho controle da mortalidade adulta no RN. amém!

COMENTE AQUI