Polícia prende suspeito de ataque em Utrecht, na Holanda

Polícia fez diversas buscas domiciliares após ataque que deixou 3 mortos em Utrech. Piroschka van de Wouw /Reuters – 18.3.2019

A polícia holandesa prendeu o suspeito de ter disparado contra um bonde deixando três mortos em Utrecht, na Holanda, nesta segunda-feira (18).

A investigação vem sendo tratada como ataque terrorista, mas as autoridades holandesas não descartam que as motivações por trás do ataque sejam outras.

O suspeito detido é um cidadão de origem turca, identificado como Gökmen Tanis, de 37 anos.

Tanis tem diversas passagens pela polícia, incluindo uma recente acusação de estupro.

A agência estatal turca Anadolu, da Turquia, divulgou reportagem baseada em entrevista com parentes do atirador afirmando que ele disparou contra um parente por “motivos familiares” e depois atirou em outras pessoas que tentaram ajudar a vítima.

As autoridades policiais da Holanda também revisaram para baixo o número de feridos no incidentes: são cinco pessoas

Como foram as buscas

As autoridades receberam a informação que de estaria acontecendo um tiroteio na praça 24 de outubro às 10h25 da manhã, do horário local e desde então as buscas pelo autor dos disparos começaram.

A polícia isolou a área e aumentou a segurança em locais como escolas, aeroporto e as mesquitas da cidade.

Horas depois, foi divulgado no Twitter da polícia holandesa a foto do suspeito: um homem turco de 37 anos chamado Gökmen Tanis.

Segundo informações da agência de notícias Reuters, a polícia chegou a cercar um prédio onde o suposto atirador estaria, mas nada foi encontrado no local.

Um carro vermelho, da marca Clio e supostamente roubado, foi encontrado pelas autoridades locais. O veículo estaria ligado ao autor dos disparos.

Policiais fizeram buscas em diversos endereços e chegaram a deter uma outra pessoa, cuja relação com o ataque não foi confirmada ainda.

R7