“Quer dizer que o governo pode deixar de pagar nossos salários e nós não podemos fazer nada?”, questiona diretora do Sindsaúde-RN

Atual diretora do Sindsaúde-RN, Vanessa Cabral critica a decisão do governo Fátima Bezerra (PT), que entrou na Justiça para tentar encerrar o movimento grevista no setor. Para a representante da entidade, essa medida é antidemocrática e afeta diretamente os direitos dos trabalhadores. “Quer dizer que o governo pode deixar de pagar nossos salários e nós não podemos fazer nada?”, questiona Vanessa sobre a falta de pagamento dos salários de novembro, dezembro e do 13° salário de 2017 e 2018.

Leia repercussão no portal Grande Ponto clicando aqui

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Italo disse:

    Tem que para todos servidores públicos do estado, salario e alimentício, não pode deixar de pagar

  2. Chico Gregorio disse:

    Despesa de pessoal referente a 2017/2018, gestão Robinson Faria /Fábio Dantas deveriam ter sidos pagas com receitas dos exercícios citados , se não foi , como imaginar que o governo Fátima Bezerra poderia fazer milagre de honrar os compromissos financeiros com os servidores em 2019 rigorosamente em dia , ainda pagar rombo deixado pelos ex gestores

    • Jorge disse:

      Nessa tônica então, todo mundo pegou os prejuízos do passado, Iberê em menos de um ano de mandato inchou a folha da PM com 1000 canetadas. Existia uma conta do Estado que era para tirar só o lucro, no fim rasparam tudo.

    • SANDRO disse:

      Tem obrigação, ainda mais com 1,4 bilhão em caixa….deixe de falar merda.

  3. Teresa disse:

    Foram justamente os sindicatos que mais trabalharam para eleger a governadora. Cada um tem o governo que merece. Não adianta chorar o leite derramado. Aguenta que dói menos. To dos sabiam o que ia ser o governo dela. Esperem, vem mais novidades ai.

  4. Edivaneide disse:

    Setenta e oito dias se passaram, de concreto não se tem nada, o que vemos diariamente no diário oficial são nomeações de cargos comissionados, é de ficarmos nos questionando de onde está saindo dinheiro para pagar a todos esses cargos comissionados publicados? O que que vimos nesses últimos dias é mais a governadora está preocupada com LULA LIVRE. No entanto, onde estão os deputados estaduais e federais do RN e também os senadores? Nas piores das piores, se tivéssemos continuado com Robson, talvez já tivesse algum resultado. Também acredito que Carlos Eduardo também já teria tomado algumas medidas, porque ele sabe ser político. Por outro lado os representantes dos sindicatos estão sendo omissos excludentes com essa situação dos passivos dos servidores, se observarmos bem, todos estão em silêncio, não estão ao lado dos servidores e sim estão exclusivamente apoiando as atitudes da governadora.

  5. Lorena disse:

    Fátima não é sindicalista, não é da esquerda, ilusão do povo do RN, ela é aliada dos sindicatos, fazendo isto imagine se não fosse

  6. FLÁVIO A. disse:

    Mais um absurdo cometido pelo PT. Um partido que sempre arrotou que era a favor dos trabalhadores e agora que é Governo do RN,se esquece dos seus discursos inflamados nos palanques da vida. Governadora,em vez de estar pedindo LULA LIVRE, governe para o povo que te elegeu,sem paixões politicas mais sim com firmeza de propósito no sentido de minimizar o sofrimento de inúmeros servidores( ATIVOS,INATIVOS E PENSIONISTAS) que estão com 4
    meses DE SALÁRIOS ATRASADOS,QUANDO A IMPRENSA LIVRE DIVULGA TODOS OS DIAS QUE O GOVERNO TEM EM CAIXA MAIS DE UM BILHÃO E QUATROCENTOS MIL REAIS. SINCERAMENTE ESTAMOS TODOS DO EXECUTIVO PENDURADOS EM BANCOS,DEVENDO A DEUS E AO MUNDO ENQUANTO VEMOS A QUANTIDADES DE DIÁRIAS PAGAS A UM ÚNICO SERVIDOR. ATÉ QUANDO IREMOS AGUENTAR,SÓ DEUS SABE!!!!!

    • Assis lima disse:

      Blá Blá…os salários já estavam com atrasos a mais de 1 ano, então pare com essa blá bla da culpa é do PT.
      Quem danado era o doido que achava que o governo assim que assumisse iria pagar essa divida de imediato???

Polícia prende suspeito de ataque em Utrecht, na Holanda

Polícia fez diversas buscas domiciliares após ataque que deixou 3 mortos em Utrech. Piroschka van de Wouw /Reuters – 18.3.2019

A polícia holandesa prendeu o suspeito de ter disparado contra um bonde deixando três mortos em Utrecht, na Holanda, nesta segunda-feira (18).

A investigação vem sendo tratada como ataque terrorista, mas as autoridades holandesas não descartam que as motivações por trás do ataque sejam outras.

O suspeito detido é um cidadão de origem turca, identificado como Gökmen Tanis, de 37 anos.

Tanis tem diversas passagens pela polícia, incluindo uma recente acusação de estupro.

A agência estatal turca Anadolu, da Turquia, divulgou reportagem baseada em entrevista com parentes do atirador afirmando que ele disparou contra um parente por “motivos familiares” e depois atirou em outras pessoas que tentaram ajudar a vítima.

As autoridades policiais da Holanda também revisaram para baixo o número de feridos no incidentes: são cinco pessoas

Como foram as buscas

As autoridades receberam a informação que de estaria acontecendo um tiroteio na praça 24 de outubro às 10h25 da manhã, do horário local e desde então as buscas pelo autor dos disparos começaram.

A polícia isolou a área e aumentou a segurança em locais como escolas, aeroporto e as mesquitas da cidade.

Horas depois, foi divulgado no Twitter da polícia holandesa a foto do suspeito: um homem turco de 37 anos chamado Gökmen Tanis.

Segundo informações da agência de notícias Reuters, a polícia chegou a cercar um prédio onde o suposto atirador estaria, mas nada foi encontrado no local.

Um carro vermelho, da marca Clio e supostamente roubado, foi encontrado pelas autoridades locais. O veículo estaria ligado ao autor dos disparos.

Policiais fizeram buscas em diversos endereços e chegaram a deter uma outra pessoa, cuja relação com o ataque não foi confirmada ainda.

R7

 

Ministério da Justiça manda PF apurar suposto ataque de militantes contra ministro do Meio Ambiente na BA; MST e o PCO rebatem

 Foto: Reprodução/GloboNews

O Ministério da Justiça e Segurança Pública determinou à Polícia Federal a abertura de inquérito para apurar denúncia feita pelo ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, que relatou ter sido alvo de tentativa de agressão por parte de integrantes do Partido da Causa Operária (PCO) e do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) durante uma visita à Bahia, na quarta-feira (27). O MST e o partido negam as acusações.

Salles disse que o carro em que estava com servidores públicos foi cercado após solenidade de lançamento da pedra inaugural de concessão para revitalização do Parque Nacional Pau Brasil, em Porto Seguro, no sul do estado e que veículos oficiais foram depredados por manifestantes.

Ele usou o perfil no Instagram para relatar o ocorrido e classificou o episódio como uma “vergonha”.

“Na manhã de hoje, logo após uma bela e comemorativa agenda de Concessão ao setor privado do Parque Nacional Pau Brasil em Porto Seguro -BA, fomos cercados e atacados por membros do MST e do PCO, que agrediram as pessoas e depredaram viaturas oficiais do MMA. Uma vergonha”, escreveu Salles na postagem.

Na postagem, o ministro publicou um vídeo que mostra o momento em que manifestantes se aproximam do carro em que ele estava e também uma foto que mostra um carro com adesivo do governo federal com uma bandeira do PCO estendida na parte da frente e o vidro dianteiro estilhaçado.

Ainda no post, o ministro publicou a foto de um suposto manifestantes que teria relação com o ocorrido.

Conforme relato dos servidores que acompanhavam o ministro, houve momentos de tensão devido à violência dos manifestantes. De acordo com o depoimento colhido pelas autoridades, um dos membros da manifestação chegou a subir no teto do carro oficial, destruindo partes do veículo e, municiado de uma pedra, quebrou o para-brisa, bradando palavras de ordem e palavrões, ameaçando diretamente o ministro Ricardo Salles.

O Ministério da Justiça e Segurança Pública informou que para identificar os suspeitos, solicitou que a PF, por meio de inquérito, apure o caso como “ameaça e dano qualificado contra um ministro de Estado”.

MST e o PCO rebatem

O MST e o PCO rebateram as acusações do ministro e dos demais servidores que o acompanhavam.

A assessoria de comunicação do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra no sul da Bahia divulgou nota em que afirma que repudia o que chamou de “tentativa de criminalização” contra o MST. Disse que os manifestantes realizavam apenas uma manifestação contra a tentativa de privatização do Parque Nacional do Pau Brasil.

A assessoria ainda enviou a imprensa um vídeo com depoimento de Evanildo Costa, da direção nacional do MST na Bahia, sobre o caso.

No vídeo Evanildo diz que “Estamos acompanhando pelas redes sociais mais uma tentativa do governo de criminalizar o MST, mediante a manifestação espontânea que houve da população e diversas organizações no extremo sul da Bahia. As pessoas estavam protestando contra a privatização do parque e em defesa dos indígenas”, disse Evanildo Costa, da direção nacional do MST na Bahia.

“O MST não pratica e nem incentiva a violência, ao contrário, vemos membros do governo incentivando a violência contra os movimentos sociais, quilombolas e indígenas. A gente sabe o tanto de assassinato que já ocorreu nesse país, fruto desse incentivo, tanto de índio, quanto negro, quanto LGBTs. Estamos aqui repudiando essa atitude de violência contra os movimentos e ao mesmo tempo questionando e repudiando todo esse processo de entreguismo, todo esse processo de privatização dos recursos naturais que o governo vem fazendo para o capital financeiro internacional, principalmente”, completou.

O PCO informou que não houve tentativa de agressão contra o ministro e as acusações dele são falsas. O partido divulgou uma nota no site Causa Operária, ligado ao PCO, em que afirma que o carro da comitiva do ministro foi jogado contra os manifestantes que protestavam contra a privatização do Parque.

Além disso, Antônio Carlos Silva, membro da Direção Nacional do PCO, fez uma transmissão ao vivo via YouTube, ainda na quarta-feira, para falar sobre o caso. Ele também negou as acusações de Salles e disse que houve uma “armação” contra os manifestantes.

“Ele fez lá uma cerimônia com assessores, com pessoas que provavelmente tenham interesse na privatização do parque. Quando os manifestantes chegaram, o ministro se retirou do local, foi correndo para o carro com assessores e tentou se evadir do local como um fujão, como uma pessoa, embora sendo um ministro, uma pessoa pública, que se recusa a dar as devidas explicações ao povo. O carro em que o ministro se encontrava se lança contra a multidão. Começa a acelerar, vai de encontro, inclusive ameaçando a vida dos manifestantes”, destacou.

Silva diz que não houve tentativa de agressão.

“Não acontece absolutamente nada que tenha a ver com agressão, como as alegações do ministro. Inclusive, nos vídeos, não há nada que mostre isso, nenhuma foto, nada. Aparece, inclusive nas imagens divulgadas pela imprensa e pelo próprio ministro policiais acompanhando ao lado dos manifestantes. Se tivesse acontecendo alguma coisa que tivesse colocado em risco o ministro, como ele alega falsamente, a polícia tava acompanhando. Não há nenhum enfrentamento, nada disso, apenas o pessoal tentando bloquear a ação agressiva da parte do carro que conduzia o ministro com seus assessores”, destacou.

O diretor do PCO ainda diz que uma bandeira foi roubada dos manifestantes e usada, segundo ele, para “armar” a cena em que o carro oficial aparece com o vidro quebrado.

“momentos depois que o ministro se retira em fuga, atitude covarde, medrosa, que tem medo do povo, medo de conversar com a população, uma bandeira é roubada por parte de alguns policiais. Roubam a bandeira de militantes do PCO que estavam no local, junto com companheiros do MST, de outros setores da esquerda, sindicatos… A bandeira é roubada e aí a gente vai ver algumas horas depois essa bandeira na foto. Se vocês verem a foto postada pelo ministro, é uma armação. O carro está vazio, com a porta aberta, uma bandeira do PCO colocada sobre o carro que supostamente teria o seu vidro quebrado e aparece a acusação do ministro de que tenham sido os manifestantes que fizeram isso daí. O carro foi colocado numa pose para a foto e quem roubou a bandeira, obviamente uma armação da polícia, da segurança do ministro, colocou lá para fazer uma armação e procurar criar uma provocação, numa atitude totalmente de falsificação contra o partido”, disse.

Antônio Carlos Silva ainda nega que o membro do partido cuja foto foi publicada pelo ministro tenha envolvimento com o caso.

“O ministro apresenta aí dossiê com colocações sobre o militante nosso que teria sido responsável por essa atitude, coisa que não houve. Fala de peças quebradas do carro, sendo que o carro se retirou, inclusive, as pressas do local”, destacou.

A assessoria de comunicação do ministro Ricardo Salles disse que não vai divulgar posicionamento sobre o caso, mas pediu que o G1 encaminhasse um email para que o próprio ministro possa falar sobre o ocorrido. A reportagem aguarda um retorno dele.

G1

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. JOAO MARIA disse:

    ESTES BANDIDOS COM CERTEZA APRENDERAM COM O SEU CHEFE
    O OCORRIDO FILMADO, GRAVADO E FOTOGRAFADO E AINDA DIZEM QUE NÃO HOUVE NADA,

  2. Observador disse:

    AS IMAGENS POR SI SÓ JÁ DIZEM TUDO, VÂNDALOS, BADERNEIROS, VAGABUNDOS, TENTANDO INTIMIDAR UM MINISTRO DE ESTADO. A POLÍCIA FEDERAL TEM QUE AGIR E PRENDER ESTES MARGINAIS DISFARÇADOS DE SINDICALISTAS, DE ATIVISTAS E DE DEFENSORES DO PATRIMÔNIO PÚBLICO. NÃO PASSAM DE BANDIDOS QUE FORAM DURANTE ANOS FINANCIADOS PELO GOVERNO DO PT.

  3. Brasil é verde e amarelo disse:

    MST é uma organização criminosa aonde o governo PTralha sustentou por anos e nso resolveu …sabem porquê??? Por que a intenção e nso trabalhar e bagunçar e ganhar terras de graça e depois vender

    • Osvaldo disse:

      O mst é um dos movimento mais bem organizado do mundo .vá ler sobre esse movimento.o ele faz.e produz.

    • Amuado todo eu disse:

      Unica coisa que mst produz é vagabundo.

    • José Cláudio Pereira disse:

      Osvaldo, o PCC tambem é um movimento organizado.. e criminoso. Quando o MST nao tem CNPJ, nem nenhum documento de sua existencia, imagino que isso seja indicio claro de grupo criminoso. O pior é quando o Estado financia esse tipo de grupo criminoso em detrimento de investir em saude, educaçao e segurança. Um pouco mais de sensatez osvaldo. MST ja demonstrou muitas vezes falta de respeito as leis com muitos atos criminosos gravissimos. É uma faccao criminosa com braço politico.. Tirar foto do lado desse pessoal, é igual a fazer tatuagem com simbolo do PCC.. nao ha diferença.

  4. Joaquim disse:

    Ministro dondoca kkkkk

Renan parte para o ataque: senador critica o ministro do STF Marco Aurélio Mello

Givaldo Barbosa / Agência O Globo

O senador Renan Calheiros (MDB-AL) partiu para o ataque mais uma vez. O alvo da vez é o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio Mello. Renan, numa rede social, disse que o magistrado “espanca” a separação de poderes ao decidir pelo fim do voto secreto na votação pela Presidência do Senado. O emedebista considera que essa é um assunto exclusivo do Senado. Renan também lembrou de outros episódios em que colidiu com Mello, um deles quando Mello tentou afastá-lo da presidência da Casa por meio de uma liminar em 2016.

Coluna Expresso – (POR MURILO RAMOS)

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Carlos disse:

    Gostaria que alguém me explicasse qual é o mais safad……. fica visível tamanha preocupação para tornar público o voto aberto no quesito presidência do senado. Roub….. por cima de roub….. mas o povo quer e votam para que continud dessa forma, portanto viva esse país de analfabetos

  2. nasto disse:

    Manda prender os dois. Aurélio todos conhecem e esse LADRÃO nem se fala.

  3. Tico disse:

    Esse corrupto sabe que ninguém tem coragem de votar nele pra presidente do senado, e quer a escolha com votos do porão, longe das vistas do povo brasileiro. Trapaceiro canalha

Morre quinta pessoa baleada por atirador durante ataque na Catedral de Campinas

Heleno Severo Alves, de 84 anos, estava internado no Mário Gatti — Foto: Reprodução/EPTV

A Prefeitura de Campinas (SP) confirmou na tarde desta quarta-feira (12) a morte de Heleno Severo Alves, de 84 anos, um dos baleados durante o ataque na Catedral Metropolitana, na terça-feira. Ele estava internado no Hospital Municipal Dr. Mário Gatti, onde passou por cirurgia após ser ferido por dois disparos nas regiões do tórax e abdômen. Outros quatro fiéis morreram na igreja.

Os outros mortos pelo atirador Euler Fernando Grandolpho são Sidnei Vitor Monteiro, de 39 anos, José Eudes Gonzaga Ferreira, de 68, Cristofer Gonçalves dos Santos, de 38, e Elpídio Alves Coutinho, de 67. A Catedral foi reaberta nesta quarta com uma missa em homenagem às vítimas.

Outras três pessoas feridas durante o ataque foram socorridas para unidades de saúde em Campinas e já tiveram alta. Entre elas estão Maria de Fátima Frazão Ferreira, de 68 anos, levada ao Hospital da Unicamp após ser baleada em uma das pernas; e um homem de 64 anos, que foi atingido por dois tiros de raspão e recebeu atendimento no Hospital Beneficência Portuguesa.

Jandira Prado Monteiro, de 65 anos, ferida nas regiões do tórax e uma das mãos, recebeu alta do Mário Gatti nesta tarde e foi ao velório do filho Sidnei Monteiro, no Cemitério Parque das Flores.

Foto: Arte / G1

Com informações do G1

Ciro: “Neste País, até deputado se compra, quanto mais instituto de pesquisa…”

Ciro Gomes, animado com a possibilidade de se concretizar como “terceira via”, disse hoje em encontro no Instituto dos Arquitetos do Brasil, em São Paulo:

“Veja, o que a gente precisa tirar, como cidadão no Brasil, de lição dessas pesquisas, que estão saindo praticamente todo dia, é que não é razoável que um cidadão amadurecido politicamente entregue sua decisão, sua preferência em relação à sorte da nação, da sua família, a institutos de pesquisa.”

O candidato do PDT continuou:

“Nem porque eles podem ser desonestos — porque, neste País, até deputado se compra, quanto mais instituto de pesquisa –, mas basicamente porque temos um sistema que podemos ter duas opções: uma no primeiro turno e outra no segundo.”

O Antagonista

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Armando Cruz de madeira disse:

    Errar uma vez é LULICE.
    Errar duas vezes já é DILMAIS!
    Três vezes então é coisa de retHADDAD.

  2. Papa Capim disse:

    meu coroné ciro vai dar uma surra de chibata no boneco do pt e no capitãozim kkkkkkkk

  3. Chico disse:

    Ciro tem toda razão. Quem encomenda quem contrata, tem todo direito de dizer como quer. Faz tempo que Bolsonaro atingiu 40 % e os institutos da Globo não mostra a verdade.

    • Chicote pra otários disse:

      Quando o ladrão prisioneiro tava na frente nas pesquisas, ninguém nem esses Petralhas cogitava a idoneidade das pesquisas, agora com a onda Bolsonaro 17, eles já arrumam uma nova teoria da conspiração. Kkkkkk

Ciro Gomes diz que Haddad está se mostrando arrogante, e completa: “Brasil não suporta mais presidente fraco”

Ciro: “Haddad está se mostrando arrogante”

Questionado na sabatina de CBN e G1 se pensa em apoiar Fernando Haddad em um eventual segundo turno entre o petista e Jair Bolsonaro, Ciro Gomes mudou o discurso, dizendo que ainda não pensa neste cenário.

“Nem a pau, Juvenal. Aceitaria o apoio dele, mas ele está se mostrando inexperiente ou arrogante, já se acha vitorioso, sabe do risco de perder para o Bolsonaro.”

Ciro contra Haddad: “Brasil não suporta mais presidente fraco”

Ultrapassado por Fernando Haddad nas pesquisas, Ciro Gomes voltou hoje suas baterias contra o presidenciável do PT.

“O Brasil não suporta mais um presidente fraco que tenha de consultar o seu mentor. Foi assim com a Dilma, uma pessoa honrada, mas sem experiência e maturidade política, eleita na popularidade do Lula e que, na hora da crise, nomeou Lula ministro. Se apertar, o Haddad vai fazer o quê? Ir para Curitiba?”, afirmou Ciro em sabatina de CBN e G1.

Antagonista- CBN-G1

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. lampejao disse:

    Esse Ciro Gomes é um Idiota,joga ìndices Estatísticos na TV,Tudo Chutado, e os imbécis analafabetos engolem como se fosse verdadeiros,esse idiota Vai Perder até no Ceará……

  2. joão gomes disse:

    Ciro gomes é o mais preparado? Por favor né conterrâneos! O cara é um burro, isso sim. Não viram o vídeo dele falando inglês? Ele não sabe falar inglês, não é formado em HARVARD como dizem, apenas fez um curso de verão lá SEM SE SUBMETER A PROVAS!
    Ele já agrediu 2 jornalistas só nessa campanha, fora as patadas nos eleitores nas eleições passadas. Vejam o TEATRO DA TESOURAS no youtube e aprendam.
    Vejam também FARSA EDUCAÇÃO NO CEARÁ e entendam como se conseguiram os "melhores números do Brasil"…
    Ciro gomes é um incompetente, criminoso e agressor de mulher. (batia em patrícia pillar)
    Só sendo um 'jumento de carga' pra votar nele.
    Vote 17 pra acabar com a safadeza nesse país!

  3. Armando Cruz de madeira disse:

    A conta do PT chegou e tá difícil de pagar…..

  4. Coronel disse:

    O melhor candidato entre os mais cotados é o Ciro Gomes. Antes que venham falar sobre o projeto dele de tirar o povo do SPC , pesquisem para entender melhor. Por sua vez, o Bolsonoro é o pior de todos. Nem tanto por ele ser supostamente preconceituoso e racista, mas principalmente porque ele não tem a capacidade de dirigir um boteco, muito menos o Brasil. As propostas ultraliberais do Paulo Guedes visam enriquecer ainda mais os banqueiros em detrimento da classe trabalhadora. Daqui a dez anos, a conta virá.: sem previdência, sem empregos, salário mínimo irrisório, violência alarmante. É esse o Brasil que vocês querem?
    Votem 12. votem Ciro.

    • Rosa disse:

      Outro cangapé que os petralhas esquerdopatas deram nesse doidin. Kkkkkkkkkkkkk. Bem feito, se acha um grande estadista, so porque o Ceará tem a maior densidade de facções criminosas do brasil.

    • Manoel disse:

      BOLSONARO presidente

    • Wagner disse:

      Concordo em número, gênero e grau. Eleitor: informe-se sobre o que os candidatos pretendem fazer. Não votem em bravatas.

“Não sou dessa esquerdinha boboca, não, que fica alisando bandido”, diz Ciro Gomes

Foto: Wesley Masrcelino

O candidato do PDT à Presidência, Ciro Gomes, disse, nesta segunda-feira (3), em sabatina promovida pela Folha em parceria com o UOL e o SBT, que não faz parte “dessa esquerdinha boboca que fica alisando bandido” e que mandará prender empresários que estiverem praticando locaute em meio a greves.

Ciro deu a declaração ao ser questionado como trataria uma greve de caminhoneiros e as demandas do setor se for eleito. O candidato disse que, se for eleito, em seu governo “ninguém vai fechar estrada para impedir pessoas doentes de transitar, para impedir galinha de chegar viva”.

Segundo ele, 70% dos que pararam na greve de maio não eram caminhoneiros, mas “empresários que usam a linguagem da greve para fazer locaute”. “E esses daí a gente vai buscá-los no escritório de ar condicionado deles. Vai buscar com a Polícia Federal, e se for necessário, vou mandar prender”, disse.

“Quem transgredir a lei vai preso, não tem conversa. Não sou dessa esquerdinha boboca, não, que fica alisando bandido”, completou.

No fim de semana, uma nota assinada pela União dos Caminhoneiros do Brasil afirmava que haveria uma greve após o feriado.

O comunicado foi uma iniciativa isolada de um dos membros do grupo de WhatsApp, de acordo com o caminhoneiro Salvador Edimilson Carneiro, que administra o grupo de Facebook União dos Caminhoneiros do Brasil.

Ciro criticou ainda a política de preços da Petrobras, mas disse que não subsidiará o petróleo aqui.

“Como devemos cobrar esse petróleo? Pelo preço especulativo internacional ou pelo custo de produção aqui?”, disse. “Eu não vou colocar dinheiro público para fazer um preço artificial. Eu vou garantir que a Petrobras vai cobrar todos os seus custos de produção, vai remunerar o seu imobilizado, vai remunerar o investimento e vai ter lucro em linha com as melhores práticas internacionais.”

Na sabatina, o candidato defendeu sua proposta de refinanciamento para brasileiros que estão no SPC (Serviço de Proteção ao Crédito), dizendo que os bancos públicos não assumiriam a dívida no caso dos cidadãos que não pagarem as novas parcelas.

Segundo ele, sua proposta prevê o “aval solidário” —grupos de cinco a dez pessoas que se comprometerão de pagar as dívidas uns dos outros, no caso de inadimplência. Ciro afirmou que isso já foi aplicado no Banco do Nordeste e a inadimplência registrada foi de 1,5%.

Ciro voltou a defender a revogação da PEC do teto de gastos e da reforma trabalhista e disse que vai propor as duas, junto com a reforma da Previdência, já nos primeiros seis meses de governo, se for eleito.

“Propor na primeira hora faz da eleição um plebiscito”, disse.

Ao ser questionado sobre Previdência para funcionários públicos, Ciro Gomes disse que passará um “pente fino, finíssimo” assim que eleito para reduzir gastos.

Ele, contudo, disse que o maior problema nacional não é o funcionalismo público, mas os juros da dívida pública e a falta de profissionais nas áreas da saúde, educação e Forças Armadas.

CORRUPÇÃO

Durante a sabatina, Ciro atacou o candidato do PSDB, Geraldo Alckmin, que, segundo ele, “deixa roubar”.

Ele comentava a proposta presente no seu plano de governo entregue ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral), de que em caso de “qualquer acusação ou denúncia específica fundamentada”, o ministro ou ocupante de cargo de confiança “se afastará voluntariamente da posição e pedirá uma apuração independente”.

“O presidente da República tem que dar exemplo, a tarefa do presidente, do chefe de Estado, não é só não roubar, é não deixar roubar. Eu não tenho dificuldade com as questões escandalosas que envolvem o [Geraldo] Alckmin, mas é flagrante que ele deixa roubar”, afirmou.

Ao ser questionado sobre reportagem da revista Veja em que o ex-tesoureiro do Pros Niomar Calazans diz que Ciro “sabia e participava” de um esquema de extorsão no Ceará denunciado pelos irmãos Batista e que envolveria seu irmão, Cid Gomes, Ciro disse não haver “gravação, delação premiada, um testemunho, um documento, uma pista, uma pegada, seja o que for” contra ele.

Ciro acusou ainda o presidente Michel Temer (MDB) de ter “encomendado” a reportagem da revista, que chamou de “moribunda”.

Questionado se tinha provas sobre essa acusação, o candidato do PDT disse que o “financiamento que, com o BNDES quebrado, estão obtendo” provaria.

A série de entrevistas continua nesta terça (4), com a candidata da Rede, Marina Silva. Foram convidados nove presidenciáveis. Segundo a lei eleitoral, concorrentes de partidos com ao menos cinco parlamentares têm direito a participar de debates no rádio e na TV.

Folha de São Paulo

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Chiquinho disse:

    Ciro não sabe o que diz, depois do pé na bunda que o presidiário deu nele. Aliás ele nao quer o apoio de jeito nenhum do MDB mais morre de amor pelo PT. Pergunto, qual a diferença entre esses dois partidos? Os dois protagonizaram o maior escândalo de corrupção do mundo. Por fim dr Ciro Gomes, como vai a bandidagem no Ceará, onde o Sr e seu irmão governou???

  2. André Carvalho disse:

    #Ciro2018

  3. Jefferson disse:

    Isso e um Louco!!! acho que pior e o cidadão que vota num cara desses.

  4. George Luiz de Almeida Souza disse:

    De manhã ele critica a atuação policial;
    De tarde elogia a polícia.
    No outro dia de manhã diz que vai mandar soltar bandido;
    ao chegar a tarde, diz que vai endurecer com os bandidos;
    Fala que quer o apoio do PT e ao levar o pé na bunda do partido, afirma que nunca correu atrás dos petistas;
    Diz que vai dar um jeito do povo pagar suas dívidas, como? Alguém vai sair perdendo, se ele perdoar perdem as empresas, se ele bancar o financiamento perdemos nós através dos impostos, é um mágico?
    De manhã ele dá escândalo com os eleitores, perde completamente a linha. De tarde sai em caminhada abraçando jovens e beijando crianças.
    Ciro é normal?
    Qual a confiança que podemos ter numa pessoas que muda de opinião ao sabor do momento?
    Sem contar que ele já disse que vai dar perdão judicial a turma corrupta condenado pela lava jato. É isso que o povo brasileiro quer?? Tô FORA! Chega de esquerda bipolar! Basta de vermos um país sem rumo! Foram 13 anos de imoralidades sociais, legais e contra a família.
    O povo brasileiro não precisa de mais enroladas

  5. Tico disse:

    Numa hora ataca a direita, depois a esquerda, isso entrega a alma ao diabo pra ter voto e roubar

  6. Rosa disse:

    Uma hora diz que vai dar fuga a bandido, que recebe a polícia a bala, que vai botar a justiça num quadradinho, aí outra hora dá uma declaração dessa, é um desespero da mulesta p receber votos. Mas num vai não, ele num vai ter voto não.

Assaltantes atacam caminhão do Capital Inicial no Rio de Janeiro

O vocalista da banda Capital Inicial, Dinho Ouro Preto, relatou no Facebook que sua equipe foi assaltada na Avenida Brasil, uma das principais vias de entrada no Rio de Janeiro, no domingo, 11. Em uma postagem ele relatou que o motorista do caminhão que transportava equipamentos da banda foi abordado por homens armados com fuzis, por volta das 7h.

“Levaram o caminhão para um local onde entraram no baú armados com fuzis. Viram que não dava pra levar o equipamento porque era muito pesado, então assaltaram o motorista e liberaram a carga”, contou o cantor.
Quando chegava ao Rio de ônibus pela mesma via expressa, a equipe do Capital Inicial testemunhou um tiroteio. “Um motoqueiro deu quatro tiros à queima roupa no que parecia ser um ladrão. Isso a trinta metros da frente do ônibus.”

Na segunda-feira, 12, no sentido contrário, o veículo passou por um cadáver na via. “Mais um ‘incidente’ – um outro corpo morto estendido no chão no meio da Avenida Brasil”, contou Dinho.

O cantor não deu detalhes sobre local e hora onde ocorreram o roubo e os tiros e onde o corpo foi visto.

Avenida. O compositor Moacyr Luz foi assaltado enquanto seguia para Sapucaí, na noite de domingo, 11. O táxi em que o sambista estava foi abordado na altura da Central do Brasil por criminosos que levaram os seus pertences. Mesmo assim, ele desfilou pela escola Paraíso do Tuiuti, da qual é compositor.

Em nota publicada em sua página no Facebook, os produtores do artista disseram que ele estava bem e que foi um “susto grande”. “Um susto grande, mas #Moacyr seguiu à Avenida conforme planejado. ‘Moa’ tem santo forte! #Carnaval2018 #Folia”, disse a nota.

Estadão Conteúdo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Haroldo disse:

    Todo mundo sabe que o RJ está entregue a bandidagem, então tem que está preparado para esse tipo de surpresa. Não tem o direito de reclamar de violência

  2. Cidadão Indignado disse:

    A ex cidade maravilhosa, hoje é o inferno dentro do Brasil. Lugar horrível, muito pior que faixa de Gaza…

  3. Silva disse:

    Isso é uma pouca vergonha desses que se diz outoridades, taí uma cidade maravilhosa entregue aos bandidos armados, imoral!

Tribunal da Finlândia decreta prisão preventiva de autor de ataque terrorista

Um tribunal de Turku decretou nesta terça-feira (22) a prisão preventiva do marroquino de 18 anos que matou duas mulheres e feriu outras oito pessoas com uma faca na última sexta-feira (18), ato que é considerado o primeiro ataque terrorista já realizado na Finlândia. As informações são da agência EFE.

Identificado como Abderrahman Mechkah, o homem enfrenta duas acusações por homicídio e oito de tentativa de homícidio com motivações terroristas.

Meckhah participou por videoconferência de uma audiência judicial, já que continua internado em um hospital de Turku, onde se recupera do tiro recebido na coxa antes de ser preso.

O mesmo tribunal deve julgar outros quatro pedidos de prisão preventiva contra marroquinos presos após o ataque. A polícia da Finlândia considera que eles sejam cúmplices de Mechkah.

São dois jovens de 18 anos, um de 24 e outro de 28, que tinham relação com o autor do esfaqueamento. A polícia pediu que três deles sejam julgados pelos mesmos crimes de Mechkah.

Além disso, as autoridades da Finlândia fizeram um pedido de ordem internacional de prisão contra um sexto suspeito, também marroquino, que não mora no país.

Homem esfaqueia várias pessoas em praça na Finlândia

Um homem ainda não identificado esfaqueou várias pessoas nesta sexta-feira (19) em uma praça da cidade finlandesa de Turku, ao sudoeste do país, informou a Polícia da Finlândia por meio do Twitter. A informação é da Agência EFE.

Após o ataque, os agentes atiraram e prenderam o suspeito. As Polícia pediu para que as pessoas evitem ir ao centro de Turku até que fique comprovado que não existe mais perigo.

Suspeitos planejavam ‘ataque de maior alcance’ em Barcelona, diz polícia

Os suspeitos pelos ataques em Barcelona e Cambrils, na Espanha, preparavam um “atentado de maior alcance”, afirmou nesta quarta-feira o chefe da polícia regional da Catalunha, Josep Lluís Trapero.

“Estavam preparando um ou vários atentados em Barcelona. A explosão em Alcanar (na noite de quarta-feira) foi o que evitou um ataque de maior alcance”, afirmou Trapero, se referindo ao incidentes neste município 200 km ao sul de Barcelona.

Segundo a polícia, uma quantidade ainda não determinada de pessoas estava nesta casa em Alcanar na quarta-feira preparando explosivos quando o imóvel explodiu, matando uma pessoa.

Espanha está há mais de dois anos em nível 4 de alerta antiterrorista

Desde junho de 2015, a Espanha está em nível 4 – de uma escala de até 5, quando o risco é considerado elevado e iminente – de alerta antiterrorista. A decisão de elevar o nível se deu com a avaliação de que o país estaria sob ameaça depois que ocorreram ataques na França. Hoje, uma van atropelou dezenas de pessoas no centro de Barcelona. Até agora, uma morte foi confirmada oficialmente, além de 32 feridos – 10 em estado grave -, mas a imprensa local dá conta de que há pelo menos 13 mortos, citando fontes policiais.

A entrada em funcionamento do Nível 4 em 2015 significa uma maior vigilância de infraestruturas consideradas críticas, como estações, aeroportos e usinas nucleares, além de ativação de todas as unidades policiais dedicadas à prevenção, investigação e informação na luta contra o terrorismo. O governo espanhol também decidiu aumentar a presença de forças de segurança nas ruas, mas não mobilizou as forças armadas. A primeira vez que a Espanha usou níveis de alerta de terror foi em março de 2005, depois de ataques jihadistas em Madri um ano antes.

A imprensa local também disse que a polícia encontrou uma segunda van, que estaria conectada ao ataque de Barcelona. Minutos antes, foi divulgada uma fotografia de um dos possíveis responsáveis pelo atentado. O jornal El País descreveu o indivíduo com cerca de 1,70 metro de altura como o responsável pelo aluguel da van. Seu nome seria Driss Oukabir Soprano e ele vestia uma camiseta branca com listas azuis.

Pelo relato da polícia feito ao jornal, depois do atropelamento, o terrorista deixou o veículo e realizou alguns disparos durante a fuga. O periódico informa ainda que suas contas nas redes sociais estão sendo investigadas na tentativa de obter pistas sobre possíveis cúmplices.

O mesmo modus operandi já registrado em outras cidades europeias foi usado hoje, com um motorista avançando com uma van contra uma multidão em uma avenida do centro da cidade. Também ocorreram ataques neste mesmo formato desde o ano passado em Londres, Nice, Berlim e Estocolmo. Em todos os episódios, extremistas muçulmanos foram apontados como autores do crime. O acesso às estações de metrô da região foi fechado em uma das cidades que mais recebem turistas nesta época do ano, quando é verão no Hemisfério Norte e a maioria dos alunos está em férias.

Para investigadores, PMs vítimas de ataque no Rio Potengi foram confundidos com facção rival

Os policiais vítimas de ataque de criminosos na tarde da quinta-feira (10) podem ter sido confundidos com integrantes de facção rival daquela que domina a área do Paço da Pátria. Essa é uma das suspeitas dos investigadores que estão acompanhando o caso. As informações foram publicadas em reportagem do Portal No Ar.

De acordo com a matéria, O tenente coronel Zacarias Mendonça, chefe do Policiamento Metropolitano informou: “Trabalhamos com essa probabilidade, que é muito forte, de que os três foram confundidos com membros de facção rival”.

Ainda segundo o Portal No Ar, as buscas pelo subtenente Amaurí Soares Firmo, desaparecido no atentado, seguem com equipes da Marinha, Corpo de Bombeiros. A megaoperação para localizar os suspeitos envolvem ainda homens do 1º Batalhão de Polícia Militar, do BPChoque e do Bope.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Tarcísio Eimar disse:

    Faz de conta q foi proposital. Aproveitem pra exterminar esses bandidos

[FOTOS] Mais um incêndio é registrado neste domingo. Dessa vez na STTU

Mais um incêndio foi registrado na noite deste domingo (31). Depois do fogo na região de mata no topo do Morro do Careca, o registro de incêndio aconteceu há pouco na Ribeira. Nas imagens enviadas, os moradores da região apontaram o local como sendo a sede da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (STTU).

A polícia e os bombeiros foram acionados e já estão no local. Não há registro de feridos. Mesmo com os indícios, ainda não há confirmação de que o incêndio faça parte da série de ataques comandados de dentro dos presídios em represália à instalação de bloqueadores de sinais nos presídios do RN.

WhatsApp Image 2016-07-31 at 22.56.43

WhatsApp Image 2016-07-31 at 23.02.29

WhatsApp Image 2016-07-31 at 22.57.04

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. jose disse:

    Esse problema se resolve e so a população tocar fogo nos CDPs e iniciar pelo interior que demora o bombeiro chegar

    • Ajuda disse:

      BG, excesso de democracia faz mal. Comentários idiotas como esse, você deveria evitar de liberar. Um idiota falando besteira.

  2. Renato disse:

    Quando será a hora que tocarão fogo nos presídios??

  3. Luciano Barbosa disse:

    O prédio da STTU fica à esquerda na foto e o incêndio, à direita.

Estado Islâmico ameaça fazer mais atentados em países da coligação internacional

Foto: RTP
Foto: RTP

O grupo extremista Estado Islâmico ameaçou hoje (16) fazer mais atentados, semelhantes aos de Paris, na sexta-feira (13), em outros países que integram a coligação internacional que bombardeia as posições do movimento no Iraque e na Síria.

Em um vídeo difundido na internet pela filial do Estado Islâmico na região iraquiana de Kirkuk e cuja autenticidade não pode ser confirmada, o grupo extremista afirmou que vai atacar os Estados Unidos, Austrália, Canadá e Bélgica, entre outros, “se continuarem os bombardeios contra os muçulmanos”.

“Digo aos países da coligação [liderada pelos EUA] que não vão continuar a viver em segurança até que os muçulmanos vivam em segurança nos seus países”, declarou um combatente do Estado Islâmico na gravação.

Sob o título “Até que chegou o castigo”, o vídeo começa com imagens dos meios de comunicação social sobre os atentados de Paris, seguindo-se as advertências de vários jihadistas jovens, que não se identificam.

Um deles pediu aos “crentes que sigam o exemplo dos irmãos [franceses] e ataquem os infiéis nos seus próprios lares [países]”. “Dizemos aos cruzados, especialmente à França, que não estarão seguros enquanto os seus aviões sobrevoarem os países dos muçulmanos. Isto [os ataques de Paris] foi uma simples resposta”.

Outro jihadista, armado com uma espingarda, sugeriu que os ataques podem ser feitos “com engenhos explosivos, tiros, facas, veículos, pedras…”. Ele lembrou os ataques feitos no passado no Canadá, Bélgica e Austrália e prometeu que o grupo vai continuar a espalhar o terror nesses países: “O que vem aí é pior e mais amargo”, avisou.

O terceiro combatente referiu-se aos EUA, onde – sublinhou – a população “não vai ter segurança até que os muçulmanos vivam em segurança”.

O vídeo foi difundido após um bombardeio, esta madrugada, da Força Aérea francesa contra a cidade de Raqa, principal reduto do Estado Islâmico na Síria, em resposta a vários atentados terroristas perpetrados em Paris e nos quais morreram pelo menos 129 pessoas e mais de 400 ficaram feridas.

Fonte: Agência Lusa