Presidente garante que não vai propor fim da multa de 40% do FGTS

Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro disse hoje (20) que não vaipropor o fim da multa de 40% sobre o salto do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) de empregados demitidos sem justa causa. “Em nenhum momento vocês vão me ouvir falando de acabar com multa de 40% FGTS”, disse a jornalistas, em entrevista em frente ao Palácio do Alvorada.

Ele ponderou, no entanto, que a multa virou regra, uma vez que é difícil ocorrer, segundo ele, demissões por justa causa. “Dificilmente, você dá demissão por justa causa. Mesmo dando, o cara entra com ação contra você. Dificilmente se ganha ação nesse sentido. Os patrões pagam [a multa]”, disse.

“Assim como quem estava empregado ficou mais difícil ser demitido, quem empregava começou a não empregar mais pensando em possível demissão”, justificou. Apesar disso, afirmou: “Não vou propor [o fim dos] 40%”.

Ontem (19) à noite, a assessoria de imprensa do Palácio do Planalto divulgou nota à imprensa negando qualquer estudo sobre o fim do pagamento da multa.

Saque do FGTS

O presidente disse ainda que amanhã (21) fará uma reunião com ministros para tratar do saque do FGTS. “A palavra final eu vou ouvir essa semana da equipe econômica”, diz. O governo estuda liberar o saque de parte do saldo das contas ativas e inativas do FGTS. A medida injetaria recursos capazes de estimular a economia.

Segundo o presidente, “pequenos acertos” estão sendo feitos. “Não queremos desidratar a questão do Minha Casa, Minha Vida, que é importante para quem precisa de uma casa. Não queremos ser irresponsáveis”. O programa do governo federal, que oferece condições atrativas para o financiamento de moradias para famílias de baixa renda, usa recursos do fundo.

Agência Brasil

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Robert disse:

    CALA A BOCA MAGDA!
    KKkkkkkkkkkkk…
    Calado esse cidadão é um poeta.

  2. Antonio Turci disse:

    Para quem é do contra, nada que o Presidente Bolsonaro fizer pelo povo será aceitável. É a turma do "quanto pior, melhor". O saque de até 35% do FGTS, para quem está financeiramente apertado, é, sim, meritório, salvo melhor juízo.

  3. Tarcísio Eimar disse:

    O presidente está se enrolando, mexendo nas coisas q não são problemas no BR. Sacar FGTS e multa a população e empresariado já degluti faz tempo, o que seria justo era corrigir os saldos FGTS ao menos próximo dos jutos a que o mesmo FGTS é utilizado para financiamentos. JB, tem coisa mais importante pra se preocupar.

  4. Maria disse:

    Ele diz algo, tipo assim…se colar, colou, daí se nao colar ele desfaz. Quem nåo tem programa de governo é assim mesmo. É melhor Jair se acostumando.

  5. […] Presidente garante que não vai propor fim da multa de 40% do FGTS […]

  6. Luciano disse:

    E QUEM ACREDITA EM QUEM NÃO TEM PALAVRA?

COMENTE AQUI