PROJEÇÃO DO BG: Confira as projeções para a coligação 100% RN para deputado federal

O Blog do BG mais uma vez lança rodada de projeções para as eleições proporcionais como fez nos pleitos de 2012 e Natal, 2014 no Estado e 2016 em Natal. As projeções são feitas com base nas pesquisas realizadas pelo Instituto Consult de junho até a primeira semana de outubro. Ela abrange as eleições para deputado estadual e para deputado federal. Em 2012, o blog acertou 24 dos 29 vereadores eleitos. Em 2016, o BG acertou 21 dos 29 vereadores eleitos em Natal em Natal. No pleito de 2014, para deputados, o BG acertou os oito deputados federais eleitos e 21 dos 24 deputados eleitos.

Para 2018, a base de pesquisas foi a maior da história do Rio Grande do Norte. Foram realizadas 6.800 entrevistas divididas em quatro pesquisas de 1700 questionários. Nas quatro pesquisas, foram citados 79 nomes 113 aptos pela Justiça Eleitoral para a concorrerem nas eleições de deputado federal.

Todas as análises feitas foram projetadas com base em cada coligação de forma separada levando em consideração o eleitorado potiguar de 2.373.678. Estimando, aproximadamente 40% de votos em branco, nulos e abstenções, deveremos aproximadamente 1.500.000 de votos válidos. Por tanto, o quociente eleitoral deverá ser de aproximadamente de 190 mil votos, ou seja, a cada 190 mil votos, a coligação ou partido elege um federal.

100% RN (MDB/DEM/PP/PODE/PDT/PODE)

Esta coligação reúne 15 candidatos. Segue a lista dos mais citados:

1º Walter Alves
2º José Agripino
3º Beto Rosado

Projeção do Blog: 2 + 1 vagas

Pela avaliação do Blog, essa coligação elege dois deputados federais, sendo Walter Alves eleito e, se não o mais votado, um dos deputados mais votados do Rio Grande do Norte. José Agripino também eleito com tranquilidade. Essa coligação também pode eleger o terceiro deputado federal na sobra, só que com menos chances que outras coligações porque deve ter uma sobra de no maximo 140 mil votos. Para conquistar a terceira vaga, a coligação depende do bom desempenho dos candidatos e ainda contar com uma quebra de votos das outras coligações. Se confirmar a terceira vaga, o eleito será Beto Rosado.