Rosalba diz que democracia brasileira suporta manifestações populares

“Nós podemos fazer, sim, realizar manifestações pacíficas como a que ocorreu ontem, não só em Natal, em todo o País”, disse a governadora Rosalba Ciarlini, ao analisar o movimento que reuniu cerca de 20 mil pessoas na tarde de quinta-feira, na capital.

Segundo a governadora, a manifestação, na maior parte do tempo, “foi marcada pelo equilíbrio, muito embora tenha sido necessário conter algumas explosões daqueles que não estavam sintonizados com os objetivos da manifestação”.

Rosalba ressaltou que, “apesar de muito jovem, a democracia brasileira deu uma demonstração de amadurecimento. Milhares de pessoas tomaram as ruas de todas as capitais brasileiras de maneira pacífica sem que essas manifestações, em nenhum momento, colocassem em risco as instituições brasileiras”.

A ausência de partidos políticos e de entidades sindicais foi um ponto ressaltado pela governadora. “Talvez isso tenha contribuído para dar mais força e dimensão às manifestações populares em todo o País”.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. VILMA LÚCIA S. NEVES disse:

    Mais uma vez a governadora do RN se pronuncia como se ela fosse parte dos anseios do povo, como se fosse parte do exercício democrático. Não, ela não faz parte. Ela é tão resquício do modelo de governos centralizadores, conservadores e do descaso com a sociedade quando Agripino Maia e outros de igual amoralidade política.
    Rosalba ao deveria se pronunciar num momento como este porque seu governo é um dos grandes motivos para que este MOVIMENTO exista no RN. Mais uma vez ela se mostra "cara de pau", sem o mínimo de responsabilidade e coerência entre o diz e o que faz.
    Crianças (bem como pessoas de todas as idades) morrem à míngua nos hospitais do RN), e ainda, deve-se levar em consideração que o RN conta de fato como 1 (um) único hospital que deveria ter condições de atender prontamente a toda população em casos de risco. Todavia, pessoas doentes são tratadas como lixo humano. A realidade é cruel. A coisa mais difícil é ter um leito na UTI. sempre falta leitos de qualquer natureza. Os médicos SEMPRE insuficientes para atender a demanda. Medicamentos? Meus Deus!! Não existe. É vergonhoso ir aos hospitais no RN. Pessoas deitadas no chão do Hospital Walfredo Gurgel enquanto esperam atendimento é uma constante. Uma criança de 6 (seis) anos de idade esperou para operar o braço quebrado em 2 (dois) lugares por 2 (dois) dias! Isto é um absurdo. Mas não é NADA tendo em vista o que acontece diariamente naquele inferno que costumamos chamar de hospital.
    As escolas do RN estão sucateadas. As estruturas das escolas, os equipamentos, as condições de trabalho, a merenda escolar, a qualificação profissional, os salários dos profissionais da educação, tudo faz vergonha. Tudo é uma questão de indignação da população. Entretanto, a ignorância política da sociedade em geral faz com que esta situação se perpetue.
    Se a sociedade começar, mesmo tarde, dizer NÃO a políticos oportunistas, corruptos e incompetentes no que diz respeito a elaboração, implantação e implementação das políticas públicas, toda esta situação de descaso IRÁ DIMINUIR, já que acabar é um sonho distante. Digam NÃO o Rosalba e toda sua corja!
    Rosalba não pertence a este momento de despertar democrático. Rosalba não respeita a população que a elegeu, não merece está no cargo que a população lhe concedeu nas urnas.
    Mas, não vamos nos restringir a uma crítica única. Que os Movimentos sociais que acabam de se iniciar tomem forma mais organizada. Que seus organizadores saibam dirigir suas reivindicações de maneira clara e direcionada. Que os orquestradores e patrocinadores do vandalismo existente em todas as cidades sejam punidos com o rigor da lei. O patrimônio chamada público é porque somos nós, todos nós cidadãos seus donos. Zelemos por ele. Nos custa muito caro. O patrimônio público é o que nos resta depois de todos os milhões que nos são roubados pelos políticos que elegemos por falta de conhecimento, por falta de cultura cívica, por sermos uma ainda uma Nação nanica no que diz respeito a prática da cidadania, ao exercício da democracia.
    Ainda votamos em troca de um emprego, de uma cesta básica, de um saco de cimento ou de uma prótese dentária. Mas, não somos de todo responsáveis. Somos vítimas também dos nossos governantes que a todo custo nos mantém sob o domínio da ignorância. Discordam? Pesquisem: 1. percentual de brasileiros analfabetos; 2. percentual de brasileiros alfabéticos funcionais; 3. percentual de brasileiros que concluem o ensino fundamental; 4. percentual de brasileiros que concluem o ensino médio; 5. percentual de brasileiros que concluem o ensino superior. E pasmem o os ridículos números de mestre e doutores. Chega ser patético se compararmos com os percentuais de muitos países da América Latina.
    Bem, vamos refletir. Falei de percentuais no Brasil, mais chamo atenção de todos vocês, no RN estes números são CRUÉIS. temos a penúltima educação do Brasil em qualidade de forma geral, bem como: em índices de aprovações, em salários dos professores, em estrutura física e números de escolas, e, lamentavelmente nas condições de trabalho dos profissionais da educação e da distribuição da merenda escolar.
    Lamentemos! Vamos aos Movimentos legítimos e dignos.
    Que os políticos que estão ainda no poder, se recolham de medo da democracia (pois Ela, a democracia, deve ser um monstro horrível na visão deles)! Que eles passem a nos respeitar, pois é o mínimo que merecemos.

  2. Fábio disse:

    Ela não teve coragem de renunciar ao ICMS do diesel q ia baixar 5 centavos na passagem de onibus.
    ELA TA É COM MEDO. MAS JAJÁ CHEGA SUA HORA ROSA MURCHA.

  3. DJ' Manynho disse:

    Ela ta é com medo do povo pedir a sua saída o que já merece faz tempo, FORA ROSALBA!

  4. Lauro disse:

    Kkkk, sei nao viu

COMENTE AQUI