Servidores do RN temem perder o emprego

Servidores do Estado temem perder o emprego, após a publicação no diário oficial do Estado do RN da recomendação feita pelo procurador-geral de Justiça do RN, Rinaldo Reis, que trata da necessidade de redução das despesas do Estado ao patamar inferior ao limite prudencial, previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). O documento aconselha que sejam feitos cortes em cargos comissionados e exoneração de servidores estáveis ou não.

O corte no número de servidores afeta diretamente à prestação dos serviços públicos à população, como educação e saúde. Além disso, o Rio Grande Norte possui um déficit de servidores públicos. É cada vez mais comum, encontrar empresas terceirizadas ocupando os cargos que deveriam ser preenchidos por trabalhadores do Estado.

O SINSP RN elaborou juntamente com a assessoria jurídica, um ofício solicitando uma audiência com a Procuradoria Geral de Justiça (PGJ) e a criação de um Fórum Estadual de Servidores, com a participação dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, com o objetivo de discutir o posicionamento do MP sobre a LRF, e encontrar soluções que não prejudiquem a prestação dos serviços públicos à população, evitando uma tragédia social que é a demissão pais e mães de famílias, que dedicaram suas vidas ao serviço púbico e à população do Rio Grande do Norte.4

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Tem que acabar é com os cargos comissionados, o camarada tem um padrinho politico e passa a ser funcionário publico. VAMOS ACABAR COM OS CARGOS COMISSIONADOS QUE RESOLVE A QUESTÃO.

  2. Lélio Batista de Oliveiura disse:

    Eu não acredito bg, que o governador vai entrar nessa de Rinaldo Reis, de querer demitir funcionários que ganham um salário e que tem mais de 30 anos no estado, vc acha? séria uma covardia do governador demitir funcionários assim, para atender caprichos deste Rinaldo Reis. Todos os brasileiros sabem que a grande despesa do estado RN e da nação é: tce, tcu.trt,trf,tj,tse,tre,stf… etc tanto do estado e do governo federal, é assim as regalias e salários faraônicos destes não sei lá o quê!!! O povo brasileiro não sabe nem distinguir e nem identificar tantas siglas e mto menos funcões que são tantas. Particularmente não acredito, Robinson transmite ser um cara pacato e muito generoso com os mais humildes do estado, principalmente s os ASG e os antigos TE-D( que eram Técnino em datilografia na época). Bg, dê uma força, para essas duas categorias, que somos nós que ganhamos um salário minimo ou um salário e meio para sustentar nossa família. Não quero nem acreditar q um governador tão bom e tão sensato chegará a fazer isso com os mais simples, pois, ele já é a simplicidade…

  3. MB disse:

    Melhor privatizar logo tudo: Caern, Potigás, Der etc.

  4. Francisco de Assis Xavier disse:

    Bruno, porque os procuradores na pessoa de Rinaldo Reis não corta as mordomias, os auxílios e os cargos comissionados do MP, jogar e atirar nos outros é muito bom, isso é sacanagem pura

  5. paulo martins disse:

    Procuradores, juízes e desembargadores deveriam dar exemplo de redução de despesas cortando a própria carne em seus contracheques gordurosos. A papada deles (juntando-se à do corpo funcional do TJ, MP, TCE e Assembleia Legislativa, só para citar estes) constitui talvez o maior "toucinho defumado" a desequilibrar as contas públicas desta pobre e sofrida capitania hereditária renegada por João de Barros.

  6. Joca disse:

    Comecem a colocar pra rua os altos salários no TJ/RN ,tem funcionário que passou no concurso para nível médio ganhando 25 mil por mês para carimbar papel ,a sorte dela é que o pai era ( na época) desembargador ….colocou a filha e nora ,as duas juntas ganham mais de 50 mil reais por mês ,para trabalharem meio turno …ABSURDO

  7. Elvys disse:

    Eu acho engraçado esse Rinaldo Reis propor redução no executivo e não o faz no próprio Ministério Público. Isso é para manter seus privilégios. Pimento nos olhos dos outros é refresco!
    Hipocrisia!

  8. Val Lima disse:

    Quem tem q dar o exemplo é o próprio MP/RN…
    É espantoso a quantidade de CCs na instituição….
    Volto a citar o velho adágio:
    "Faça o q digo, não o q faço"…..

  9. Jaime disse:

    Robinson Faria disse na campanha que o servidor público era uma de suas prioridades. Mudou de idéia? O MP está bem acima do limite prudencial e nada acontece?

  10. Potyguar disse:

    O Ministério Público é muito ágil em cortar a carne dos outros, mas corrigir seus abusos e sua gula por penduricalhos financeiros, não. Faça o que eu mando, mas não faça o que eu faço.

  11. Henrique disse:

    Depois vem me dizer q concursados trabalham, pensam no povo e etc. Tem q privatizar tudo e acabar com isso, ta quebrando o Brasil.

  12. pronto falei disse:

    O " procurador geral de justiça" é um senhor muito "preparado" quando é para cortar os direitos dos outros. Lembro que há um tempo atrás, cobrou o fato do auxílio moradia ter sido dado aos juízes e desembargadores do TJ, achava errado, questionável. Com o tempo foi concedido aos membros do MP tal auxílio, com valores retroativos. Não lembro se ele reclamou, achou errado, devolveu, ou brigou achando imoral. Só sei que auxílio moradia para quem mora na cidade sede, tem imóvel próprio e não paga aluguel é absurdo, imoral e totalmente questionável. Mas disso, ele e os outros membros do judiciário e legislativo, não abrem mão. Esses aí recebem seus salários todos os meses sem atraso, não pagam juros e não ficam passando necessidades como o restante do funcionalismo. Recebem bem mais que R$ 20.000,00, já receberam antecipação do 13º e agora o duodécimo, fora que têm esposa, filhos e parentes, recebendo salários em cargos comissionados, oriundos de nepotismo, nepotismo cruzado e outras benesses. O salário desses poderes tem ajuda de repasses milionários do Governo do Estado, que pode atrasar sua folha de pagamento, mas não atrasa esses repasses. Essa sujeira toda acontece no nosso Estado e quem tem que pagar o pato é o funcionário que trabalha e bota a máquina pra funcionar.

COMENTE AQUI