Diversos

Por Sidney Silva: "E quem vai pagar pelos danos causados à Rádio Caicó AM? "

Hoje é dia de falar sobre o que tirou a Rádio Caicó AM do ar, e me sinto no direito de fazê-lo, principalmente depois de ter sido parado por muitas pessoas na rua me perguntando quando voltaremos ao ar.

Na semana passada a emissora saiu do ar por determinação do Juiz André Melo Gomes Pereira, em ação judicial movida pelo Ecad que é um órgão que arrecada dinheiro de diversos empreendimentos, e principalmente das rádios, por causa da execução das músicas de cantores. São os chamados direitos autorais.

Na minha avaliação, a retirada do ar de uma emissora é muito grave. Os danos causados, são muitos. Digo isso, porque entendo que como concessão pública, existe algo mais amplo para ser prejudicado.

Nós funcionários deixamos de trabalhar, o dano no departamento comercial é grave, entre outros. Vejam que é no departamento comercial onde está a saída para pagar a dívida, mas, infelizmente ele está parado com a saída da rádio do ar, então como faturar para pagar?

Esperamos que os responsáveis resolvam logo essa questão, e, quanto ao Ecad discordo plenamente na forma como agem, inclusive, discordo do magistrado que tomou a decisão, mesmo, sabendo que tais decisões na verdade devem ser cumpridas sem questionamentos.

A decisão transitou em julgado, por isso não cabe recurso. Mas, acho que existiam outras saídas para a questão. A decisão de retirar a Rádio Caicó AM do ar foi truculenta, violenta.

Quando a rádio voltar, quem vai reparar os danos causados ao departamento comercial? o Poder Judiciário? O Ecad?

“É livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença” – art. 5º, inc. IX da Constituição Feral do Brasil

Do radialista e blogueiro Sidney Silva

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *