CBTU e CODERN discutem ações para a implantação do Retroporto Natal

Foto: Divulgação

O Superintendente de Trens Urbanos da CBTU Natal, Leonardo Diniz, se reuniu com o Diretor-Presidente da Companhia Docas do Rio Grande do Norte – CODERN, Almirante Elis Treidler Öberg, na manhã desta sexta-feira, 12, para tratar de parceria entre os órgãos, visando viabilizar o projeto do Retroporto Natal.

O projeto consiste na estruturação do porto e seu entorno para facilitar o fluxo de passageiros e escoamento de cargas. A iniciativa conta com o suporte direto dos deputados federais Fábio Faria e General Girão, que buscam apoio junto ao Governo Federal para a concretização do Retroporto Natal.

Durante a reunião, o Superintendente da CBTU e sua equipe técnica apresentaram a estrutura do sistema de trens e as potencialidades dos ramais ferroviários de passageiros operados pela Companhia.

Na ocasião, o Diretor-Presidente da CODERN destacou que a criação do Retroporto, além de aquecer a economia, irá contribuir bastante na melhoria da mobilidade urbana da cidade.

Ao final do encontro, ficou definido que novas reuniões serão realizadas entre a CBTU e CODERN visando aprofundar a discussão para a viabilização do projeto.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Bosco Filho disse:

    A área do Porto de Natal é muito acanhada, espremida pra dizer a verdade. Essa ideia pode ser uma boa! Faz-se um mega porto seco em Parnamirim e as locomotivas levam os containers até o Porto de acordo com a demanda de embarque.

    • Lutemberg disse:

      Comentário bastante interessante o seu. Resta saber se as "autoridades" terão essa visão e interesse em tocar o projeto.

    • paulo martins disse:

      Para implantar o Porto Seco, bastaria que utilizasse o de Parnamirim como aeroporto de cargas, estendendo-se a malha ferroviária até os seus armazéns. E aí se desnudaria por completo a ideia canhestra (e contaminada de interesses inconfessáveis) da transferência do aeroporto para a zona rural de São Gonçalo do Amarante.