Assistente social afastada por atestado médico confecciona e doa 120 máscaras para acompanhantes do Walfredo Gurgel

Foto: Divulgação

O afastamento temporário devido a um adoecimento familiar, levou uma funcionária do Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel (HMWG) a aproveitar o tempo em casa de forma solidária. Com a ajuda de suas duas irmãs, uma assistente social – que não quis se identificar – confeccionou 120 máscaras de tecido para serem distribuídas entre acompanhantes de pacientes internados na unidade.

Por não ter habilidade com a máquina de costura, as irmãs ficaram responsáveis em confeccionar as máscaras. Já para a servidora, coube lavar, esterilizar e as guardar em saquinhos plásticos individuais. O processo, até ficarem todas prontas, durou 10 dias.

A filantropa servidora, conta que “antes de me afastar, fiquei incomodada em perceber que, nas enfermarias, muitos acompanhantes não faziam uso de nenhuma proteção. Foi aí que decidi tomar uma atitude”.

Na manhã de hoje, um grupo de assistentes sociais iniciou a distribuição, fazendo um trabalho de conscientização para uso das máscaras nas enfermarias. Nossa intenção é que cada um dos acompanhantes entenda a necessidade da proteção individual e, por conseguinte, da coletiva”, esclarece a chefe do setor de serviço social, Cassia Layanna.