ALERTA: Walfredo Gurgel diz que não há nenhum grupo de voluntários autorizados a pedir contribuições financeiras em nome do hospital

Assessoria do Walfredo Gurgel, na Zona Leste da capital potiguar, alerta para denúncia de pessoas que estão usando o nome do hospital para pedir contribuições financeiras que seriam supostamente repassadas. Em caso do encontro com pessoas do tipo, comunicar caso a uma autoridade policial.

Servidores da saúde farão ato público no Walfredo Gurgel nesta terça

Na manhã desta segunda-feira (10), os servidores da saúde estadual realizaram novamente uma assembleia e decidiram manter a greve que completou onze dias. Os servidores grevistas farão um ato em frente ao hospital Walfredo Gurgel nesta terça-feira (11), às 09h.

O ato público será contra o fechamento da UTI cardiológica do hospital Walfredo Gurgel, que está com as portas fechadas há quase um mês. Os servidores reivindicam a reabertura imediata da UTI, além de outros pontos da greve como o salário em dia, concurso público, entre outros.

NOTA: Sesap garante escala da UTI pediátrica do Walfredo Gurgel

NATAL (RN), 27 de outubro de 2016.

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) conseguiu fechar as escalas de pediatria no Hospital Walfredo Gurgel para o mês de outubro e também nos meses seguintes.

De acordo com o secretário de saúde, George Antunes, a medida só foi possível graças a um esforço dos profissionais intensivistas, com o remanejamento de profissionais do Hospital Maria Alice para o Walfredo Gurgel nos próximos quatro dias do mês de outubro.

A partir de 1º de novembro a UTI pediátrica do Hospital Walfredo Gurgel passará de 6 para 12 leitos. Já o Hospital Maria Alice ficará exclusivamente com leitos de UTI Neonatal, passando de 5 para 10 leitos, otimizando recursos e aproveitando espaço físico.

Médicos da Coopmed-RN decidem, em Assembleia, suspender os serviços do Walfredo Gurgel

Em Assembleia realizada na noite de segunda-feira (25), os médicos cooperados decidiram, por unanimidade, suspender os serviços do Walfredo Gurgel, que inclui a Cirurgia Vascular, Ortopedia, Cirurgia Geral e Clínica Médica, 72 horas após notificação feita à Secretaria de Saúde do Estado, que deverá realizar os pagamentos referentes aos meses de abril e maio deste ano. Se não houver o pagamento, os serviços serão suspensos por tempo indeterminado até a quitação do débito. O retorno se dará quando o pagamento estiver disponível na conta Coopmed/RN, que veiculará em seu site e nas mídias de amplo alcance (e-mails e whatsapp). A equidade dos pagamentos foi outra exigência que notificada pelos médicos. Eles querem que haja uma padronização nos hospitais para que não ocorram mais falhas. Se um serviço em uma unidade prestadora de serviços de porta recebe o seu pagamento, as outras que prestam o mesmo serviço também deverão receber.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. FRASQUEIRINO disse:

    E os médicos que trabalham na COOPMED-RN, mas que são funcionários do Estado também vão deixar de atender???

  2. Nice disse:

    Agora danou-se!!!! Sem estruturas já é um horror, e sem médico? Deus tenha misericórdia de quem estiver precisando de atendimento!!!

Walfredo Gurgel é o primeiro hospital do NE a implantar telemedicina

telemedicina walfredoMais uma parceria entre o Ministério da Saúde (MS) e o Hospital Israelita Albert Einstein traz benefícios à assistência prestada aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) que chegam ao Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel (HMWG). Através do envio de informações sobre a condição de saúde do paciente, uma interação entre profissionais médicos (um do hospital e um do Einstein) proporcionará a conclusão de um diagnóstico com maior segurança. O Walfredo Gurgel é o primeiro hospital do NE a contar com a nova tecnologia.

O sistema funciona através de uma máquina que realiza uma conferência com áudio e vídeo. A ideia é que este contato com um outro profissional possa servir como uma segunda opinião, nas situações em que o médico não tiver totalmente certo sobre que procedimentos deve adotar com determinado paciente.

Os primeiros testes e treinamentos aconteceram durante a terça-feira (19). Pela manhã, um paciente foi avaliado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) Bernadete e a conversa aconteceu entre os médicos sem intercorrências na comunicação. À tarde, um novo teste na UTI Geral também obteve sucesso.

A máquina que permite a interação entre os profissionais é equipada com teclado, monitor, duas câmeras (sendo uma de última geração), microfone e headset. Toda a comunicação é feita através da internet. Para os casos neurológicos, as conversas poderão acontecer de domingo a domingo, das 10h às 13h. Já os casos clínicos contam com assistência 24h.

Para que a comunicação entre os médicos possa acontecer, primeiro é necessário que o profissional do Walfredo insira em um miniprontuário eletrônico (smart consult) o maior número de informações possíveis sobre o quadro de saúde do doente. Em seguida, uma chamada com vídeo conecta os dois profissionais que discutem o caso até chegar a um denominador comum. Todos os dados inseridos do paciente ficam gravados na máquina, caso seja necessário um novo acesso.

Para facilitar a conversa entre as partes, o sistema permite o envio online de documentos em formato jpeg, doc, pdf e xls. Também há a possibilidade do envio de imagens direto do PAX (raio-x digital) do Walfredo Gurgel para o consultor do Einstein.

Segundo a diretora geral do HMWG, Maria de Fátima Pereira Pinheiro, para os casos de sepse (infecção generalizada), trauma e Acidente Vascular Encefálico (AVE), por exemplo, as medidas que serão adotadas pelo médico assistente (o profissional do Walfredo) serão mais ágeis. “Para situações assim, o Albert Einstein já possui protocolos muito bem definidos e formalizados”, diz Fátima. A máquina também possui rodas e atenderá a todos os pacientes internos em setores assistenciais do hospital.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Elves Alves disse:

    Quem mora no Rio Grande do Norte, graças a Deus, não sente falta dos serviços públicos da Suécia nem da Dinamarca.

“Corredor só vai diminuir com renovação da alta complexidade”, diz diretora do Walfredo Gurgel

Walfredo Gurgel“Estamos esperançosos de que, assim como foi renovado o contrato com a Clinort, o município também consiga reabrir os serviços de alta complexidade da ortopedia com o Hospital Memorial. Esperamos também que, tão logo as transferências recomecem, possamos voltar a reduzir as macas nos corredores”. Foi com esta expectativa que a diretora geral do Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel (HMWG), Maria de Fátima Pereira Pinheiro, recebeu a notícia da regularização do contrato firmado entre a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Natal e uma das unidades prestadoras do serviço de cirurgias eletivas de ortopedia.

Nesta quarta-feira (15), 88 pacientes estavam internados no Pronto Socorro Clóvis Sarinho (PSCS). Destes, 23 pertenciam à especialidade de ortopedia (15 no corredor da clínica médica e oito nas salas de observação). Outros 38 pacientes também ocupavam as observações I, II e III. Somente as salas que se localizam próximas ao atendimento clínico somavam 61 internos. Até o fim da manhã de hoje, nenhuma vaga para transferência de pacientes de ortopedia havia sido autorizada para o Walfredo Gurgel.

Fátima relata que as enfermarias também estão com todos os leitos ocupados. A situação seria considerada normal, se não fossem os pacientes de ortopedia que extrapolaram os leitos do quarto pavimento e começaram a ocupar os demais andares. “Temos 54 leitos no quarto andar do Walfredo Gurgel. Nunca antes tínhamos colocado pacientes de ortopedia em outros andares. Mas com essa paralisação, tivemos que adotar essa medida. Caso contrário, o corredor estaria ainda mais cheio”, alerta.

Outra medida adotada pela direção, ainda na semana passada, foi a regulação de cinco pacientes idosos, com fratura de fêmur, para os leitos de retaguarda do HMWG no Hospital João Machado. Essa foi outra ação que também fugiu à rotina do hospital. Até então, apenas pacientes clínicos eram permitidos nesses leitos.

Acidentes de moto atingem média de 25 ocorrências diárias no Walfredo Gurgel

Os acidentes de moto continuam em ascendência na linha de atendimento do trauma do Pronto Socorro Clóvis Sarinho (PSCS). Dados levantados pela unidade mostram que no período de 1º de janeiro deste ano até o último dia 16, foram realizados 4.244 atendimentos a vítimas de acidente de moto, o que corresponde a uma média de 25 atendimentos/dia. É o maior índice registrado pelo Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel (HMWG) desde 2007.

Para a diretora geral do HMWG, Maria de Fátima Pereira Pinheiro, a situação é insustentável e requer medidas fortes e urgentes. “Nós que estamos na linha de frente do trauma, vendo essa média aumentar ano a ano, ficamos extremamente preocupados. Onde isso vai parar? Jovens ficando sequelados, perdendo membros e até a vida sem que medidas duras e concretas sejam tomadas pelos órgãos responsáveis”.

Fátima chama a atenção para o uso de álcool por parte dos motociclistas. Segundo ela, não são raros os pacientes vítimas de acidente de moto que chegam ao PSCS com sinais claros de ingestão de bebida alcoólica. “Alguns não conseguem sequer ficar em pé para realizar um exame”, alerta.

Entre os tipos de situações descritas no levantamento que mais registraram ocorrências estão: batidas de moto com carro (959), com outra moto (283), atropelamento (251), com objeto fixo (114) e com ônibus (49). O quesito “queda” foi o que mais contabilizou acidentes, chegando a 2.330 registros. Um perfil preliminar destes pacientes mostra que, em sua grande maioria, são homens, em idade produtiva de trabalho, entre 20 e 40 anos, responsáveis pelo sustento familiar.

Número total de acidentes de moto no HMWG de 2007 a 16 de junho de 2015

motos

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Fonseca disse:

    Apesar de Natal ter muito motorista cangueiro, o motoqueiros são os maiores causadores dos acidentes de trânsito. Basta dirigir pela cidade para perceber as imbecilidades praticadas pelos motoqueiros. Eles jogam as motos em cima dos carros (como se fossem maiores e mais pesados), pilotam em alta velocidade ou transitam num zigue zague perigosíssimo entre os carros. Ainda morrerão muitos.

Servidores farão ato nesta quarta, contra desabastecimento e sobrecarga no Walfredo Gurgel

cartaz_atoHWG farmacia_walfredoOs servidores da saúde farão um ato público nesta quarta-feira (06), a partir das 09h, em frente ao Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel. O protesto pretende reunir também acompanhantes dos pacientes, contra a falta de condições de atendimento no principal hospital do estado.

Desde o segundo semestre de 2014 que o hospital, assim como outros da rede estadual, sofre com a falta de medicamentos e de materiais básicos. Nesta segunda-feira (04), faltavam materiais em vários andares. No 4º andar estava faltando esparadrapo e soro. No CRO (Centro de Recuperação de Operados), não havia nem mesmo luva de procedimentos. Um analgésico e antiinflamatório de alto custo – Tramal –, estava sendo racionado, sendo usado apenas para pacientes com dor aguda. Em todo hospital, falta até sabão para uso comum e acompanhantes saem para comprar medicamentos e materiais.

Além do desabastecimento, muitos pacientes ainda permanecem nos corredores e, por falta de leito, macas de ambulâncias ficam retidas no hospital. Devido ao déficit de pessoal, os servidores estão sobrecarregados e fazem dobra de serviço, prejudicando a própria saúde.

O Sindsaúde-RN foi recebido em duas audiências com o secretário de Saúde, Ricardo Lagreca, para discutir a sobrecarga de trabalho e a falta de condições de trabalho emhospitais da rede estadual. “Infelizmente, o novo governo não tem resolvido os problemas, que se arrastam. Os servidores continuam trabalhando em meio ao caos”, afirma Manoel Egídio Jr., vice-coordenador do Sindsaúde e enfermeiro do Walfredo Gurgel.

O ato também faz parte da campanha salarial dos servidores da saúde. A pauta de reivindicações pede reajuste salarial, concurso público, garantia das mudanças de nível vencidas e a igualdade aos servidores municipalizados, entre outros pontos. Uma audiência ocorreu nesta terça-feira (05), na Sesap, para discussão da pauta de reivindicações.

Com informações do Sindsaúde-RN

CINEMATOGRÁFICO (FOTO): Presos fogem do Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel mesmo algemados as macas

IMG-20150409-WA0037-700x338Foto: 190 RN

Três presos que estavam sob cuidados médicos no Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel (HMWG) conseguiram realizar uma fuga cinematográfica nesta quinta-feira (9) da ala em que estavam isolados.

Segundo informações de funcionários do hospital, o trio que estava algemado as macas conseguiu se libertar e fazer uma corda com 20 lençóis conhecida como “Teresa”.

Os presos estavam sob cuidados médicos e aguardavam o transporte para os Centros de Detenção Provisória. A Polícia Militar (PM) está em diligências para capturar os fujões.

Com informações do 190 RN

Equipe multidisciplinar inicia trabalho de desospitalização consciente no Walfredo Gurgel

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) por meio da direção do Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel (HMWG) tem estimulado desde segunda-feira (19), a intensificação de visitas multidisciplinares em setores assistenciais da unidade hospitalar. A atividade consiste no acompanhamento diário da evolução do quadro de saúde dos pacientes, através de visitas mais constantes aos leitos de corredores, observação e Unidades de Tratamento Intensivo (UTI) do Pronto Socorro Clóvis Sarinho e os cinco pavimentos de enfermaria do HMWG.

O grupo é formado pela direção médica, pela gerência de enfermagem, médicos prescritores, hospitalistas, técnicos do Núcleo Interno de Regulação (NIR), Serviço de Atenção Domiciliar (SAD) e serviço social. A equipe também manterá reuniões mensais para discussão e avaliação das ações já em andamento.

A diretora geral do HMWG, Maria de Fátima Pereira Pinheiro, diz que “com estas visitas mais intensificadas planejamos dar mais celeridade ao processo de alta dos pacientes, obtendo, uma maior rotatividade dos leitos, contribuindo para a redução do número de macas nos corredores”.

Os profissionais também terão como missão, tentar acelerar a realização de procedimentos e exames que porventura estejam pendentes, dependendo de algum agendamento ou autorização, em outras unidades de saúde conveniadas ao Sistema Único de Saúde (SUS). “Isso também contribuirá para que o paciente receba uma assistência mais qualificada e, possivelmente, venha a ter uma alta mais rápida”, explica a diretora.

“Com este trabalho, também poderemos ter dados sobre o porquê de alguns pacientes apresentarem uma alta permanência no hospital. Complicou? Faltou medicação? Faltou vaga em outro hospital? As transferências de ortopedia não estão acontecendo? Algum resultado de exame demorou?”, detalhou a diretora médica, Marleide Alves.

As visitas acontecerão sempre nos seguintes dias e setores:

 Segundas-feiras: segundo andar

Terças-feiras: terceiro andar e UTI Geral

Quartas-feiras: quinto andar

Quintas-feiras: quarto andar e UTI Bernadete

Sextas-feiras: segundo andar e UTI do Pronto Socorro

Serviço Social do Hospital Walfredo Gurgel continua a procura de amigos ou familiares de paciente em estado grave

O setor de Serviço Social do Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel (HMWG) continua a procura dos familiares ou amigos do paciente, José Maria Soares da Silva, vítima de acidente com moto e interno na unidade desde o último dia 29 de novembro. Encontrado em via pública, aparentando ter 43 anos, José Maria foi trazido para o HMWG pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e permanece internado em estado grave. Até o momento não recebeu visitas nem foi procurado por conhecidos ou parentes. Qualquer informação que possa levar a identificação de pessoas ligadas ao paciente deve ser repassada ao Serviço Social através do telefone 3232-7533. O setor funciona de domingo a domingo, em plantões de 24h.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Renildo André disse:

    Posso ajudar a localizar, ligarei para o Setor de Serviço Social.

  2. Cyntia disse:

    bom dia!

    Se tornaria bem mais fácil localizar se fosse colocando aqui as mediações onde foi encontrado, pois pode ser próximo ao local de origem, outra sugestão é colocar nome de pai e mãe , local de nascimento ou onde fez o RG… Se pudesse e houvesse condições de postar foto também ajudaria muito , pois com o compartilhamento das informações na rede social e bem mais fácil… Ajudar sempre é bom é gratificante! Bom trabalho pra todos…

Apagão no Walfredo Gurgel: desabafo forte de ex-diretor geral do hospital

Confira na íntegra:

Jamais vi, em toda a minha existência, tanta negligência com a vida humana. A maior Unidade Hospitalar do Estado em situação catastrófica. Situação odiosa e incompreensível. Qualquer encenação que tente justificar, só acresce à memória de cada plantonista, uma torrente de sentimentos reprováveis e primitivos.

Foram mais de duas horas sem energia elétrica. Centro cirúrgico, Centro de Recuperação de Operados (UTI improvisada), Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica e demais Unidades de Terapia Intensiva que acolhem adultos, além de todo o ambiente de atendimento emergencial… Tudo no escuro. Muita dor, ranger de dentes e pavor. Cenário dantesco que deixa transparecer a inconsistência de ações simples e preventivas, cujo vocábulo esquecido pode ser escrito da forma seguinte: “Manutenção”. Geradores precisam de manutenção. A inexistência de um Plano de Contingência que contemple o “todo” e o “tudo” de uma Unidade Hospitalar pode ensejar um fato criminoso.

O que aconteceu na noite de ontem, sem sombra de dúvida, poderia ter resultado em um incremento do obituário nosocomial. Foram momentos de terror que transformaram profissionais de plantão em heróis impotentes, paradoxalmente, dada a impossibilidade de exercer o ofício escolhido, ladeados de doentes graves.

Noite de agonia, cujo desespero aumentava a cada minuto… Minutos que mais pareciam uma eternidade.

Não bastasse tanto gemido e dor, em plena escuridão, ainda soavam continuamente os alarmes de modernos equipamentos que dão suporte à vida, aumentando a incerteza de uma equipe acerca do que poderia acontecer no instante seguinte.

Hoje, mais do que nunca, tenho a certeza plena da presença de Deus naquele ambiente. Ele não permitiu que acontecessem acidentes com múltiplas vítimas, nem muito menos a chegada de outras vítimas da violência urbana. Sei que Ele, em sua infinidade bondade, onipotente e onisciente como “É”, guiou as mãos de dois Neurocirurgiões que estavam operando, mesmo com iluminação de celular, dando-lhes equilíbrio, força e fé.

De outro modo, ainda que o deslinde tenha sido de paz, responsabilidades precisam de uma apuração, sob pena de omissão gerencial em todos os escalões.

Natal, 25 de junho de 2014.
Sebastião Paulino da Costa
Ex – Diretor Geral do Walfredo Gurgel

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Carlos Viana disse:

    Administro empresa que trabalha somente com contratos e manutenções de geradores, esse item, apesar do pouco conhecimento da população, existe em locais que nem imaginamos, a manutenção tem que ser rigorosamente em dia e seguida conforme plano de manutenção de cada fabricante, atendemos as maiores redes hoteleiras do estado e os maiores restaurantes e churrascarias, estamos a disposição para visita sem cobrança por isso. Abraços, Carlos Viana 87863876

  2. Mauro disse:

    O povo merece mesmo esse tratamento, afinal os politicos fo RN, são eleitos porquem precisa do serviço público, e assim se tem o governo que merece.

  3. Fábio disse:

    Sr. Manoel…..desculpe-me a crítica……neste caso, o que menos importa aqui é do denunciante aparecer por diversas vezes na mídia…..corajoso ele fazer isso quantas vezes forem……pra ver se assim, abra os olhos de quem de direito……O GOVEEEEEEEERNO……..agora se coloque no lugar dele;;;;;;;;;;;;;;;

  4. Manoel disse:

    Engraçado é a mesma pessoa aparecer diversas vezes na mídia fazendo essa denúncia… Espero que não seja por querer aparecer.

  5. Carla disse:

    srs. perguntem ao diretor do Walfredo o que aconteceu, ele vai lhe falar as maiores desculpas e o culpado ainda será você que perguntou. nas reuniões ele diz que no walfredo e uma besteirinha aqui e ali, o povo É que inventa. que desde 2011 o WALFREDO NÃO TEM PROBLEMAS. HUMMMM.

  6. Mauro disse:

    Triste e estarrecedor. Quem responde? Quem cobra? Aonde estão os responsáveis?

  7. Hermann disse:

    Dr os nosso governantes só se preocupam com as reeleições suave de seus filhos, população, servidor público que se F…,,

  8. Sergio Nogueira disse:

    Acho engraçado como as pessoas nesta terra de Poti se lançam a uma auto-imunidade e se colocam como críticos de uma situação como se elas nunca tivessem tido, em qualquer momento de suas vidas, qualquer relação com o evento sob ataque.
    O notista, com termos que vão da poesia catastrófica às menções bíblicas, se coloca como ex- Diretor-Geral do HWG, e diz que falta um plano de contigência que contemple essas situações.
    Ok, falta um. Mas se falta hoje, falta porque na época do notista poderia ter sido feito e não o foi. Então está criticando a falta daquilo que deveria ter feito e não fez?
    Fala em negligência com a vida humana, o que poderia configurar, em tese, uma situação criminosa. Pergunta: lavrou algum BO? Registrou o fato apontando os responsáveis? Se não o fez, a negligência aumentou suas fronteiras e engoliu mais gente.
    Quem por mais absoluto azar necessita dos serviços daquele hospital sabe que apenas a ideia de carma justifica o atendimento dispensado. Clamar por Deus, pra mim, é só uma desculpa esfarrapada de quem tem o dever de resolver a situação.
    Encerrando, acho que ouvi em algum lugar que antes de ser responsabilizado é melhor se adiantar e responsabilizar outra pessoa. Seria o caso?

  9. FERNANDO CESAR disse:

    Mas a propaganda que prega o Governo do Estado não é de total evolução administrativa? Eis a questão! Os fatos não são propagandas e falam por si só.

    Enfim, acho que Deus passou também pelo DEM esses dias.

FALTA DE ESTRUTURA: Cinco médicos especialistas em cirurgia vascular pedem exoneração do Walfredo Gurgel

IMG-20140515-WA0014Infelizmente, esta quinta-feira (15) é um dia “simbólico” para a cirurgia vascular do Rio Grande do Norte. Cinco pediram exoneração do maior pronto socorro deste estado. Os especialistas são: Dr. Gutenberg Gurgel, Dr. Edison Barreto, Dr. David Rosado, Dr. Ricardo Wagner e Dr. José Linhares! Os profissionais saem esgotados da falta de estrutura e por não concordarem com a forma que a saúde atualmente é tratada no RN.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Octávio disse:

    Eu quero saber o que esta faltando acontecer , para tirar este governo que só mostra mentira nos órgãos de comunicações. Isso deveria ser proibido a vinculação destas noticias mentirosas , tanto do governo estadual como tambem o federal.
    Isto ja passou dos Limites

  2. Sergio Nogueira disse:

    Vamos deixar de hipocrisia. Médico não luta por hospital padrão FIFA. Ele luta por privilégios padrão FIFA, para que ele continue atendendo na rede pública no padrão Uganda, sem ter que bater ponto.

  3. eduardo disse:

    A vida dos médicos que não cumpriam a carga horária e que recebiam integralmente, muitas vezes até com hora adicional, tá difícil com o ponto eletrônico.
    Agora precisam trabalhar e estão desacostumados!

    • paulo césar disse:

      Só quem conhece a vida dos plantonistas(não só médicos) do Walfredo Gurgel é quem pode falar do que eles passam. Convivi com uma anestesista, vi o sofrimento, a dor e a total falta de condições de trabalho.

Sesap divulga balanço de atendimentos durante a Semana Santa no Walfredo Gurgel; acidentes de moto novamente na liderança

O Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel (HMWG) divulgou nesta terça-feira (22) o balanço do número de atendimentos durante o feriado da semana santa. Os dados compreendem o período da sexta-feira (18) até a segunda-feira (21). Entre as especialidades com maior demanda ficaram: a clínica cirúrgica, a clínica médica e a ortopedia. Com relação aos motivos que mais levaram pacientes ao HMWG, os acidentes de moto, mais uma vez, atingiram o maior número de ocorrências.

Entre os dados computados pelo setor, a clínica cirúrgica realizou 212 atendimentos. A clínica médica atendeu mais 146 pacientes. A ortopedia contabilizou 209 pacientes atendidos. Já as pessoas feridas devido à acidentes de trânsito somaram 118 ocorrências. Destas, 86 foram vítimas de acidentes com motos. Também foram realizados no mesmo período: 70 atendimentos pediátricos e 54 neurocirúrgicos.

Na manhã desta terça-feira, o Pronto Socorro Clóvis Sarinho (PSCS) contava com 21 pacientes internados no corredor clínico, 16 na sala de observação do trauma e dois no corredor da ortopedia. A sala do politrauma atendia a 11 pacientes, estando seis destes em ventilação mecânica.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Mauro disse:

    Gostaria de saber quando é que algum nobre parlamentar vai apresentar um projeto de lei disciplinando o uso dessas cinquentinhas COM PLACA como qualquer outro veículo. Esse pessoal não respeita nada: calçada, sinal vermelho o escambau. Governo e prefeitura também precisam fazer um AMPLO trabalho de educação no trânsito. Quem parar pra reflitir verá que metade do problema está na (i)mobilidade, e a outra metade NAS PESSOAS!

Walfredo Gurgel reabre discussão sobre nova classificação da dengue

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) realiza na quinta-feira (24), a partir das 10h00, e na quarta-feira (30/4), a partir das 15h, no auditório do Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel (HMWG), a segunda parte da palestra “Dengue – Nova Classificação – Manejo e Tratamento”. O assunto será novamente exposto pela infectologista, Rosângela Morais, e tem como público alvo médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e demais profissionais da assistência. Na oportunidade, será abordada a nova classificação dos casos de dengue divulgada pela Organização Mundial de Saúde (OMS), a qual o Brasil adotou desde o início deste ano.

A partir das novas diretrizes adotadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS), os critérios de avaliação agora são classificados como: dengue, dengue com sinais de alarme e dengue grave. Até 2013, a classificação contemplava os critérios: dengue clássico, dengue com complicações, febre hemorrágico, síndrome do choque da dengue.

Walfredo Gurgel abre nova UTI com 10 leitos

Dentro do trabalho de reestruturação do Pronto Socorro Clóvis Sarinho do Hospital Walfredo Gurgel, uma nova Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) abriu as portas para receber a população norte-riograndense na última terça-feira (1). O novo serviço conta com 10 leitos e, desde então, tem mantido 100% de ocupação. A abertura dos novos leitos eleva para 45 o número de vagas destinadas pelo Walfredo Gurgel ao tratamento intensivo. Diariamente, atuarão no setor técnicos de enfermagem, enfermeiro e intensivista. Todos em plantões de seis ou de 12 horas.

“Essa nova UTI será um suporte no tratamento e na assistência de pacientes com estado grave de saúde, uma vez que, diariamente, temos internos que aguardam por um leito nesta especialidade. Não resolverá nosso déficit, mas amenizará”, afirmou a diretora geral do hospital, Maria de Fátima Pereira Pinheiro.

Toda a parte de revestimento da nova sala também foi modificada. A antiga estrutura que protegia as paredes foi removida e, em seu lugar, foi aplicada uma camada de fórmica. O espaço ganhou bancadas de granito e novas prateleiras. Os dois banheiros estão adaptados para portadores de deficiência.

Iniciadas em 2012, as obras de reestruturação do Walfredo Gurgel tem ampliado o número de serviços e trazido melhores condições de trabalho e de descanso para pacientes e funcionários. Os investimentos englobam desde a aquisição de equipamentos e medicamentos até a elaboração e aplicação de fluxos de serviço.

Entre outros avanços na reestruturação do Walfredo Gurgel possibilitadas também pelas ações do Governo Estadual está a criação de uma nova subestação (em fase adiantada de conclusão) com troca do motor e geradores, a construção de mais duas casas de lixo (totalizando quatro), a construção de 10 novos dormitórios (que comportam 100 camas) com banheiros adaptados e ar condicionado. Para os prédios onde funcionam os serviços administrativos e o de enfermarias, foram contemplados serviços de pintura externa.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Renato Lúcido disse:

    Nao fechou, transferiu! Você precisa se informar melhor! Sabe de nada inocente!

  2. Curioso disse:

    Abrir assim é fácil. Só lembrando que o GOV do RN fechou a UTI do Hospital da PM.