Seridó na expectativa do Currais Rock II

Currais Rock II - BannerEsse ano a proposta mudou um pouco. Das sete bandas que se apresentaram ano passado, apenas quatro voltam ao palco: Almanáará, Sete de Espadas, Lixo Vivo e Noscopia. O evento no entanto cresceu, se organiza num formato de festival, e serão onze bandas que subirão ao palco em sets de trinta minutos. Além da variedade de correntes do rock n’ roll que estarão presentes, há um elemento novo: algo que pode ser considerada a velha guarda do rock n’ roll local vai se integrar com várias bandas mais jovens na cidade. O número expressivo de bandas mostra que a cena do rock n’ roll em Currais Novos está voltando a se estruturar, de acordo com a organização várias bandas ainda ficaram de fora. “Por uma questão de tempo e de logística era impossível abrir espaço pra todo mundo, ia ter que ser o dia inteiro de rock n’ roll”, disse Fahad Mohammed, produtor cultural envolvido na organização do evento.

Fahad Mohammed ainda destacou que esse ano o evento tem como tema ‘Mantendo acesa a chama do rock n’ roll no Sertão’, isso porque é difícil fazer rock na região. “Organizar um evento é uma luta incansável, porque falta reconhecimento e disposição de diversos setores. Espero que as coisas mudem. Nós temos um Currais Novos grandes músicos, não se de rock n’ roll, mas de MPB, samba e, até, música clássica. O que falta é espaço e oportunidade pra esse pessoal mostrar o trabalho. Aos poucos é preciso tentar construir esse espaço. O mais importante desse evento, sem dúvida, é a união de todos os envolvidos. Todas as bandas que participarão do evento abriram mão de cachê, ninguém vai estar lá tocando com outros interesses, o que vai acontecer em algo em prol da música e da diversão. Eu estou muito satisfeito e espero que tudo dê certo”, declarou.

O casting completo do evento, com horários previstos de cada banda, está disponível na página do evento no Facebook: http://www.facebook.com/curraisrock.