Empresário de PE e filho morrem durante tentativa de assalto a bancos no CE; outros 3 parentes estão entre as vítimas

 Foto: Edson Freitas

Cinco pessoas de uma mesma família morreram em uma tentativa de assalto a bancos com reféns, que deixou 12 mortos após um tiroteio com a polícia em Milagres, que fica na Região do Cariri do Ceará.

A loja de informática da família, localizada no Centro de Serra Talhada, no Sertão de Pernambuco, amanheceu fechada. O dono do local, João Batista Magalhães, de 46 anos, foi uma das vítimas da tentativa de assalto registrada na madrugada desta sexta-feira (7).

De acordo com familiares, João Batista tinha ido a Juazeiro do Norte, no Ceará, buscar três parentes que estavam vindo de São Paulo para passar os festejos de fim de ano em Pernambuco.

Quando João, que também estava com o filho, Vinícius, de 14 anos, voltava para Serra Talhada passou pelo local onde estava acontecendo a tentativa de assalto. Os criminosos tomaram o carro e fizeram o empresário, o adolescente e as três pessoas vindas de São Paulo de reféns, conforme informaram os familiares.

O prefeito de Milagres disse que a família foi sequestrada quando passou por um trecho interditado na rodovia BR-116, na altura da ponte sobre o riacho Tamanduá, e foi sequestrada. A quadrilha utilizou um caminhão para bloquear a via e parar o veículo das vítimas.

As cinco pessoas da mesma família morreram durante a troca de tiros entre a polícia e os criminosos. Os corpos das vítimas estão no Instituto Médico Legal (IML) de Juazeiro do Norte.

“Somos uma família muito unida. Estamos arrasados. A cidade está em choque. Tem pessoas que ainda estão sem acreditar”, falou à TV Asa Branca o cunhado da vítima, Tadeu Gama, que também destacou que as outras vítimas eram cunhada, irmão e sobrinho do empresário.

“Eu era amigo dele há muito tempo, desde a infância. O conheço como um cidadão de bem, a família toda é de bem. Para mim, ele estava no local errado e na hora errada. É lamentável”, disse o amigo da vítima, Iraquitan Pereira.

Entenda o caso

Um grupo de criminosos armados e com reféns tentou assaltar duas agências bancárias da cidade de Milagres, na Região do Cariri do Ceará, na madrugada desta sexta-feira. Houve intensa troca de tiros e pelo menos 13 pessoas morreram, segundo informou a Coordenadoria de Medicina Legal (Comel) da Perícia Forense (antigo IML) da cidade de Juazeiro do Norte, que recolheu os corpos.

De acordo o prefeito de Milagres, Lielson Landim, entre os mortos estão duas crianças, entre 10 e 13 anos, que eram feitas reféns pelo grupo criminoso. No total, seis reféns morreram no confronto, sendo cinco da mesma família, conforme a polícia. A polícia ainda não conseguiu identificar todos os mortos no confronto.

A tentativa de roubo aconteceu por volta de 2h17 da madrugada. Houve confronto entre os policiais e os criminosos. Diversos carros da PM foram usados para conter a quadrilha. Devido à ação da Polícia Militar, o grupo criminoso não conseguiu levar o dinheiro de nenhum dos estabelecimentos bancários. Os dois bancos ficam na Rua Presidente Vargas, no Centro do município, que tem 28 mil habitantes.

G1

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cucoquinha disse:

    As cinco pessoas da mesma família morreram durante a troca de tiros entre a polícia e os criminosos.

    Não vi no texto que os bandidos mataram a família… Bora ler e interpretar direito, povo!

  2. humbabomber disse:

    Tamo tudo reiado daqui pra frente…
    As forças de segurança vão passar o rodo onde tiver assaltante, tanto faz ter refém como não ter…

  3. Gutto disse:

    Lula tá preso, babaca !

  4. Marcell dos Coco disse:

    Tinha que ter um petista pra digitar fezes né ?☝️☝️☝️

  5. 17 Neles disse:

    Lula livre leia a matéria petralha…os bandidos mataram os reféns…mané

  6. Lula livre disse:

    Os policiais q participação dessa desastrosa ação, vão ganhar uma medalha do ?‍✈️??.

    • Tião disse:

      Esse ambiente de violências foi um presente de 16 anos sob a hoste dos petralhas, onde os cofres públicos foram dilapidado de uma forma nunca antes visto na história desse país. Deixando uns escombros de miséria, desemprego e uma violência desenfreada. Triste!

    • Manoel disse:

      Que culpa tem os policiais? Por acaso os tiros que vitimaram os reféns partiram deles? Estavam cumprindo com o seu dever de tentar proteger a população. Melhor pensar bem antes de escrever besteiras!

    • Manoel disse:

      Com um Lula libre de nome…. so poderia ser um defensor de bandidos mesmo.
      Vai pra Cuba fumar o charuto do capeta