Clima

Onda de calor histórica faz o Canadá bater 49,5ºC e leva a mais de 230 mortes

Homem se refresca em meio a onda de calor histórica no Canadá Foto: JENNIFER GAUTHIER / REUTERS

Dezenas de pessoas morreram repentinamente nos últimos dias na região de Vancouver, oeste do Canadá, em meio a uma onda de calor sem precedentes que afeta a região, onde foi registrada a temperatura recorde de 49,5ºC na terça-feira. No total, foram 233 avisos de mortes na província entre sexta-feira e segunda-feira, contra 130 de média em um período normal.

A polícia de Vancouver informou ainda que atendeu a pelo menos 134 chamados de morte súbita desde sexta-feira na região assolada pela onda histórica de calor, que também afeta o oeste dos Estados Unidos.

— Vancouver nunca havia registrado calor semelhante, e, infelizmente, dezenas de pessoas morreram — afirmou o porta-voz da polícia de Vancouver, Steve Addison.

Os serviços de medicina forense da província também informaram que registraram “um aumento importante do número de mortes” desde o fim de semana, o que foi provocado pelo calor extremo. Em comunicado oficial, a polícia federal canadense informou que acredita que o calor contribuiu para as mortes e acrescentou que a maioria das vítimas é de idosos.

O primeiro-ministro da província da Colúmbia Britânica, John Horgan, destacou em entrevista coletiva que “esta é a semana mais quente que os habitantes desta região já viveram”.

— Isso traz consequências desastrosas para famílias e comunidades. A forma de passar por este momento excepcional é ficarmos juntos, verificar (o estado de saúde) das pessoas que sabemos que estão em risco e garantir que temos compressas frias na geladeira — disse.

Vancouver, localizada na costa do Pacífico, há vários dias registra temperaturas acima de 30ºC, bem acima dos 21º notificados em média nesta época do ano.

Pelo terceiro dia consecutivo, a cidade de Lytton, a 250 quilômetros ao leste de Vancouver, bateu na terça-feira o recorde de maior temperatura já registrada no Canadá, com 49,5 graus, de acordo com o serviço meteorológico. Na estação de esqui de Whistler, ao norte de Vancouver, o termômetro atingiu 42 graus.

— Nunca foi tão forte, nunca vi nada assim. Espero que não volte a acontecer porque é demais — declarou Rosa, moradora da cidade, à agência AFP.

Em sua página, o ministério do Meio Ambiente canadense alertou que a duração da onda de calor “é preocupante, pois quase não há trégua à noite”.

Ventiladores em falta

Além da Colúmbia Britânica, também foram emitidos alertas para as províncias mais orientais de Alberta, Saskatchewan e Manitoba, além de partes dos Territórios de Yukon e do Noroeste, no norte do Canadá.

Aparelhos de ar-condicionado e ventiladores estão em falta. As cidades abriram centros de resfriamento, cancelaram as campanhas de vacinação contra a Covid-19 e algumas escolas suspenderam as aulas.

A onda de calor também afetou cidades americanas ao sul de Vancouver no início desta semana, como Portland (Oregon) e Seattle (Washington), conhecidas por seu clima ameno e úmido, onde as temperaturas atingiram o máximo histórico desde o início dos registros, em 1940.

Na tarde desta segunda-feira o termômetro atingiu 46,1 graus Celsius no aeroporto de Portland e 41,6 no de Seattle, de acordo com o Serviço Nacional de Meteorologia (NWS). A onda de calor que também provocou vários incêndios florestais em ambos os lados da fronteira EUA-Canadá, se deve a um fenômeno conhecido como “cúpula de calor”, em que altas pressões prendem o ar quente na região.

“As ondas de calor estão se tornando mais frequentes e intensas à medida que as concentrações de gases de efeito estufa aumentam as temperaturas globais. Elas começam mais cedo e terminam mais tarde, causando um impacto cada vez maior na saúde humana e nos sistemas de saúde”, alertou nesta terça-feira a Organização Meteorológica Mundial, com sede em Genebra.

O Globo

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Dois morrem em confronto com a PM em Mossoró

O portal G1-RN noticia que um adolescente de 17 anos e um jovem de 18 morreram após confronto com a Polícia Militar em Mossoró, no Oeste potiguar. O caso aconteceu na tarde de quarta-feira (9) no bairro Santo Antônio.

Segundo a corporação, os dois jovens eram suspeitos de fazer uma série de assaltos na cidade e teriam roubado uma motocicleta na tarde desta quarta-feira (9). Na ocasião, houve perseguição policial e os suspeitos tentaram se esconder em um matagal no bairro Santo Antônio. Foi quando começou a troca de tiros. Baleados, os dois foram levados pelos policiais ao Hospital Regional Tarcísio Maia, mas não resistiram e morreram. Nenhum militar se feriu.

Matéria na íntegra AQUI.

Opinião dos leitores

  1. Estes cancelados não souberam conquistar o direto de viver. Que sirvam de exemplo. Parabéns à nossa PM.

  2. Opção de quem resolve trocar tiro com a polícia. Esses são os inocentes defendidos por LULADRAO e sua quadrilha.

    1. Ôôôô medo de Lula esse povo tem!!! Mas continue se pelando de medo, acenda vela e faca mandinga etc e tals pq o Melhor presidente de todos os tempos vai voltar queiram vcs ou nao. Lula-lá.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Desfiladeiros, colinas e mudança repentina de tempo: 21 atletas morrem em ultramaratona na China

Foto: Reuters/ cnsphoto/Direitos reservados

Vinte e uma pessoas morreram durante uma ultramaratona na província de Gansu, no noroeste da China. A corrida, de 100 quilômetros (km), começou no sábado (22) e, no caminho, os atletas contavam com desfiladeiros e colinas, em uma região a mais de mil metros de altitude.

De repente, o tempo mudou. Ficou extremamente frio e começou a chover forte granizo. Foi fatal para mais de duas dezenas de atletas. Quando a ultramaratona começou, o céu já estava nublado, mas não havia previsão do que poderia ocorrer.

Por volta do meio-dia de sábado, numa área montanhosa da prova, o clima sofreu uma alteração súbita. Toda a região por onde passavam os atletas foi atingida por uma mudança repentina de temperatura, que chegou a valores negativos, acompanhada de forte granizo. Alguns maratonistas falam em chuva congelante e um vendaval como nunca tinham visto.

“A chuva ficou cada vez mais forte”, disse à Reuters Mao Shuzhi, quando já tinha corrido 24 km. A atleta decidiu então voltar. Ela já tinha passado por experiências anteriores com hipotermia e não quis se arriscar.

“No início, fiquei um pouco arrependida”, disse. “Pensava que poderia ser apenas uma chuva passageira, mas quando vi os fortes ventos e a chuva mais tarde, pela janela do meu quarto de hotel, senti-me tão sortuda por ter tomada essa decisão”.

Pouco depois começou uma enorme operação de resgate, com mais de 1.200 pessoas auxiliadas por drones, com imagens térmicas, detectores de rádio e equipamentos de demolição, informa a Reuters.

Um deslizamento de terra dificultou os trabalhos.

No total, participavam da maratona 172 pessoas e 21 acabaram morrendo.

A organização da prova está sendo fortemente criticada por não ter um plano de contingência para eventualidades.

Agência Brasil, com RTP

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

IMAGENS FORTES – (VÍDEOS): Dezenas de pessoas morrem esmagadas em festival em Israel

FOTO: REPRODUÇÃO TWITTER

Pelo menos 44 pessoas morreram e mais de 150 ficaram feridas, nesta quinta-feira (29), após serem esmagadas durante uma confusão em um festival religioso ultra ortodoxo com mais de 100 mil participantes perto do Monte Meron, na Galileia, no norte de Israel. O acidente aconteceu pouco depois da meia-noite de sexta-feira no horário local (18h no horário de Brasília).

As informações da imprensa local revelam que aconteceu um corre-corre em massa durante o festival do Lag B’Omer, mas um vídeo que mostra os socorristas retirando feridos indica que o acidente pode ter acontecido após o desabamento de uma das arquibancadas.

Segundo o jornal Times Of Israel, pelo menos 20 pessoas foram levadas para hospitais da região em estado grave. Os responsáveis pelo resgate afirmaram que a superlotação do local contribuiu para o elevado número de mortes.

O primeiro ministro Benjamin Netanyahu se manifestou e classificou o acidente como “um desastre terrível” e que “todos estão orando para a recuperação dos feridos”.

No vídeo abaixo, é possível ver uma imensa quantidade de pessoas descendo uma passagem estreita. Segundo o jornalista Israel Cohen, que postou as imagens, foi nesse local que a tragédia aconteceu.

Em outra imagem, as pessoas que estão no topo da passagem parecem cair para cima das outras.

Um policial relatou que dezenas de espectadores teriam “escorregado e caído” nas pessoas que estavam abaixo deles na passagem, causando um efeito dominó. Já um representante da IDF (as forças de segurança israelenses), que mandou uma equipe de resgate, afirmou que um telhado desabou no local, possivelmente se referindo ao espaço abaixo da passagem.

“Os momentos após o grande desastre. A polícia quebrou o ferro para resgatar as pessoas”, diz o texto escrito pelo jornalista israelense Moshe Nayes, que acompanhava o evento.

Em outro vídeo postado por ele antes do acidente, é possível ver centenas de pessoas pulando simultaneamente nas arquibancadas durante um dos shows.

O festival é realizado no Monte Meron e o show em que aconteceu o acidente acontecia em um palco próximo ao túmulo de um importante profeta judaico do século 2 d.C., Shimon bar Yochai.

Além dos 100 mil que já estavam presentes no local, os organizadores esperavam a chegada de outros 100 mil participantes na manhã desta sexta-feira (30). A polícia e agentes de segurança discutiam a possibilidade de fechar as rotas de chegada, mas não chegaram a um consenso.

R7

 

 

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

VÍDEO – (IMAGENS FORTES): Sete estudantes morrem após grade de proteção ceder em universidade na Bolívia

Foto: Reprodução/Twitter

Ao menos sete estudantes morreram e outros cinco ficaram gravemente feridos ao despencarem do quarto andar da Universidade de El Alto, na Bolívia, depois que a grade de proteção entre os jovens e o vão livre caiu. Acidente aconteceu nesta última terça-feira (2/3).

O corrimão de metal cedeu por causa da grande pressão causada pelo número de pessoas que tentavam ter acesso a uma assembleia, convocada na manhã da tragédia. A idade das vítimas varia de 20 a 24 anos.

Em vídeos publicados nas redes sociais (veja AQUI em matéria na íntegra) é possível ver o exato momento em que os jovens caem no térreo do prédio, com piso de cimento. Outros, se agarram desesperadamente a colegas, em meio a gritos.

O ministro do Governo (Interior), Eduardo del Castillo, recomendou a abertura de uma investigação sobre o fato.

Correio Braziliense

 

 

Opinião dos leitores

  1. Não feito pra isso. Ficam se aglomerando onde nem em condições normais deveria, aí inventam de aglomerar logo agora, dá é nisso mesmo, morre de COVID, mesmo q indiretamente

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

VÍDEO: Dois morrem e outro é preso após confronto com a PM em Mãe Luiza

Foto: Divulgação

Dois bandidos morreram e outro foi preso após confronto com a Polícia Militar no bairro de Mãe Luiza, na Zona Leste de Natal, na noite dessa terça-feira (2). De acordo com a polícia, os homens haviam roubado um carro e vários outros objetos após fazer um arrastão a uma casa em Parnamirim, na região metropolitana da capital. Houve perseguição e os policiais interceptaram os suspeitos já na capital. O tiroteio aconteceu na rua Guanabara, em Mãe Luiza.

Segundo a PM, os homens atiraram contra os policiais, que reagiram. Os três foram feridos e levados ao hospital, mas dois não resistiram e morreram. O terceiro foi atendido e, em seguida, conduzido à central de flagrantes da Polícia Civil.

Dentro do carro roubado, os policiais recuperaram aparelhos de televisão, som, notebook, bolsas, entre outros objetos levados da casa das vítimas. Uma arma de fogo e dois simulacros (armas falsas) também foram apreendidos.

Opinião dos leitores

  1. Parabéns aos guerreiros da PM que participaram dessa operação vitoriosa, pois conseguirá cancelar mais dois CPFs do mal, pena que o terceiro conseguiu sobreviver. Bandido bom é bandido morto.

    1. O ideal era o terceiro ter o CPF cancelado. Se fica aleijado, além de processar o Estado, ainda ia ficar recebendo pensão pelo resto da vida!

  2. Isso é uma notícia excelente! 2 CPFs de almas sebosas foram cancelados! Bandido desse nível tem que ser abatido, pois estão tocando terror em Natal. Parabéns aos braços PMs. Bandido atirou, tem que ser respondido a altura. Ainda correram para Mãe Luiza para terem o amparo dos marginais de lá, dançaram!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Dois morrem em confronto com a PM na região Oeste do RN

Foto: Marcelino Neto/O Câmera

O portal G1-RN noticia nesta terça-feira(09) que dois homens, de 34 e 28 anos, morreram em confronto com a Polícia Militar na comunidade da Graça, zona rural do município de Paraú, na região Oeste potiguar, na noite dessa segunda-feira (8), por volta das 22h. De acordo com a corporação, uma viatura abordou inicialmente suspeitos, que atiraram contra os militares, dando início ao tiroteio. A polícia suspeita que eles tentavam roubar animais na comunidade.

Segundo a PM, os moradores da região informaram que a dupla estava rondando o local em atitude suspeita, em uma caminhonete modelo C-10. Na ocasião, uma viatura foi até o local, se deparou com os suspeitos e pediu que eles parassem. No entanto, eles se recusaram a parar e trocaram tiros com os policias. Os dois ocupantes do carro foram baleados e socorridos pela PM para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Assu. Segundo a Polícia, eles morreram antes de atendidos.

A reportagem ainda destaca, conforme relatou a Polícia Militar, que os homens mortos são suspeitos de praticarem roubo de animais na região. A PM acredita que eles também faziam parte de uma quadrilha especializada nesse tipo de crime.

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Homens morrem após assaltos, perseguição e troca de tiros com a PM na Zona Norte de Natal

Foto: Redes sociais

Dois homens morreram após realizarem assaltos, serem perseguidos e entrar em confronto com a Polícia Militar na noite dessa quinta-feira (7) na Zona Norte de Natal. Nenhum policial ficou ferido na ação.

A perseguição movimentou as ruas de diversos bairros da Zona Norte da capital e só parou quando os bandidos perderam o controle do carro, subiram em uma calçada e bateram em um poste. A notícia foi destaque no portal G1-RN. Veja todos os detalhes AQUI.

Opinião dos leitores

  1. Tô gostando da ação desses policias em Natal.
    Todos os dias mandam um cabra ruim pro inferno.

  2. Mais uma vez a PM agindo de forma efetiva p/ o alento da população de bem. Parabéns PM, continuem assim. Marginal com arma na mão tem que ser tratado de forma enérgica.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Gêmeos siameses mais velhos do mundo morrem aos 68 anos

Foto: Reprodução/Youtube Nine Lives Media

Os norte-americanos Ronnie e Donnie Galyon, os gêmeos siameses mais longevos que se têm registro, morreram neste sábado (4) aos 68 anos na cidade de Beavercreek, no Estado de Ohio (EUA). Segundo familiares, a morte foi por causas naturais, conforme divulgado pela WHIO, TV local.

Os gêmeos nasceram em outubro de 1951 grudados pelo abdômen e, desde o início, foram uma surpresa para os pais, que não esperavam gêmeos.

Eles ficaram conhecidos mundialmente quando bateram o recorde de longevidade em 2014, aos 63 anos. Pouco antes disso, em 2010, a rede de televisão TLC fez um documentário contando a história dos irmãos.

Quando criança, eles passaram por vários circos. Foi a forma que encontraram para sobreviver financeiramente, segundo a reportagem.

Eles se aposentaram em 1991, quando a comunidade em que viviam passou a ajudá-los financeiramente. Mais de 200 voluntários contribuíram com a assistência médica e uma cadeira de rodas customizada.

R7

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Pai, mãe e filha morrem com Covid-19 em Natal em um intervalo de duas semanas

Foto: Arquivo familiar/Cedida

Dona Nina, Katiane e Seu Canindé eram moradores da Zona Norte da capital e faleceram em um intervalo de duas semanas, vítimas do coronavírus. O portal G1-RN destaca que a professora Francisca Katiane do Nascimento, de 37 anos, foi a terceira vítima da Covid-19 em uma família devastada pela doença. Ela vivia no bairro de Pajuçara, Zona Norte de Natal, com o pai, Francisco Canindé Nunes do Nascimento, e a mãe, Maria Francisca Nunes do Nascimento. Os três morreram com o novo coronavírus em um intervalo de duas semanas.

Katiane faleceu na noite de domingo (5) após 10 dias internada em um hospital particular de Natal. Ela apresentou os sintomas da doença no dia 25 de junho e deu entrada na unidade após sentir dores no corpo e dificuldades para respirar. A professora, que não tinha nenhuma comorbidade, foi internada dois dias depois da morte do pai e faleceu sem saber da morte da mãe. Reportagem completa aqui.

Opinião dos leitores

  1. Meus pêsames à família enlutada. Infelizmente o Ocidente não reage às agressões desses criminosos psicopatas do Partido Comunista Chinês. Vão esperar o que para retaliar a China? Um ataque nuclear?

  2. Meu Deus onde iremos parar! Não gosto de colocar ninguém como judas mas o mundo deveria dar uma resposta a China, ela é a responsável por essa tragédia no mundo, tinha que ser punida! Até agora o mundo não fez nada para punir os responsáveis da China!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Dois pedreiros morrem no Seridó após muro desabar sobre eles

O portal G1-RN destaca. Dois homens morreram enquanto trabalhavam em uma obra, na manhã desta quinta-feira (2) em Parelhas, cidade do Seridó do Rio Grande do Norte. Os pedreiros tinham 31 e 21 anos, e estavam construindo um prédio na cidade. A dupla foi atingida por um muro de um edifício vizinho, que desabou no momento em que os dois trabalhavam. Matéria completa aqui.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Baleados em atentado no litoral norte do RN, menina de 4 anos e adolescente morrem no hospital

Foto: Ilustrativa

O portal G1-RN destaca nesta segunda-feira(10) que a menina Hyslla Beatriz da Silva Araújo, de 4 anos de idade, e o adolescente Deymerson Vinícius da Silva, de 16, morreram na tarde desse domingo (9) no Hospital Walfredo Gurgel, após serem baleados em um atentado na noite de sábado (8) em Rio do Fogo. Segundo a Polícia Militar, homens armados invadiram a casa da família em Punaú por volta das 20h20 e atiraram contra todos que estavam no local. Leonardo da Silva Lima, de 22 anos, que usava tornozeleira eletrônica, morreu no local. Ele foi condenado por tráfico de drogas e cumpria pena no regime semiaberto. Leia mais detalhes aqui.

Opinião dos leitores

  1. Cadê a nossa (des)Governadora? A população do RN está acuada, encarcerada e é vítima da extrema violência que tomou conta do nosso Estado. O poder público nada faz, governadora parece viver em outro planeta e não se solidariza com as famílias vitimadas, sendo a única preocupação dela a escolha de quem será o candidato do PT para as eleições municipais…
    Uma vergonha! Salvem o RN! Fora Fátima!

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Dois bandidos morrem após troca de tiros com a PM em Natal

Foto: Ilustrativa

Em una ocorrência ainda a ser detalhada, dois bandidos morreram e dois fugiram após uma troca de tiros com a Polícia Militar na noite dessa segunda-feira (9), no bairro Felipe Camarão, Zona Oeste de Natal. De acordo com informações preliminares, os criminosos estavam em um carro modelo Up de cor branca roubado, que foi abandonado na percepção de diligências policiais. Em seguida, tomaram um outro veículo de cor branca, de um motorista por aplicativo, mas a polícia foi acionada e começou uma perseguição.

Segundo a polícia, os bandidos deram início a um tiroteio durante e acabaram batendo o veículo no muro de uma casa no bairro Felipe Camarão. Na ocasião, dois conseguiram fugir, enquanto os outros dois baleados morreram no caminho para o Hospital Walfredo Gurgel, na Zona Leste de Natal.

Opinião dos leitores

  1. a policia tira de circulação humanos desumanos o que é seu papel muitas das vezes.
    aqueles que teem pena e ou dó de bandidos que optam pelo crime deviam ir trabalhar nos presídios como voluntários e ou adotar alguns desse anjos da morte! Parabéns o Poder público e alei da vida, ACÃO E REAÇÃO!

    1. Só gente mau caráter vibra com morte de seres humanos. Os próprios policiais não vibram com morte de ninguém não. O trabalho deles não é matar, mas se eventualmente acontece isso não é motivo de festa.

    2. Cuidado que vão te chamar de comunista, por esse pensamento cristão.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Pelo menos 11 pessoas morrem durante protestos e mais de 1400 são detidas no Chile

Foto: Reuters/Edgard Garrido/Direitos Reservados

A prefeita da região metropolitana de Santiago do Chile, Karla Rubiar, confirmou nesta segunda-feira (21), em uma coletiva de imprensa, que o número de mortos nos confrontos subiu para 11. A polícia chilena (Carabineros de Chile) informou que 819 pessoas foram detidas ontem (20) e que 67 policiais foram feridos. Desde o início dos confrontos, mais de 1400 pessoas foram detidas.

O presidente do Chile, Sebastián Piñera, disse ontem: “Estamos em guerra contra um inimigo poderoso, que está disposto a usar a violência sem nenhum limite. Eles estão em guerra contra todos os chilenos que querem viver em democracia”, afirmou.

Os protestos se iniciaram na última quinta-feira (17) após um aumento no preço da passagem do metrô foi o estopim para a crise. Mesmo após o presidente Piñera revogar o aumento, os protestos continuaram. Manifestantes reclamam também da desigualdade social, e dos altos preços de serviços de saúde e educação e dos baixos salários.

As manifestações violentas levaram o governo a decretar toque de recolher. Santiago do Chile, a capital do país, e outras 4 regiões proibiram o livre trânsito de pessoas entre as 19h e 6h da manhã. Não havia toque de recolher no Chile há mais de 30 anos, desde a ditadura de Augusto Pinochet.

Diversos incêndios e barricadas foram registrados durante todo o fim de semana, lojas e supermercados foram invadidos e depredados. Quase 10 mil membros das Forças Armadas foram às ruas, após o presidente decretar estado de emergência na madrugada de sábado (19).

As aulas do ensino infantil, Fundamental e Médio foram suspensas e o serviço de transporte funciona parcialmente. O aeroporto de Santiago também foi afetado e há diversos voos atrasados e cancelados. O ministro do Trabalho, Nicolás Monckeberg, solicitou compreensão e flexibilidade nos horários de entrada e saída dos trabalhadores e afirmou que um atraso não configura razão para demissões.

Guerra

Apesar da declaração de Piñera sobre o país estar em guerra, o general do Exército Javier Iturriaga, responsável pela ordem e segurança em Santiago, afirmou hoje (21) que “não está em guerra com ninguém”.

O senador de oposição, Ricardo Lagos Weber, também se manifestou contra a afirmação do presidente. “Presidente Sebastián Piñera, não assuste os cidadãos! Não estamos em guerra. Enfrentamos uma crise política, mal conduzida pelo Governo, cujo tema de fundo é a desigualdade. Essas declarações não ajudam a criar um clima de entendimento”, disse, na noite de ontem (20).

Desigualdade

De acordo com o relatório “Panorama Social de América Latina” da Comissão Econômica da América Latina e Caribe (Cepal), 1% da população chilena concentra 26,5% da riqueza. O informe diz ainda que 66,5% dos chilenos têm apenas 2,1% do capital.

Agência Brasil

 

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Quatro bombeiros morrem em incêndio na Whiskeria Quatro por Quatro, no Centro do Rio

Foto: Reprodução

Rio de Janeiro. Um incêndio atingiu a Whiskeria Quatro por Quatro no fim da manhã desta sexta-feira. O fogo começou por volta de 11h e ainda sai muita fumaça do prédio. O Corpo de Bombeiros foi acionado às 11h25 e tem oito caminhões na Rua Buenos Aires, onde as equipes combatiam os focos de fogo por cima do prédio. O Comandante do Corpo de Bombeiros, Roberto Robadey, confirmou que quatro bombeiros morreram e um está desacordado. Dois deles foram encaminhados para Hospital municipal Souza Aguiar, segundo a Secretaria municipal de Saúde.

Todos ficaram sem oxigênio quando estavam dentro do prédio e o fogo se intensificou bruscamente.

— O incêndio estava sob controle, vamos ver o que aconteceu. São quatro bombeiros mortos e um está desacordado — afirmou o comandante.

Com a emergência, os prédios do entorno precisaram ser evacuados. Atendente do Crea-RJ, Júlio Medeiros precisou sair do prédio às pressas junto de seus colegas.

— Tivemos que largar tudo. Alguns colegas escutaram duas explosões vindas do prédio ao lado. Parecia ser um transformador — disse o funcionário.

A Quatro por Quatro foi inaugurada em 1995. A casa “spa para homens” foi imortalizada no funk “Adultério”, de Mr. Catra, uma paródia da música “Tédio”, da banda Biquíni Cavadão.

No entanto, por meio de assessoria de imprensa o Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro (CBMERJ) confirma que, na tarde desta sexta- feira (18.10), três militares morreram durante a atuação no combate a um incêndio na Rua Buenos Aires, 44, no Centro. Outro bombeiro foi encaminhado para uma unidade hospitalar. A corporação vai abrir uma sindicância para apurar as causas do ocorrido. Equipes de assistentes sociais já estão em contato com os familiares das vítimas. O CBMERJ está consternado com a notícia e se solidariza com parentes, amigos e colegas de farda.

O Globo

Opinião dos leitores

  1. Quatro soldados do fogo trabalhador morrem em missão de trabalho, se fosem 4 bandidos em confronto com a policia a. Imprensa fazia alarde e a esquerda nojenta fazia todo tipo de bagunça em protesto.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Dois homens morrem em confronto com a polícia em Natal na manhã desta quarta

Foto: Ilustrativa

Por volta das 6h30 desta quarta-feira(16), enquanto policiais militares buscavam cumprir um mandado de busca e apreensão contra um adolescente no bairro Nordeste, na Zona Oeste de Natal, dois homens reagiram a chegada dos policiais e começaram a atirar contras as autoridades, que reagiram. O resultado: ambos mortos.

Após o confronto, os dois homens foram socorridos ao Hospital Walfredo Gurgel, na Zona Leste da cidade, mas não resistiram aos ferimentos. Com os suspeitos, foram apreendidos rádio comunicador, arma e um balaclava (máscara).

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *