Geral

FOTOS: Ação Pela Vida SESI vacina industriários em Natal registra mais de 120 da Guararapes imunizados nesta segunda-feira

Fotos: Divulgação

Em apenas 1 hora, 120 funcionários da Guararapes foram atendidos e receberam a primeira dose do imunizante contra a Covid-19, na manhã desta quarta-feira, 14, no posto de atendimento do projeto Ação Pela Vida, promovido pela FIERN, SESI, SENAI e IEL, no Ginásio do SESI Clube, em Natal. A vacinação dos industriários, teve início na sexta-feira passada, 11 e está disponível exclusivamente no posto de atendimento do projeto Ação Pela Vida, no SESI-RN, para pessoas a partir dos 45 anos.

Para Maria Elisabeth Cruz de Carvalho, 54 anos, funcionária da Guararapes há 24 anos, que atualmente trabalha na área de controle de qualidade, o momento era de felicidade. “Glória a Deus! Fiquei sabendo na sexta-feira, quando a encarregada falou com a gente. É uma felicidade muito grande”, disse ela que é a primeira vacinada da família.

Apesar da timidez e das poucas palavras, Sidatan Félix da Silva, 49 anos, não escondia a felicidade em receber a primeira dose. Funcionário da Guararapes há 17 anos, também foi informado com antecedência sobre a oportunidade de se vacinar contra a Covid-19. “Eu já estava na expectativa, agora é só aguardar a segunda dose”, disse.

O Plano de Vacinação Contra a Covid-19 da Indústria Potiguar, elaborado pelo programa Mais RN, assegurou as informações e dados necessários para a parceria — entre FIERN, Prefeitura de Natal e Governo do Estado — que garantiu o início da vacinação dos trabalhadores da indústria. Para o planejamento da imunização dos trabalhadores do setor, foi desenvolvido um detalhado atlas da indústria do Rio Grande do Norte, com quantitativos por municípios, números de colaboradores e segmentação por faixa etárias, gênero e o código CNAE (Classificação Nacional de Atividades Econômicas) das empresas industriais. Esse código é importante neste levantamento para a programação da vacinação, porque comprova que a empresa está registrada como atividade empresarial.

Os trabalhadores das indústrias são reconhecidos oficialmente como prioritários no PNI (Plano Nacional de Imunização). Mas, para que sejam incluídos entre os grupos que são vacinados prioritariamente, a imunização deve ser planejada e as doses estarem asseguradas na programação do Estado, que faz a distribuição, e dos municípios, que aplicam as vacinas. “O industriário é considerado prioritário na política nacional de vacinação do Ministério da Saúde. Com esses documentos, os municípios podem planejar se têm as condições para vacinar, definindo a faixa etária e como pode avançar nesta programação”, diz Pedro Albuquerque, assessor técnico do Mais RN.

 

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *