Justiça manda tirar do ar página que usou indevidamente nome de jornalista potiguar, destaca reportagem

É destaque no portal G1-RN nesta sexta-feira(15). A Justiça do Rio Grande do Norte determinou que fosse retirado do ar um blog criado de forma fraudulenta para disseminar notícias falsas. O autor do blog usou indevidamente a imagem do jornalista potiguar Muriu Mesquita, de 36 anos, para dar credibilidade a fake news e, com isso, difamar uma empresária que vive em Natal.

Muriu Mesquita mora em Los Angeles, na Califórnia, desde agosto de 2017. Ele trabalhou por mais de dez anos como repórter de televisão no Rio Grande do Norte. Há três semanas, o jornalista tomou conhecimento do site fraudulento envolvendo seu nome, quando um colega de profissão desconfiou do conteúdo completamente fora do padrão jornalístico.

O criminoso – ainda não identificado – criou a página na internet a partir de um serviço gratuito, hospedado na República Tcheca, e ilustrou o blog com fotografias do jornalista, retiradas indevidamente de redes sociais ou recortadas de reportagens antigas de TV, disponíveis na internet. Para tentar dar aparência de credibilidade, a página misturava as notícias falsas com outras verdadeiras, retiradas sem os devidos créditos e sem autorização de portais jornalísticos.

Confira mais detalhes em reportagem completa aqui